PROPAGANDA

[AMADOR PG] Emmanuel, o destaque da partida entre Santa Paula/Unibox e Carambeí


O escrete do Santa Paula/Unibox perdeu para o Carambeí nos pênaltis a grande final do certame no último domingo (13). No tempo normal a partida ficou empatada por 2 a 2, com diversas polêmicas e reclamações por causa da arbitragem. Emmanuel entrou no intervalo do confronto, marcou dois gols e foi eleito a figurinha da grande decisão. Confira a 20ª figurinha do álbum DRAP de 2020 e do Amador PG 2020.


#FIGURINHA DA PARTIDA

Por Antonio Neto 

O confronto começou muito truncado e com várias disputas no meio de campo e algumas faltas não marcadas acabaram irritando os jogadores, o que resultou na expulsão do atacante Eduardo que estava no banco do Santa Paula/Unibox. A primeira etapa da decisão ficou mais marcada pelas confusões e discussões do que pelo futebol em si. Por isso, no intervalo, o técnico Geomar colocou Emmanuel no lugar de Siqueira e a substituição teve efeito logo aos 8’ da etapa complementar. Em uma falta pela direita, o camisa 23 do Santinha bateu fechado, o goleiro Chuck falhou e a bola foi parar nas redes para abrir o placar da grande decisão. 

O Carambeí empatou o jogo aos 23’ com Léozinho em um golaço de falta, mas a igualdade permaneceu por apenas cinco minutos no placar. O Santa Paula recuperou uma bola na intermediária e Emmanuel deu um passe excepcional para Renan, que invadiu a área e acabou derrubado pelo goleiro. O árbitro assinalou o pênalti e o próprio Emmanuel bateu e converteu. O Santinha acabou recuando muito e deu espaço para o escrete laranjinha pressionar, até que aos 39’ Matheus dominou a bola com o braço dentro da área, virou e bateu para empatar. O árbitro Joel Ferreira Martins não viu a mão e confirmou o gol que levou a partida para os pênaltis. Nas penalidades o Carambeí venceu por 8 a 7. 

Foi uma decisão marcada por muitas polêmicas e confusões e um primeiro tempo em que não houve nenhuma chance clara de gol. Emmanuel entrou no intervalo e colocou o Santa Paula/Unibox para jogar, pois foi o cérebro do time na criação e ainda marcou dois gols. O camisa 23 do Santinha tinha tudo para ser o grande herói da conquista que esteve muito perto de ir para o tricolor, mas assim como a bola do gol de empate, o título acabou ficando nas mãos do Carambeí. 

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap


No comments

Powered by Blogger.