PROPAGANDA

[AMADOR PG] Em busca do bi, Ypiranga acredita na força do elenco na disputa da semifinal

Com a melhor campanha entre os clubes classificados para a fase de mata-mata do Amador de Ponta Grossa, o escrete do Ypiranga vem motivado e preparado para defender o título. Ainda invicto no certame, com sete vitórias e a marca de melhor ataque da competição, com 28 gols, o alvirrubro da cidade de Palmeira desafia o Carambeí na fase semifinal do certame, para disputar a segunda final seguida da competição.  Confira a trajetória do Ypiranga até a fase semifinal do Amador PG de 2020

#AMADOR PG

Por João Paulo Pacheco 

A boa campanha do Ypiranga reflete a base estruturada da equipe desde o ano passado, quando conquistou o título. Com poucas alterações no escrete em 2020, a preparação alvirrubra passou por amistosos antes do início do certame e treinos durante as semanas. Devido a paralisação que o campeonato precisou realizar devido a pandemia de COVID-19, muitas equipes sentiram a parte física na retomada do campeonato. No caso do escrete da cidade de Palmeira, o preparador físico da equipe, Vitor Marques, declara que nas primeiras semanas os atletas fizeram treinamentos em casa para manter a preparação. 

Antes da paralisação, o Ypiranga venceu os quatro jogos em que havia disputado. Na retomada do certame não foi diferente, pois o embalo continuou o mesmo. Com mais três vitórias na primeira fase, o alvirrubro classificou em primeiro no Grupo A. Por isso, pela continuidade física e tática da equipe antes e pós paralisação, o preparador físico destacou que o elenco tem peças com facilidade em adquirir condicionamento e que muitos atletas são da base da equipe. “Agora com a volta do campeonato, a equipe do Ypiranga já́ está praticamente condicionada, mesmo com alguns problemas por questão de trabalho/lesão, o que impede alguns atletas de comparecer aos treinos e assim voltar ao seu 100%’’, declara Marques.

Após garantir a classificação na primeira fase, a equipe do Ypiranga teve pelo caminho o surpreendente D.E.R/Impacto, que se classificou em quarto lugar no Grupo B. No primeiro confronto, o Ypiranga abriu 2 a 0 durante a partida, mas acabou sofrendo o empate. Esta partida foi a primeira em que o alvirrubro não conseguiu vencer, com isso perdendo os 100% de aproveitamento. De acordo com o centroavante Renan, após abrir a vantagem no placar, alertou e destacou o escrete do D.E.R, que conseguiu impor uma consistência física e equilibrar as ações da partida. “Estávamos bem no jogo. Porém, jogando fora do nosso domínio, a equipe adversária se impôs na reta final e acabou empatando o jogo com um poderio físico muito forte”, acrescenta o atacante. 

O atleta ainda destacou que sentimento do Ypiranga após a partida foi de que haviam perdido a partida. No jogo da volta, no Estádio João Chede, os comandados de Júlio César Vida entraram com outra postura para garantir a classificação. Sem sustos, os donos da casa venceram por 5 a 0, garantindo mais uma goleada no certame. Segundo o camisa 9 ypiranguista, a equipe venceu a partida dentro do vestiário, colocando em mente que o time precisaria fazer valer a força da casa alvirrubra. Renan é destaque do Ypiranga nesta temporada, sendo um dos artilheiros da equipe no certame amador. O atacante relatou a união do grupo que foi formado há três anos. “Já temos uma base há alguns anos e mesmo assim estamos trabalhando firmes e fortes, sempre respeitando o adversário e assim iremos enfrentar o Carambeí’’, finaliza o atacante. 

O adversário citado por Renan classificou-se para as semifinais após passar pelo América, atual vice-campeão do certame. Na primeira partida, o Carambeí venceu por 4 a 1 e na volta acabou perdendo por 2 a 1, mas garantiu a classificação. Sabendo das dificuldades do adversário, o atacante do Ypiranga deixa o alerta ligado. “Nossa equipe sabe das dificuldades que o adversário pode oferecer, mas faremos valer nossa força dentro do campo para jogar futebol que é o que mais gostamos de fazer’’, acrescenta o camisa 9 do Ypiranga. 

O primeiro duelo diante o Carambeí será neste domingo (22), no Batavão, às 10h30. 

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap


No comments

Powered by Blogger.