PROPAGANDA

[BR SUB20] Furacão bate Santos e assume a liderança provisória do campeonato

Na tarde desta quarta-feira (2), o Athletico recebeu o Santos no Miniestádio do CAT do Caju pela décima sexta rodada do Brasileirão Sub-20 de 2020. Com gols de Jajá, João Pedro e Edu, o Furacão saiu vitorioso por 3 a 1 e agora ocupa provisoriamente a primeira colocação do Brasileirão da categoria. Além da vitória, o escrete do Athletico bateu o recorde de vitórias seguidas na competição, atingindo a marca de cinco triunfos e ampliou a sequência de invencibilidade, com oito embates sem saber o que é derrota.

 

#CATEGORIA DE BASE

Por Eduardo Werner 

PRÉ-JOGO: Terceiro colocado no campeonato, o Furacão chegou para o confronto tendo vencido todas as suas últimas quatro partidas, a última foi dainte o América-MG. Já o Santos, chegou em Curitiba na lanterna da competição e, apesar da má campanha, vem de vitória em cima do Ceará na última rodada. 

O EMBATE: No confronto entre uma das melhores campanhas do torneio contra a de pior desempenho até aqui, o Athletico começou pressionando e foi quem primeiro arrematou ao gol, com Julimar aos 5’ da etapa inicial e com Ramon logo no minuto seguinte. Uma das melhores chances de gol do primeiro tempo aconteceu aos 19’, quando Luan Patrick acertou belo passe do campo de defesa em direção ao atacante Julimar, que saiu cara a cara com o goleiro Diogenes do Santos, fazendo uma bela defesa com o pé. Julimar voltou a ter uma bela oportunidade cinco minutos depois, quando cabeceou por cima a bola cruzada por Raimar. 

Aos 29’ da primeira etapa foi a vez de Julimar ter mais uma grande chance de gol, quando recebeu passe de Raimar e finalizou para mais uma bela defesa de Diogenes. A primeira boa oportunidade de gol do Santos veio aos 36’, quando Sandro Martins arriscou de fora da área e carimbou a trave direita do goleiro Rokenedy. Após várias chances perdidas, o Athletico abriu o placar aos 41’ da etapa inicial, que finalizou na saída do goleiro santista após bela tabela com Mingotti.

Ambas as equipes voltaram do intervalo sem mudanças, porém com mais ímpeto nas movimentações ofensivas. O primeiro ataque da etapa complementar foi da equipe santista, aos 2’, que parou no goleiro Rokenedy após finalização de Brayan. O Furacão ampliou a vantagem no placar aos 10’ do segundo tempo, quando Jajá mandou uma bola enfiada para Mingotti. O goleiro da equipe visitante saiu mal e deixou o gol aberto, o atacante athleticano então teve a tranquilidade de tocar para João Pedro, que finalizou para o fundo do gol. Porém, 14 segundos após o pontapé inicial depois do gol athleticano, o Santos diminuiu com Gabriel, que aproveitou cruzamento rasteiro de Caio em jogada muito rápida no lado direito do ataque santista. 

A partir daí começou uma atuação de gala do estreante Rokenedy no gol athleticano, que fez ótimas defesas nas finalizações de Gabriel e Mikael, além de um cabeceio à queima roupa de Moraes, impedindo assim o segundo gol santista. John Mercado teve a oportunidade de ampliar o marcador já na reta final de jogo, porém parou no goleiro Diogenes. O terceiro gol athleticano saiu aos 39’ da etapa final, quando Ramon cobrou escanteio e o zagueiro Edu cabeceou para o fundo do gol, subindo mais alto que todo mundo. Já no último minuto de jogo, Ramon teve a chance de fazer o quarto gol em jogada de contra-ataque, porém carimbou a trave.

Com essa vitória por 3 a 1, o Furacão assumiu a liderança provisória da competição, já que pode ser ultrapassado por Corinthians e pelo Atlético Mineiro que jogam amanhã fora de casa. Já o Santos segue na lanterna do campeonato, tendo a pior defesa até aqui. 

ATHLETICO: O Athletico foi naturalmente superior em grande parte da partida, explorando muito bem as jogadas velocidade nas pontas e também os passes em profundidade pelo meio-campo. Acompanhado de perto nessa partida por Paulo Autuori, treinador da equipe principal, o elenco todo deve estar orgulhoso pela bela exibição diante do Santos. 

SANTOS: Franco atirador no jogo de hoje, o Santos teve lapsos de domínio durante a partida, principalmente no segundo tempo. Porém, por ser o lanterna da competição, a equipe mostrou certa qualidade que pode trazer resultados nas partidas finais do torneio. 

DESTAQUES: No embate disputado no centro de treinamento que leva o nome de um dos maiores goleiros da história do Athletico, ambos os goleiros foram os destaques da partida. Na equipe da casa, o goleiro Rokenedy fez a sua estreia na competição após chegar ao time em outubro desse ano. Com o surto de Covid no clube, que atingiu principalmente os goleiros do elenco, a chance apareceu para Rokenedy, que impediu o segundo gol do Santos na segunda etapa com belas defesas. Já do lado santistas, o arqueiro Diogenes também protagonizou belas defesas, principalmente na etapa inicial, sendo o destaque da equipe na partida. 

PRÓXIMA PARTIDA: No próximo domingo, o Santos recebe o Palmeiras para o clássico na Vila Belmiro, enquanto que o Athletico viaja até Chapecó para enfrentar a Chapecoense na segunda-feira. 

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 

ATHLETICO: 1. Rokenedy; 2. Luca Caio (13. João Vialle), 3. Edu, 4. Luan Patrick e 6. Raimar; 5. Kawan (15. Pierre), 8. Ramon (20. Matheus Rampon) e 10. Jajá (17. Iago); 7. Julimar, 9. Mingotti (18. Romulo) e 11. João Pedro (16. John Mercado). Tec. Gustavo Caiche. 

SANTOS: 1. Diogenes; 2. Derick, 3. Pedro Henrique, 4. Mikael e 6. João Cubas; 5. Victor Yan (16. Rafael) 8. Felipe (14. Yalle) e 10. Gabriel; 7. Sandro Martins, 9. Brayan (18. Caio) e 11. Moraes (17. Donizete). Tec. Aarão Alves. 

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO 3X1 SANTOS XXXXXXXXXXXXX 

GOLS: Jajá (41’ do 1° tempo), João Pedro (10’ do 2º tempo) e Edu (39’ do 2° tempo) (Athletico) | Gabriel (11’ do 1° tempo) (Santos)

CA: Kawan e Luan Patrick. (Athletico) | Sandro Martins, Pedro Henrique, João Cubas e Derick. (Santos)

ÁRBITRO: Gustavo Nogas.

ASSISTENTES: Wagner Junior Bonfim Ledo (1) e Leandro Polli Glugoski (2).

LOCAL: Mini Estádio do CAT do Caju, em Curitiba. 

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap


No comments

Powered by Blogger.