PROPAGANDA

[AMADOR CWB] Na busca do protagonismo, Capão Raso completa 68 anos de fundação


Neste domingo (1), o Tricolor de Aço, como é o conhecido o União Capão Raso Futebol Clube, completa 68 anos de fundação. Desde a década de 1950, o clube está inserido no quadro da Federação Paranaense de Futebol (FPF) e atualmente segue na elite do futebol amador desde 2016, em busca de mais um título na Suburbana, que não vem desde 2005. Confira algumas histórias e curiosidades do Tricolor de Aço, que pertence a zona Sul de Curitiba.

#ESPECIAL

Por @rafaelbuiar

O escrete do Capão Raso foi fundado em 1ª de novembro de 1952, em uma reunião comandada por Manoel Alves Bandeira. Já no ano seguinte, a equipe começou a participar dos certames da FPF, sendo que o primeiro foi a Série B da Suburbana, em que ficou até 1958. Na década seguinte, o Capão Raso passou por um dos piores momentos de suas histórias, em relação a resultado, que só teve luz no último ano, em 1969. 

No início da década de 1960 o escrete do Capão Raso disputou a Série C e licenciou em dois anos, em 1965 e 1967. Porém, a primeira glória do Capão aconteceu em 1969, diante o Vila Fanny. Naquela partida, o Tricolor do Capão entrou em campo com Manga (Sacerdote), Cabrita, Julinho, Tortato, Dorigo, Luiz, Tuta, Jeca (Ito), Sidnei, Bídio, Celsinho e Edson. Participaram também na campanha Castilho, Dirceu Lopes e Agnaldo. 

A conquista de 1969 rendeu bons frutos para a sequência do Capão Raso, pois o clube conseguiu o acesso à Série B e no ano seguinte para a elite do amador de Curitiba, conquistando o título da principal competição em 1971, diante o Vasco da Gama. Na decisão participaram os jogadores Mário; Cabrita, Ivo, Didi, Luiz, Algacir, Julinho, Bídio, Hilário, Dirceu Lopes e Celsinho.

Desde então, foram 42 anos seguidos na elite do futebol amador de Curitiba, o que faz o Capão Raso ser um dos mais tradicionais da cena. Neste período, o Tricolor de Aço conquistou mais dois títulos da Série A e também cinco vices, sendo que o último aconteceu em 2007. Além disso, a equipe participou das duas primeiras edições do Sul-Brasileiro, sendo vice em 1988. 

A sequência de 42 anos na elite do amador de Curitiba foi interrompida em 2013, quando a equipe sofreu o descenso pela primeira vez. Foram dois anos de disputa na série B, até que em 2015 conseguiu o acesso e permanece até os dias de hoje. Neste período, o clube participou de todas as edições da Copinha, sendo campeão em 2014 e 2015, justo nos anos em que esteve na Divisão de Acesso do futebol amador. Ao todo, a equipe do Capão Raso disputou 47 vezes a Série A, nove a Série B e nove a Série B, com apenas dois licenciamentos em 68 anos de história no futebol amador de Curitiba. 

APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap



No comments

Powered by Blogger.