PROPAGANDA

[AMADOR PG] Seis duelos marcam o retorno do certame em meio à pandemia

A Liga de Futebol Amador de Ponta Grossa está de volta. Após mais de seis meses de paralisação por conta da pandemia de COVID-19, seis duelos estão marcados para este domingo (20). No Grupo B, a W-3 recebe o Vila Velha em confronto direto pela liderança. Na outra chave, SPD Junior e Nutrivaz se enfrentam em busca de reabilitação, enquanto o Olinda tenta se reaproximar dos primeiros colocados. Relembre o atual cenário da competição com a Equipe Drap!

 

#AMADORPG

Por Allyson Santos

A competição tradicional de futebol amador de Ponta Grossa já teve quatro rodadas realizadas no grupo A e três no grupo B, todas no mês de março. Desde então, devido a pandemia do COVID-19, o certame ficou paralisado. No último mês, entre o anúncio do retorno e a paralização, o certame enfim irá retomar neste domingo (20), com seis embates, sendo três em cada grupo. A partir disso, selecionamos as principais informações do certame.  

GRUPO A - RODADA 5

O embate entre Nutrivaz e SDP Junior será o confronto de abertura da chave A, marcado às 9h45, no Estádio da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB). Os dois escretes estão na parte de baixo da tábua de classificação. O SPD Junior é a lanterninha, ainda não venceu na competição e tem a segunda pior defesa, com 15 gols sofridos. A equipe alviceleste é a única equipe do certame que não balançou as redes até aqui. Do outro lado, o Nutrivaz também vive uma situação delicada. Os mandantes têm uma vitória em quatro jogos e precisam vencer para sair da penúltima colocação do grupo. 

O segundo confronto da chave é entre Santa Paula Unibox e Ajax, que está marcado para as 15h, no Estádio Leocádio Fagundes. O Santinha teve um início promissor no certame. Com duas vitórias em três jogos disputados até aqui, os mandantes estão na terceira colocação do grupo. Por outro lado, a campanha do Ajax ainda é irregular. O vermelhinho do Jardim Maracanã contabiliza duas vitórias e duas derrotas, e se encontra em quinto lugar. 

Para fechar o grupo A, teremos Audax e Olinda no Estádio André Mulaski, às 15h30. Com apenas um resultado positivo em três partidas, o Audax está no meio da tabela e marcou apenas dois tentos na competição. A missão de superar o Olinda não será fácil. O periquito de Olarias é o quarto colocado nos critérios de desempate e precisa vencer para se aproximar do vice-líder, Carambeí.

 

GRUPO B - RODADA 4

Um duelo de líderes marca o início da rodada no Grupo B. A W-3 está na ponta da tábua de classificação com 100% de aproveitamento. O escrete do Cará-Cará tem o ataque mais positivo da Liga, com 15 gols, e a melhor defesa, que ainda não foi vazada. O adversário da vez é o vice-líder Vila Velha. Após a boa campanha de 2019, o Vila somou duas vitórias e um empate até aqui e quer surpreender o líder da chave. A partida acontece na Arena W-3, às 9h45. 

No mesmo horário, o América encara os garotos do União PG no Estádio Miró de Freitas. Com dois empates e uma vitória, os primeiros passos do América não saíram como o planejado. O atual vice-campeão da Liga está na quarta posição e espera voltar a vencer neste domingo. No entanto, o adversário do alvirrubro é a grande sensação do certame até aqui. Com a maioria do elenco pertencendo à categoria sub-20, o União soma dois triunfos e um empate. Para manter a boa fase, a garotada terá de vencer o maior campeão da história da Liga. 

O último duelo da chave será entre os lanterninhas. Unidev e Grêmio Esportivo somaram apenas um ponto até aqui. No duelo dos desesperados, as duas equipes tâm saldo de gols negativo -11. A partida que pode significar uma virada de chave para um dos times acontece no Estádio André Mulaski, às 15h30. Neste domingo cinco equipes irão folgar, Milan/Santa Mônica e DER, no grupo A; e Ypiranga, Carambéi e Galdinos, no grupo B.


Decisão da Liga e medidas de prevenção

A decisão de retomar o certame é baseada no decreto municipal nº 17.689, que autoriza a prática de esportes coletivos na cidade. O documento, publicado no dia 28 de agosto, estabelece a retomada das atividades mediante uma série de restrições. Logo na primeira normativa, fica estabelecido que os organizadores da modalidade devem reduzir o tempo de jogo, a fim de que os participantes fiquem no local com prazo máximo de 1 hora. 

O presidente da Liga, César Roberto Pitela, justifica que é impossível realizar um jogo de futebol neste período de tempo. “Isso se aplica aos campos de futebol society, que alugam quadras de hora em hora. Já foi decidido e será tudo cumprido conforme o decreto”, explica Pitela, que afirmou não haver necessidade de dialogar com o poder público a respeito deste parágrafo específico. 

Conforme debatido no último encontro, os jogos da Liga ficarão restritos aos campos que possuem estrutura física para a realização de atividades com portões fechados. Com isso, devem ser utilizados os estádios André Mulaski (Olinda), Miró de Freitas (América), Leocádio Fagundes (Santa Paula), Arena W3, Doutor Nilton Salles Rosa (UCA) e João Chede (Ypiranga). Os aparelhos para medição de temperatura e higiene deverão ser adquiridos pelos clubes. 

O decreto também estabelece que:

-  Não será permitida a presença de torcida ou familiares no jogo;

- Os clubes/campos deverão aferir a temperatura corporal daqueles inscritos no jogo;

- Cada atleta deverá levar seu próprio material;

- Não será permitido empréstimo de uniformes/coletes;

- Ao final dos jogos, ambas as equipes terão que se retirar do local de jogo, estando proibidas as confraternizações;

- Não serão permitidos a abertura de vestiários para banho, sendo permitida apenas o uso de sanitários;

- Não poderão ser utilizadas churrasqueiras e bares dos clubes e campos.

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap


No comments

Powered by Blogger.