PROPAGANDA

[AMADOR CWB] Tanguá aposta em reestruturação para disputa da Série A e libera 15 jogadores


Mesmo conquistando o vice-campeonato e o acesso à elite do futebol amador de Curitiba, o rubro-negro de Almirante Tamandaré fez e ainda está fazendo mudanças para temporada que irá iniciar – ainda sem previsão de calendário. Além da reestruturação do patrimônio do clube, o elenco está sofrendo alterações. No início deste mês, 15 atletas tiveram as liberações divulgadas no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Dentre eles, sete jogadores atuaram como titular na final da Série B diante o Fortaleza. Em contrapartida, o rubro-negro apresentou 12 contratações e duas renovações para esta temporada.

#AMADOR CURITIBA
Por @rafaelbuiar

Para tentar mudar o paradigma dos últimos anos em relação aos clubes que conquistam o acesso à elite e quase sempre brigam no ano seguinte para se manter e não ser rebaixado no fim da temporada, a nova gestão do clube, que fez o anúncio do diretor executivo Carlos Calmon, vem apresentando mudanças significativas no rubro-negro de Almirante Tamandaré. A primeira foi a comissão técnica, que terá na prancheta Peterson Freitas no lugar de Marcão, na categoria adulta. Desde então, a diretoria do clube, sem participação do novo treinador – Peterson Freitas; liberou 15 atletas e que tiveram publicação no BID no dia 9 de junho. Os nomes da lista são os zagueiros William Loco, Carlos Eduardo e Alcides; o lateral Ananias; os meias André Luiz, Julio Cesar, Jeferson, Jhonatan, Matheus Eduardo e Pedro; os volantes Jansen e Rafael Oliveira; e os atacantes Julio Cesar, Felipe e Sabino.


Dentre os nomes liberados, sete participaram como titular e dois como suplementes da final diante o Fortaleza, no Estádio Antonio Monteiro Sobrinho. O zagueiro Carlos Eduardo, o lateral Ananias, os meias André Luiz e Jhonatan; os volantes Jansen e Rafael Oliveira; e os atacantes Felipe e Sabino, vestiram a camisa do Tanguá na final. Entraram no decorrer da partida o zagueiro Alcides e o meia Matheus Eduardo. Em relação aos nomes liberados, quatro tiveram destaques em relação aos números de gols marcados na temporada. O artilheiro do Tanguá na temporada 2019, Jansen, que cumpriu dupla função, sendo goleiro e volante, marcou seis gols; a mesma quantidade de Matheus Eduardo. Na sequência, os atacantes Felipe (5) e Sabino (4).

O portal Do Rico ao Pobre conversou com Gustavo Sabino, um dos jogadores que não irá seguir no elenco do Tanguá. O atacante Sabino marcou presença e foi destaque no embates da fase semifinal - inclusive, sendo figurinha DRAP da partida diante o Urano na fase de quartas de final; confessou que ficou surpreso pela atitude do clube. "Não fui avisado que fui dispensado pelo Tanguá. Não foi só eu, pois nenhum jogador liberado pelo Tanguá, até onde eu sei, recebeu uma ligação da diretoria sobre o desligamento e agradecendo o trabalho na temporada. Fico triste pelo pessoal não ter ligado, a impressão que fica é que não fizemos nada pelo Tanguá no ano passado. Com uma situação dessa eu levo em mente que não tivemos o reconhecimento pelo trabalho feito dentro de campo", comenta Sabino.

O atleta ainda comenta que a temporada de 2019 foi uma das que mais teve destaque em relação ao desempenho na competição. Por isso, não esperava estar fora dos planos no ano seguinte. “Não era esperado eu ser dispensado. Porque, na minha análise, fiz um bom campeonato pelo Tanguá. Além de ter um rendimento em crescente nos jogos finais. O jogo que me marcou nesta campanha foi diante o Urano nas quartas de finais, em que marquei dois gols, e também no jogo da volta, em que dei assistência. Por isso, o esperado era a renovação para temporada deste ano, mas não foi o que aconteceu ", acrescenta Sabino.

O atacante deu conta do desligamento por meio da imprensa, em que o diretor de esporte do Tanguá, Mauricinho, foi um dos convidados. "Eu tive a certeza que não faria mais parte do elenco quando o Mauricio deu uma entrevista para o Suburbana na Tela e respondeu o meu comentário durante o programa. Foi a partir desse dia que eu soube (tive a noção) do meu desligamento", relata Sabino.


Mesmo com a pandemia do COVID-19, em que as atividades foram paralisadas e ainda seguem sem a previsão de um retorno em relação ao calendário das competições deste ano, Sabino não está parado e está a procura de um novo clube. "Eu tenho me cuidado, pois eu sei que o corpo é o que faz a diferença dentro de campo. Ainda não recebi nenhuma proposta e nem conversei com nenhum clube. Eu tenho uma amizade muito boa com o pessoal Vasco, que até comentou que as portas estão abertas. Reconheço esse carinho com o clube que me revelou na Suburbana. Mas estou aberto à conversa e convites. O clube que eu for defender na próxima temporada terá o meu máximo", finaliza o Sabino.

O portal Do Rico ao Pobre também conversou com Mauricinho, diretor de esporte do Tanguá, que alegou que com a chegada de uma nova comissão técnica e também de um gerente executivo, Carlos Calmon, o clube está passando por uma reformulação e por isso estes jogadores não serão aproveitados. Em contrapartida, a diretoria apresentou 14 nomes do elenco atual em suas redes sociais. Sendo que 12 foram de contrações e duas foram de renovações. Os nomes apresentados foram os laterais Gago, Cristian e Tomate; os zagueiros Diego e Muriel; os volantes Orlei, Rafael Lemes e Valdir; o meia Joãozinho; e os atacantes Sagui, Ivan e Vá. O goleiro Macaxeira e o lateral Fabinho renovaram.

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap


No comments

Powered by Blogger.