PROPAGANDA

[AMADOR PG] Liga e clubes oficializam retorno para o próximo domingo

A Liga de Futebol Amador de Ponta Grossa oficializou, na última semana, a retomada do certame local. Com uma série de medidas de segurança, a bola voltará a rolar nos gramados do município já no próximo domingo (20). A decisão foi tomada pela direção da liga e pelos clubes em reunião organizada dias após a publicação do decreto municipal nº 17.689. A Equipe DRAP traz detalhes da reunião que selou o retorno do campeonato em meio à pandemia de COVID-19.

 

#AMADORPG

Por Allyson Santos 

Após quase seis meses de paralisação, a Liga de Ponta Grossa será retomada no próximo domingo (20). A decisão é baseada no decreto municipal nº 17.689, que autoriza a prática de esportes coletivos na cidade. O documento, publicado no dia 28 de agosto, estabelece a retomada das atividades mediante uma série de restrições. Logo na primeira normativa, fica estabelecido que os organizadores da modalidade devem reduzir o tempo de jogo, a fim de que os participantes fiquem no local com prazo máximo de 1 hora. 

O presidente da Liga, César Roberto Pitela, justifica que é impossível realizar um jogo de futebol neste período de tempo. “Isso se aplica aos campos de futebol society, que alugam quadras de hora em hora. Já foi decidido e será tudo cumprido conforme o decreto”, explica Pitela, que afirmou não haver necessidade de dialogar com o poder público a respeito deste parágrafo específico. 

Após a reunião organizada junto aos clubes na última quinta-feira (03), o diretor também acredita que todas as outras normas serão cumpridas à risca e os clubes devem assumir responsabilidade perante todas as medidas. A tabela completa com todos os jogos, horários e locais em breve será divulgada pela Liga. O campeonato tem previsão de término para o dia 29 de novembro. 

Conforme debatido no último encontro, os jogos da Liga ficarão restritos aos campos que possuem estrutura física para a realização de atividades com portões fechados. Com isso, devem ser utilizados os estádios André Mulaski (Olinda), Miró de Freitas (América), Leocádio Fagundes (Santa Paula), Doutor Nilton Salles Rosa (UCA) e João Chede (Ypiranga). Os aparelhos para medição de temperatura e higiene deverão ser adquiridos pelos clubes. 

O decreto também estabelece que:

-  Não será permitida a presença de torcida ou familiares no jogo;

- Os clubes/campos deverão aferir a temperatura corporal daqueles inscritos no jogo;

- Cada atleta deverá levar seu próprio material;

- Não será permitido empréstimo de uniformes/coletes;

- Ao final dos jogos, ambas as equipes terão que se retirar do local de jogo, estando proibidas as confraternizações;

- Não serão permitidos a abertura de vestiários para banho, sendo permitida apenas o uso de sanitários;

- Não poderão ser utilizadas churrasqueiras e bares dos clubes e campos.

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap


No comments

Powered by Blogger.