PROPAGANDA

[SUB-17] Furacão goleia Trindade-GO e avança na Copa do Brasil


Na tarde desta quarta-feira (25), a equipe do Athletico recebeu o Trindade-GO no CAT do Caju, em Curitiba, pela primeira fase da Copa do Brasil Sub-17 de 2020. Sofrendo pouco ao longo do jogo e tendo aberto uma grande vantagem já na primeira etapa, o Furacão saiu vitorioso por 5 a 2 e agora enfrenta o Ceará na próxima fase da competição.

#CATEGORIA DE BASE
Por Eduardo Werner

PRÉ-JOGO: O Athletico chegou para a sua sétima participação na Copa do Brasil da categoria após garantir vaga ao vencer o Campeonato Paranaense sub-17 do ano passado. As melhores campanhas da equipe foram em 2013 e 2014, quando caiu nas quartas de final. Já o Trindade tem a responsabilidade de ser o primeiro clube do interior do estado de Goiás a participar da Copa do Brasil sub-17, tendo garantido vaga ao vencer o Campeonato Goiano da categoria ano passado.

O EMBATE: O Furacão, naturalmente superior, dominou a partida desde os instantes iniciais, tendo a maior parte da posse de bola no campo de ataque. O Trindade, mesmo não tendo disputado uma partida oficial neste ano, apresentou boa disposição tática para segurar as primeiras investidas do ataque athleticano. A primeira grande chance de gol surgiu aos 13’ do 1º tempo, quando Makill tabelou com Renan Viana na ponta direita, invadiu a grande área e finalizou rasteiro na trave. 

O Rubro-negro seguiu pressionando, e no contra-ataque o Trindade quase abriu o placar quando Vitor Lima bateu rasteiro de fora da área e obrigou o goleiro Mycale fazer uma grande defesa. Porém, o que já era esperado não demorou a acontecer: aos 22’ da primeira etapa, Pertile recebeu passe em profundidade e tocou para Renan Viana dentro da pequena área, que só precisou empurrar para o fundo da rede para abrir o placar no CT do Caju. Cinco minutos depois Renan Viana marcou mais uma vez para amplicar a vantagem, aproveitando passe de Makill após bela jogada na ponta direita. O terceiro gol do Furacão veio aos 38’, quando Pertile lançou Leo Costa em profundidade, que tocou para Jader estufar a rede. Ainda havia espaço para mais um gol athleticano antes do intervalo: aos 43’, Jader tocou para Kevyson na ponta direita, que cruzou rasteiro para encontrar Leo Costa livre na pequena área. Fim do primeiro tempo, 4x0 para os donos da casa.

O Trindade fez três substituições no intervalo, o que surtiu efeito já que a equipe voltou bem mais perigosa para a segunda etapa. Dos que saíram do banco de reservas, Luiz Gustavo foi quem mais levou perigo à defesa athleticana. Aos 13’ do 2º tempo, ele roubou a bola após erro da defesa, tabelou com Vitor Lima e mandou pro fundo do gol no meio das pernas do goleiro Mycael, diminuindo para o Trindade. A esperança de uma reviravolta no placar foi por água abaixo três minutos depois, quando o Athletico chegou ao quinto gol com João Pedro, aproveitando o rebote após bela defesa de Pedro Paulo em chute de Pertile.

Aos 28’ da etapa complementar, em jogada de contra-ataque, o lateral pedrinho da equipe visitante avançou pela ponta direita e cruzou para a grande área. Vitor Lima apareceu livre na segunda trave e marcou o segundo gol da equipe goiana. O Athletico teve mais oportunidades de ampliar a vantagem, porém parou nas mãos do goleiro Pedro Paulo. Com a vitória por 5 a 2 o Furacão se classificou para a próxima fase da competição, onde enfrentará o Ceará em partidas de ida e volta.


DESTAQUES: Pelo lado athleticano, o atacante Renan Viana mostrou grande faro de gol e posicionamento na grande área, habilidades imprescindíveis para um centro-avante. Não é a toa que ele é o artilheiro do Brasileirão da categoria. Já no Trindade os principais destaques individuais ficaram para a segunda etapa, Luiz Gustavo que entrou no intervalo e mudou a cara do ataque da equipe goiana e o goleiro Pedro Paulo, que impediu várias chances de gol do Athletico ao longo do segundo tempo.

ATHLETICO: O Furacão entrou em campo com um time praticamente reserva, visando a semifinal do Campeonato Brasileiro Sub-17 que acontecerá dentro de alguns dias contra o Flamengo. Mesmo assim, a equipe da casa era nitidamente superior, e matou a partida aplicando quatro gols já na primeira etapa. No segundo tempo, o Athletico tirou o pé e acabou levando dois gols do Trindade, que soube muito bem explorar os erros na saída de bola athleticana.

TRINDADE: O time goiano chegou em Curitiba como franco-atirador, não tendo disputado uma partida oficial neste ano. A falta de rítimo era visível, porém dedicação e disposição tática não faltou para a equipe visitante. O ‘’Tacão’’ fez de tudo para segurar os esforços athleticanos na primeira etapa, porém sucumbiu para um dos melhores ataques do país na categoria. Na segunda etapa, porém, a equipe conseguiu criar jogadas nos espaços deixados pelo Athletico, que visivelmente diminuiu o rítmo após o intervalo. 


PRÓXIMA PARTIDA: O Furacão entra em campo já na próxima segunda-feira para enfrentar o Flamengo fora de casa na primeira partida das semifinais do Campeonato Brasileiro Sub-17. Já o Trindade-GO não tem mais calendário neste ano.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ATHLETICO: 1. Mycael; 2. Cella, 3. Kevyson, 4. João Pedro (14. João Gabriel) e 6. Arthur; 5. Marcos Vinícius (13. Luís Ogeda), 8. Pertile e 10. Jader (21. Maylon); 7. Makill (15. José Lucio), 9. Renan Viana (23. Luis Pedro) e 11. Leo Costa (17. Gustavo Ursino). Tec. Fernando Seabra.

TRINDADE: 1. Pedro Paulo; 2. Pedrinho, 3. Davi Café, 4. Gabriel Ribeiro e 6. Rennedy (16. Pedro Lucas); 5. Rafael (17. Ricardo), 8. Gustavo Henrique e 10. Vitor Lima (15. Pará); 7. Guilherme (14. Luiz Gustavo), 9. Custódio (13. Robinho) e 11. Pablo (18. Gustavo Itacaramby). Tec. Augusto Fassina.

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO 5X2 TRINDADE XXXXXXXXXXX

GOLS: Renan Viana (22’ e 27’ do 1° tempo), Jader (38’ do 1º tempo), Leo Costa (43’ do 1º tempo), João Pedro (16’ do 2º tempo) (Athletico) | Luiz Gustavo (13’ do 1° tempo) e Vitor Lima (28’ do 2º tempo) (Trindade)
ÁRBITRO: Luiz Alexandre Fernandes.
ASSISTENTES: Weber Felipe Silva (1) e Roberto Rivelino dos Santos Junior (2).
LOCAL: CT do Caju, em Curitiba.

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap

No comments

Powered by Blogger.