PROPAGANDA

[BR SUB20] Athletico vence o líder Corinthians com autoridade


Nesta tarde de sexta-feira (20), Athletico e Corinthians abriram os confrontos da 13° rodada do Brasileirão sub-20 de 2020, no CAT do Caju, em Curitiba. Em um jogo que prometeu ser disputado,  o que aconteceu foi um Furacão predominante e sem muitas dificuldades bateu o líder Corinthians por 4 a 0.  Os gols foram marcados por João Pedro, Mingotti (2) e Julimar.

 

#CATEGORIA DE BASE

Por Lúcio Cesar 

PRÉ-JOGO: A equipe do Athletico entrou em campo nesta sexta-feira após se recuperar de uma sequência de empates ao triunfar diante do Vitória por 5 a 0 na rodada anterior. Mesmo assim, o escrete do Athletico teve a difícil missão de embalar sua segunda vitória seguida enfrentando o atual líder Corinthians, com apenas duas derrotas na competição. Ocupando a quinta colocação, uma vitória diante dos paulistas levaria o escrete para a terceira posição, contando com um empate no jogo entre Fluminense e Palmeiras (atuais 3° e 4° colocados respectivamente). O Corinthians é o líder do certame com 28 pontos e vem de três vitórias seguidas, seu ultimo revés aconteceu na 9° rodada diante do Vitória. 

O JOGO: O confronto se iniciou muito bem estudado pelas duas equipes, dois elencos de qualidade e os atletas sabiam que qualquer erro poderia custar a vitória. O Furacão jogando em casa iniciou fazendo pressão nos visitantes e se recompondo rapidamente quando perdiam a bola; aos poucos as equipes foram se soltando e o jogo ficou movimentado, com o Corinthians rodando bem a bola e valorizando a posse de bola. Com isso, a defesa atleticana ficou compacta no campo defensivo e proporcionou poucas chances reais de gol. No entanto, o Athletico valorizavou as jogadas em velocidade, e viu em Mingoti a referência dentro da área. Aos 16 minutos, o Furacão ganhou uma falta próximo a linha lateral que pareceu despretensiosa, entretanto João Pedro cobrou para a área e viu a bola parar no fundo da rede sem nenhum desvio. 

Com o gol, a equipe paulista mostrou desequilíbrio, continuou rodando a bola e valorizou a troca de passes. Mesmo assim, cometeu erros bobos e viu seus atletas discutindo em campo, com o Corinthians bagunçado aos 23 minutos. Percebendo isso, o camisa 9 do Furacão recebeu uma bola sozinho na área e sofreu o pênalti, o qual o próprio Mingoti bateu e converteu com categoria para ampliar o placar. Com o segundo gol, o Athletico dominou a partida e o meio de campo, fez pressão e complicou a saída de bola dos paulistas. Em uma dessas saídas de bola corinthiana, o goleiro Matheus Donelli acabou errando na saída e a bola sobrou livre dentro da área para Julimar sem dificuldades apenas finalizar e ampliar o placar, 30 minutos e 3 a 0 Athletico. 

A cada gol, o Furacão se animou mais na partida e o Corinthians se perdia, jogando sem medo do adversário e com espaços o CAP contou com mais três oportunidades claras na primeira etapa, contando com uma finalização na trave.

Logo no início da segunda etapa, o Athletico mostrou que não voltou do intervalo apenas para segurar o resultado, pois aos 7’ em contra-ataque, após escanteio errado dos paulistas, Jajá fez uma bela jogada individual e com uma cavadinha encontrou Mingotti dentro da área. O centroavante dominou a bola no peito e finalizou firme para fazer seu segundo gol no jogo e quarto do furacão. 

Com o quarto gol atleticano, o Corinthians possuiu alguma esperança de reação na volta do intervalo. Mas elas foram por água a baixo, assim como na primeira etapa, o Athletico foi dominante e manteve suas linhas altas e encurralou o Corinthians, que pouco conseguiu produzir durante todo o jogo.Diante deste cenário, o CAP não abdicou do ataque e levou perigo ao gol adversário, exigindo atenção do arqueiro Donelli. Entretanto, dessa vez o gol não saiu até o apito final do árbitro, que decretou o placar final em 4 a 0, para o escrete rubro-negro. 

DESTAQUES: No Furacão, Mingotti foi o grande destaque da equipe, que além de ser o autor de dois gols, teve grande participação em todos os setores do campo. Presente na área e fazendo um bom pivô criando boas oportunidades para os companheiros de equipe que vinham de trás.  No Corinthians, o camisa 10 Adson foi o melhor em campo, pois foi quem tentou organizar e distribuir as jogadas no meio campo e chamou a responsabilidade para as jogadas individuais quando necessário. 

ATHLETICO – O Athletico fez uma partida “perfeita” neste confronto, sabia que o adversário possuía qualidade e contou com uma defesa muito compacta e segura para não correr grandes riscos, com um jogo seguro no setor defensivo foi visto o mesmo no setor ofensivo, as chances claras criadas pela equipe resultaram em gol, com o 3 a 0 ainda no primeiro tempo foi o suficiente para desestabilizar a equipe adversária e somar mais três pontos no certame. 

CORINTHIANS – O Corinthians iniciou a partida com calma e qualidade, rodava bem a bola e utilizava todos os seus jogadores para manter a posse de bola e tentar envolver o adversário, entretanto após o primeiro gol sofrido o que vimos foi uma equipe sem confiança e desestabilizada, cometendo muitos erros e discutindo entre seus próprios jogadores, a cada gol sofrido mais instável a equipe ficou e pouco conseguiu produzir desde então. 

PRÓXIMA PARTIDA: O Athletico irá viajar para encarar o Palmeiras em São Paulo, o jogo acontecerá na quarta-feira (25) às 20h; Já o Corinthians jogará novamente fora de casa, enfrentando o Botafogo no Rio de Janeiro; o jogo será também na quarta-feira (25) porém às 15h. 

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 

Athletico: 1 Leo Linck; 4 Gaston; 3 Edu; 2 Vialle; 5 Kawan; 6 Raimar 7 Julimar; 8 Ramon; 9 Mingotti; 10 Jajá e 11 João Pedro.  Tec. Rafael Guanaes 

Corinthians: . 1 Matheus Donelli; 2 Julio; 3 Léo; 4 Ronald; 5 Richard; 6 Reginaldo; 7 Matheus Araujo; 8 Eduardo Santos Queiroz; 9 Cauê Santos; 10 Adson e 11 Mandaca. Tec. Leiria 

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO 4 X 0 CORINTHIANS XXXXXXXXX 

GOLS: João Pedro aos 16’ do 1º tempo Migotti aos 23’ do 1º tempo e aos 12’ do 2º tempo; e Julimar aos 30’ do 1ºtempo (CAP)

CA: Gaston e Pierre (CAP) e Ronald (COR)

ÁRBITRO: João Paulo Romano Queiroz

ASSISTENTES: Wagner Junior Bonfim Ledo (1) e Andrey Luiz de Freitas (2)

LOCAL: CAT do Cajú - Curitiba - PR 

APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap


No comments

Powered by Blogger.