PROPAGANDA

[BR SUB17] Athletico domina Grêmio, goleia e avança às semifinais pela primeira vez na história

Na tarde deste domingo (22), Athletico e Grêmio se enfrentaram no CAT do Caju pelo duelo de volta das quartas de finais do Campeonato Brasileiro Sub-17 de 2020. Mesmo com a vantagem do empate, o time da casa soube explorar a velocidade da equipe e as falhas defensivas do adversário, mantendo um ritmo forte ao longo de todo o jogo e goleando pelo placar de 5 a 0. Além do triunfo e a vaga à próxima fase pela primeira vez na história, o escrete rubro-negro atingiu o recorde na competição, com oito vitórias seguidas desde a criação do certame. 

#CATEGORIA DE BASE

Por Vinicius do Prado

PRÉ JOGO: O duelo reunia o terceiro colocado do grupo B (Grêmio) contra o segundo do grupo A (Athletico) na primeira fase. Os times se enfrentaram na última quarta (18) na primeira parte do duelo de 180 minutos, com o Tricolor saindo na frente, mas o Rubro-Negro virando o marcador na segunda etapa, trazendo o 2 a 1 para a capital paranaense. O Athletico conquistou a vantagem do empate para avançar, enquanto o Grêmio teria de vencer por dois gols de diferença para reverter o quadro.

O JOGO – A partida começou com o Grêmio bloqueando o meio-campo do Athletico em duas linhas de marcação bem próximas, deixando apenas o centroavante Valber mais adiantado. Isso fez com que o time da casa fosse obrigado a sair para o jogo com os zagueiros, o que abriu espaços a ofensiva tricolor. Isso gerou duas boas chances antes dos 15’, uma direta e outra indiretamente. Na primeira, aos 10’, o escrete gaúcho teve uma falta central, e o chute forte de cuiabano obrigou Mycael a espalmar. Três minutos depois, a bola ficou nos pés de Matheus na meia-lua, mas o camisa 10 gremista isolou.

Os mandantes sabiam que precisavam agredir mais a defesa adversária, e a saída encontrada foi o jogo pelas pontas. Seja em lançamentos ou em jogadas individuais, aos poucos o Rubro-Negro foi encontrando brechas, e as chances apareceram. Aos 16’, o contra-ataque foi puxado pela direita e a bola foi tocada para Emersonn, que parou em uma bela defesa de Thiago. Na sequência, aos 18’, foi a vez do camisa 7 ser o garçom, mas o goleiro fez outra grande intervenção. Mesmo com as chances perdidas, o fato é que o Athletico melhorou, e justificou a mudança aos 27’. Após bela jogada individual de Ataíde, o lateral deixou Jader na cara do goleiro, e o camisa 10 teve a tranquilidade de driblar o rival e abrir o marcador.

A vantagem obrigava o time gaúcho a ir ao ataque, mas ao mesmo tempo dava espaços para o Athletico, e isso gerou novas chances ao time da casa. Aos 30’, Ataíde fez outra boa jogada, e dessa vez só foi parado pela trave direita. O poste esquerdo teve seu protagonismo sete minutos depois, quando Jader bateu da entrada da área e Thiago fez outra defesa, e a trave salvou o tricolor novamente. No entanto, não teve quem salvasse a pele gremista aos 43’. Renan recebeu fora da área, fez o giro e arrematou sem chances para o arqueiro, levando a vantagem de 2 a 0 para os vestiários.

Na volta do intervalo, não havia outra possibilidade ao Grêmio além de se lançar ao ataque, tanto que o treinador Douglas Rodrigues promoveu duas mudanças. Mas o que poderia ser uma pressão gaúcha se transformou em mais espaços ao time paranaense. O Athletico só precisou de um vacilo para para matar o confronto. Aos 6’, após contra-golpe puxado pela esquerda, Renan aproveitou a falsa linha de impedimento para entrar na área, chutar cruzado e fazer o terceiro do Furacão.

Com o confronto definido, o Grêmio passou a ter uma posse de bola ineficiente. Já o Rubro-Negro pôs sangue novo no setor ofensivo para fazer uma transição veloz ao ataque. Isso deu resultado logo aos 15’, quando Lucca, que havia acabado de entrar, recebeu na área e bateu com estilo no ângulo direito para fazer 4 a 0. A partir daí o jogo foi mais controlado por parte dos mandantes, mas o goleiro Thiago ainda trabalhou novamente aos 32’ e a rede balançou novamente aos 34’, em bela cobrança de falta de João Pedro para fechar o marcador: Athletico 5 a 0 Grêmio.

DESTAQUES – O Furacão teve várias peças que se destacaram, principalmente do meio pra frente, mas por representar a qualidade do jogo pelas pontas, ter um bom equilíbrio entre ataque e defesa e apresentar um drible refinado, Ataide foi uma peça chave. Por outro lado, o Tricolor teve uma partida para esquecer, mas apesar da goleada o goleiro Thiago fez pelo menos quatro defesas com alto grau de dificuldade.

ATHLETICO – A equipe da casa se mostrou muito veloz e, quando entendeu a proposta do jogo, sobrou física e tecnicamente. Além disso, mostrou maturidade ao manter um ritmo forte mesmo com o jogo nas mãos.

GRÊMIO – O time gaúcho esboçou uma estratégia, que caiu por terra a partir do primeiro gol adversário. A linha de impedimento adotada pela defesa mostrou muitas falhas, e com isso o time foi perdendo força ao longo do jogo e não conseguiu reagir.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ATHLETICO: 1 Mycael; 2 Ataide, 3 Vinicius (15 Kevyson), 4 João Pedro (13 João Miquelim) e 6 Jhonny; 5 Juninho, 8 Marcos Vinicius (17 Pertile) e 10 Jader; 7 Emersonn, 9 Renan (18 Leo Costa) e 16 Makill (19 Lucca). Tec. Fernando Seabra.

GRÊMIO: 1 Thiago; 2 Lucas Kawan, 3 Paulo, 4 Ary e 6 Cuiabano; 5 Ronald, 8 Mila (14 Bruno Cheron, depois 13 Mateus), 7 Zinho (18 Arthur Viana) e 10 Matheus (15 Thalyson); 11 Luan Farias (17 Daniel)  e 9 Valber (19 Pedro Henrique). Tec. Douglas Rodrigues.

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO 5X0 GRÊMIO XXXXXXXXXXXXX

GOLS: Jader aos 27’ e Renan aos 43’ do 1°T; Renan aos 6’, Lucca aos 15’ e João Pedro aos 34’ do 2°T (Athletico).

CA: Vinicius (Athletico); Mila, Ary (2x), Bruno Cheron e Pedro Henrique (Grêmio).

CV: Ary (Grêmio).

ÁRBITRO: Leandro Ferreira Lima.

ASSISTENTES: Heitor Alex Eurich (1) e Andrey Luiz de Freitas (2).

LOCAL: CT do Caju, em Curitiba. 


APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap

No comments

Powered by Blogger.