PROPAGANDA

[AMADOR PG] Palmeiras e Frísia Carambeí protagonizam duelo de alta qualidade e ficam no empate

Teve tensão, cartões, gols, e muita qualidade no duelo entre Palmeiras e Frísia Carambeí na tarde deste domingo (5), no Estádio Senador Flávio Carvalho Guimarães, em Ponta Grossa, válido pela última rodada da primeira fase no grupo A. Com o resultado de 2 a 2, o time do Carambeí terminou na liderança do grupo, já o Palmeiras caiu para terceiro na tábua de classificação.

#AMADOR PG

Por @rafaelbuiar 

PRÉ-JOGO: Antes de a bola rolar no Estádio Senador Flávio Carvalho Guimarães, a premissa do duelo já apontava que era a grande decisão do grupo A, pois quem ganhasse terminaria na ponta da tábua de classificação, e o empate era do Carambeí. Ambas as equipes venceram na semana passada e de goleada, ou seja, equipes motivadas para a última rodada da primeira fase, enquanto que o Palmeiras venceu o Galdinos por 4 a 0, o Frísia Carambeí venceu por 8 a 1 o Santa Paula. O duelo também marcou o encontrou com o ataque mais positivo (Carambeí) e a zaga menos vazada (Palmeiras) do campeonato. 

O EMBATE: Depois que o apito trilou foi nítido nos primeiros minutos o time da casa com mais volume de jogo e também a tensão entre os jogadores, já que com quatro minutos rodados teve empurra/empurra no flanco direito. Com jogo retomado e o ponteiro do relógio dando volta, o time casa colocou a bola no chão e novamente passou a dominar as ações ofensivas da partida. Aos 5', ótima trama do time alviverde, pois Nilvano cruzou à área e o goleiro Chucki quase foi surpreendido por Michel, que jogou contra o patrimônio. 

Outro fator importante e que o treinador Cavalo tramou para travar o meio de campo do escrete alviverde, foi a marcação individual de Baroni e Nilvano, principais articuladores da equipe do Palmeiras. Marcação que dificultou o setor de criação com o passar do tempo, com Peixoto e Igor lado a lado. A partir disso, o time visitante passou a agredir o goleiro Molina com jogadas de contra-ataque e que originaram em escanteios. Não deu outra, aos 10', o time do Carambeí aproveitou a segunda cobrança de canto e Mastuka colocou a bola no fundo das redes, depois de bate-rebate dentro da área.

 
O gol esfriou o time do Palmeiras, que sentiu. Neste período, o Frísia Carambeí passou a ganhar mais o meio de campo e em ótima trama pelo lado, após roubada de bola de Ary e toque para Leozinho, que desceu em profundidade e arrematou firme, mas Molina defendeu e evitou o segundo gol. Minutos depois foi a vez de Igor dar susto no arqueiro do Palmeiras e foi só. Depois deste lance, o time da casa teve um momento importante na partida e que acarretou como herança no primeiro gol da equipe da casa. O atacante Edimar ganhou a frente do marcador do Carambeí e ao entrar na área foi derrubado, o árbitro da partida mandou seguir, gerando muita revolta do escrete alviverde pela não marcação do pênalti. 

O lance deu moral para o time do Palmeiras, que na sequência colocou uma bola na trave, com Baroni girando na frente do marcador e arrematando dentro da pequena área. Minutos depois, em trama entre os jogadores Farinha e Nilvano, Vande finalizou fraco. Na terceira tentativa depois do pênalti não marcado, o time do Palmeiras empatou. Desta vez, Tily e Tomate protagonizaram troca de passes no setor da intermediária e foram furando o sistema defensivo do Carambeí até derrubarem o lateral do Palmeiras. Pênalti que Farinha cobrou e deixou tudo igual, com 32' da etapa inicial

Com o empate no placar, o jogo mudou de perspectiva e voltou a tônica inicial do confronto. A tensão passou a ser o principal fator, o que resultou em alguns cartões amarelos sendo retirado do bolso do árbitro. Mesmo assim, que conseguiu se sair melhor na reta final do primeiro tempo foi o Palmeiras, com Baroni e Douglas no meio de campo, e com a conclusão certeira de Marcelinho, que não deu chance para o arqueiro de Carambeí, levando o segundo gol aos 46' da etapa inicial. Um minuto depois, o árbitro encerra o primeiro tempo. 

No retorno à etapa complementar, a equipe do Carambeí realizou alteração no time, promovendo a entrada de Di Maria no lugar de Jesus. O ritmo do primeiro tempo continuou com o Palmeiras, que retornou ligado, mas não durou por muito tempo, já que a tensão voltou a ser o principal fator da partida, o que proporcionou neste período de jogo muitas faltas. 

Próximo da metade do segundo tempo, a equipe do Palmeiras teve que fazer algumas alterações, já que a alta intensidade fez com que alguns jogadores caíssem de rendimento, devido a parte física, segundo o treinador Kastilho. Saíram do time alviverde Edimar e Farinha, para a entrada de Hudson e Alcimar. O troca-troca não deu resultado rápido para o time do Palmeiras, pelo contrário, o Carambeí conseguiu buscar o gol de empate com Leozinho, que pelo setor de meio de campo foi entrando até ficar de frente com o arqueiro Molina e fuzilar a rede aos 20'.


Não deu outra, o gol de empate do Carambeí esfriou os ânimos do Palmeiras, que pouco conseguiu agredir o goleiro Chucki. Mesmo com as alterações, nas duas equipes, o duelo ficou preso no setor de meio de campo, pois a forte marcação do sistema defensivo de ambas as equipes prevaleceu o ataque, ainda que tivesse mais quatro minutos de acréscimo o placar persistiu em continuar em 2 a 2 até o apito final do árbitro Fernando. 

PRÓXIMA PARTIDA: As duas equipes conseguiram a classificação antecipada, mas o resultado de 2 a 2 na última rodada proporcionou o caminho seguinte. No lado do Palmeiras, que ficou em terceiro no grupo A, irá desafiar o segundo no grupo B, o Ebenézer, enquanto que o Carambeí, com a primeira colocação no grupo A, desafia a W3. Os locais e as datas ainda serão divulgadas nesta semana pela Liga de Futebol Amador de Ponta Grossa. 

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 

PALMEIRAS: 1 Molina; 2 Marcelinho, 3 Dudu, 4 Vande e 6 Tily; 5 Douglas (20 Gabriel), 8 Tomate, 7 Baroni e 10 Nilvano; 20 Edimar  (11 Alcimar) e 9 Farinha (18 Hudson). Tec: Kastilho 

CARAMBEÍ:  1 Chuki; 2 Russo (14 Lucas), 15 Lelão, 4 Michel e 6 Igor; 5 Batata, 8 Peixoto, 7 Matuska e 10 Leo (18 Cleber); 11 Jesus (13 Di Maria) e 9 Ary. Tec: Cavalo 

FICHA TÉCNICA – PALMEIRAS 2 X 2 CARAMBEÍ XXXXXXXXXXXXX 

GOLS: Matuska aos 10' do 1º tempo (Carambeí), Farinha 32' do 1º tempo (Palmeiras), Marcelinho aos 46' do 1º tempo (Palmeiras) e Leozinho aos 20' do 2º tempo;

CA: Vande, Marcelinho (Palmeiras) | Leozinho, Peixoto, Michael e Batata (Carambeí)

ÁRBITRO: Fernando Voinarovisc

ASSISTENTES: Sidnei Eduardo Rodrigues e Sebastião Kingeski

LOCAL: Estádio Senador Flávio Carvalho Guimarães, em Ponta Grossa

ENTREVISTAS DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



No comments

Powered by Blogger.