PROPAGANDA

[SUB 17] De virada, Athletico goleia Ceará e abre vantagem para o jogo de volta

Na tarde desta quinta-feira (3), Athletico e Ceará se enfrentaram pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil sub17 de 2017, no CAT do Caju, em Curitiba. Mesmo saindo atrás no placar, o escrete do Furacão conquistou uma vitória segura por 6 a 1. Os gols foram marcados por Leo Costa, Talisson (3x), Juninho e Dourado. Com este triunfo, a equipe rubro-negra pode até perder por quatro gols de diferença, que seguirá de fase no certame.

 

#CATEGORIA DE BASE

Por Lúcio César 

PRÉ-JOGO: A equipe do Athletico, que vive um bom momento no Brasileirão sub 17, entrou para o jogo de hoje para desafiar o Ceará. O time rubro-negro entrou em campo modificado, em relação as partidas anteriores. No primeiro embate do certame, a equipe do Athletico venceu o  Trindade-GO por 5 a 2 na primeira fase. Enquanto que o adversário da vez, o Ceará, venceu a equipe do Cruzeiro-RS por 3 a 0. 

O JOGO: Em campo foi visto um jogo inicialmente muito truncado, o Athletico iniciou pressionando e logo na saída de bola levou perigo ao adversário. Após as duas equipes rodarem a bola sem muita objetividade, o jogo mudou aos 6 minutos da etapa inicial. Em lance isolado, a equipe do Ceará conseguiu uma penalidade que foi convertida por Davi. Com o resultado de 1 a 0, o escrete alvinegro optou por recuar e deixar o campo para que o Athletico jogasse. Com espaços deixados pelo adversário foi apenas questão de tempo para que o Furacão se encontrasse em campo e fosse dominante sobre seu adversário. 

Aos 29 minutos, em jogada individual do atacante Léo Costa, o nove rubro-negro foi derrubado dentro da área e a penalidade foi confirmada. O próprio atacante bateu e empatou a partida 1 a 1.  Com o empate, o Athletico melhorou na partida e o Ceará se desconcentrou, com o Furacão pressionando e limitando o espaço de jogo dos cearenses. Por isso, a equipe visitante cometeu muitas falhas individuais e erros nos passes. Dentre esses, resultaram em grandes oportunidades para o CAP que contou com três finalizações na trave neste primeiro tempo. 

Na etapa final, as mesmas falhas que o Ceará cometeu no primeiro tempo continuaram. Entretanto, desta vez, o Furacão não desperdiçou as oportunidades e em minutos, com falhas consecutivas do adversário, ampliou o marcador três vezes. Sendo que o número onze rubro-negro, Talisson, aproveitou para marcar três vezes. Os gols foram marcados aos 13’, 15’ e 19’ do segundo tempo. Com 4 a 1 no placar, o jogo ficou movimentado a favor do escrete rubro-negro. Enquanto que o Ceará já não demonstrou forças e pouco se esforçou em campo. Por isso, o escrete rubro-negro fez com que cada ataque levasse perigo a meta adversária, forçando as jogadas rápidas pelas laterais e saindo facilmente no contra-ataque. Devido a isso, nesta perspectiva, o Athletico ainda encontrou mais um gol, aos 27’ com Juninho, que recebeu dentro da área e finalizou firme no ângulo, sem chances para o arqueiro e 5 a 1 no placar. 

Mesmo com o quinto gol a pressão atleticana não diminuiu e os perigos constantes ao goleiro adversário continuou. O Ceará demonstrou fragilidade e o Athletico soube que caso a pressão continuasse a vantagem no placar poderia aumentar. Não deu outra, a vantagem aumentou aos 49 minutos, após cobrança de escanteio e Dourado subiu livre para cabecear e decretar o placar final em 6 a 1. 

DESTAQUES: No lado rubro-negro, Talisson foi o grande nome da partida, com três gols em seis minutos. O camisa 11 atleticano deu a tranquilidade e vantagem que o Furacão precisou. Já no lado do Ceará, mesmo com uma partida a baixo e mostrando pouca efetividade na equipe como um todo, o nome da equipe Cearense foi Davi. Além de ser o autor do gol do clube foi regular durante a partida e muito participativo no campo defensivo e ofensivo. 

ATHLETICO – Inicialmente o Athletico se mostrou apático na partida. Mesmo levando perigo ao adversário no primeiro lance do jogo, a equipe demorou a se soltar e entregar na partida. Fato que aconteceu após sair atrás no marcador e ver o adversário recuar, cedendo mais espaço para que o rubro-negro trabalhasse a bola e chegasse com perigo a meta adversária. Com espaços foi apenas questão de tempo para que dominasse o jogo e mostrasse a superioridade no placar, fator que aconteceu na etapa final da partida. 

CEARÁ – O Ceará iniciou a partida marcando pressão, elevando seus atacantes e mordendo na saída de bola adversária. Fato que culminou na conquista da penalidade e a vantagem inicial, enfrentando após o gol os jogadores recuaram e cederam espaços para que os mandantes dominassem a partida. 

PRÓXIMA PARTIDA: As duas equipes se enfrentam novamente pelo jogo de volta na próxima quinta-feira (10), na Cidade do vozão, em Itaitinga – CE. O embate será realizado às 15 horas. 

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 

Athletico: 1. Frederico, 2. Zé Lucio, 3. Vinícius, 4. Dourado e 6. Vinícius Kauê; 5. Cella, 8. Diego e 10. Jader; 7. Islan, 9. Leo Costa e 11. Talisson Tec. Fernando Seabra. 

Ceará: 1 Renan; 2 Gustavo; 3 Igor; 4 Jefferson; 5 Douglas; 6 Davi; 7 Rafael; 8 Kauã; 9 Kadu; 10 Matheusinho e 11 Jordan TEC. 

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO 6 X 1 CEARÁ XXXXXXXXXX 

GOLS: Davi 6’ 1°Tempo (CEARÁ); Léo Costa 29’ 1°Tempo, Talisson 13’, 15’ e 19’ do 2°Tempo, Juninho 27’ do 2°Tempo e Dourado 49’ do 2°Tempo (Athletico)

ÁRBITRO: Cristian Eduardo Gorski da Luz

ASSISTENTES: Andrey Luiz de Freitas (1) e Joao Fabio Machado Brischiliari (2)

LOCAL: CAT do Cajú - Curitiba - PR 

APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap


No comments

Powered by Blogger.