PROPAGANDA

[AMADOR PG] Olinda chega as semifinais com apenas uma derrota e 5 vitórias no Certame


Os duelos da fase semifinal do Amador PG de 2020 se aproximam e com ela a expectativa para as decisões vem crescendo. Dentre as equipes semifinalistas está o Olinda, que vive a expectativa de um feito que não acontece desde 1994, conquistar o título da competição. O adversário na semifinal do alviverde do Olarias é a equipe do Santa Paula/Unibox. Confira a trajetória do Olinda até a fase semifinal do Amador PG de 2020 

#AMADORPG

Por Germano Busato 

Classificado em segundo lugar na tábua de classificação do Grupo A, o Olinda encerrou a campanha da primeira fase com 16 pontos em sete jogos disputados. O desempenho da equipe alviverde foi de cinco vitórias durante a fase inicial, um empate e uma derrota. O clube alviverde ficou atrás apenas do Ypiranga, com cinco pontos de distância do time da cidade de Palmeira. 

Já no mata-mata, o Olinda travou, talvez, o duelo mais disputado e equilibrado das quartas de finais. O time enfrentou o Vila velha e protagonizou dois empates nas partidas de ida e de volta. Na ida, o jogo acabou em 1 a 1, mandando a decisão para o jogo de volta no último domingo (8). Não deu outra, o equilíbrio prevaleceu mais uma vez e aconteceu um duelo eletrizante entre as equipes, terminado em 3 a 3. Nos pênaltis, o Olinda cravou seu passe para as semifinais vencendo por 5 a 3. 


De acordo com o Júnior Taques, o meia campista do escrete alviverde enfatizou que foi um duelo memorável. “Um jogão para quem gosta de emoção. Pecamos ali no segundo tempo, quando tomamos um empate após abrir vantagem de 3 a 0. Até parabenizei os amigos meus que jogam no Vila Velha pela garra, mas felizmente saímos classificados”, completa o meia do alviverde. O jogador também ressalta a qualidade do time e a luta, ao ser questionado do desempenho abaixo do esperado na segunda etapa quando o time levou o empate do Vila Velha com uma vantagem de 3 a 0. “Todo mundo que estava dentro do campo deu o seu melhor, corremos um pelo outro. E acima de tudo, sabendo do peso da camisa que veste” aponta o jogador. 

Ainda, segundo Júnior, o duelo pela semifinal será de alta qualidade e também difícil. “Tenho certeza que serão dois jogos difíceis e também ótimo para quem assiste e está jogando. Esperamos sair vitoriosos”. O atleta ainda revela que antes do início do certame, que as semifinais era uma meta do time. “No início do campeonato, o professor Ricardo deu uma meta de ficarmos entre os semifinalistas e conseguimos”, finaliza. Por fim, Júnior completa ao afirmar que o Olinda projeta nessa temporada o título do certame. “Um time que chega na semifinal, tem que pensar em título, nada além disso. Jogando por um clube como o Olinda e sabendo da qualidade dos companheiros, não tem outro pensamento” afirma Júnior. 

O escrete de Olarias chega as semifinais com um saldo positivo também nos gols anotados. Foram até aqui 17 gols feitos durante todo o certame e 12 gols sofridos. O time mantém um saldo positivo de cinco gols. O Olinda tenta neste ano encerrar um jejum que assombra os arredores do André Mulaski. O alviverde não conquista o título máximo do Amador de Ponta Grossa desde 1994, último ano que se consagrou campeão do torneio. O Olinda é tetracampeão do certame, colecionando quatro taças. Porém, neste século, o clube ainda não chegou a essa marca. Mas o time tetracampeão já chega aos quatro melhores de Ponta Grossa e está a três jogos de ter a oportunidade de quebrar esse jejum e voltar a glória máxima do futebol amador de Ponta Grossa. 

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap


No comments

Powered by Blogger.