PROPAGANDA

[ENTREVISTA] Joãozinho Ribeiro fica no Uberlândia e marca nome na história no clube


Procurado por outras equipes, Joãozinho Ribeiro seguirá para a quinta temporada com a prancheta do Uberlândia na Série A da Suburbana. Período em que já marca o nome na história do Uber, pois desde o acesso à elite em 2015, Joãozinho ajudou o Uberlândia a construir a maior sequência na Série A da Suburbana, com cinco temporadas seguidas. O recorde anterior era de quatro anos - 2007 a 2010. Além disso, Joãozinho é o treinador a mais tempo na mesma equipe na elite do futebol amador de Curitiba. O treinador do Uberlândia conversou com o Do Rico ao Pobre sobre os planos da temporada e algumas curiosidades que teve com a camisa do time da Vila Formosa.

#ENTREVISTA
Por @rafaelbuiar

Em meio à pandemia, a incerteza no cenário do futebol amador está em evidência, já que não há uma data definitiva para o retorno das atividades. Mesmo assim, alguns clubes têm trabalhado com otimismo na pauta, para que quando iniciarem as competições estejam o mais preparado o possível. É o caso do Uberlândia, que está, aos poucos, caminhando para montar a sua base na temporada de 2020. Mas por pouco, o planejamento teria que ser outro, conforme Joãozinho Ribeiro comenta. "Realmente, eu tive algumas conversas e recebi propostas, mas nenhuma se encaminhou para o desfecho. Em relação ao elenco, ainda em sigilo, o clube já entrou em contato com alguns jogadores para manter uma base para a temporada deste ano", acrescenta o treinador.


Ao questionar sobre o amadurecimento do Uberlândia na elite do futebol amador de Curitiba, que seguirá para a quinta temporada seguida, Joãozinho Ribeiro comenta que a evolução para chegar neste momento teve origem quando o Uberlândia conseguiu ser promovido. "2015 foi um ano de ouro para o Uberlândia, pois foi um acesso contundente. Passamos por dificuldades na Copinha, mas melhoramos com o passar do ano. O embalo do acesso nos concedeu uma boa campanha em 2016 na mesma competição. O segredo em conseguir manter na elite desde esse período foi deixar em aberto com os jogadores, deixando claro o nosso limite. Tudo passou por um planejamento, reestruturando o time e até mesmo a comunidade que vive em volta do Uberlândia, resgatando e unindo mais a diretoria", comenta Joãozinho.

Por outro lado, ser um clube que sempre é cogitado ao rebaixamento em todo campeonato já incomodou Joãozinho, mas hoje, a casca do tempo e da experiência já dá outra cara para este discurso. "Realmente, é desgastante ter que lhe dar com o fantasma do rebaixamento. Não só lhe dá com isso, mas a opinião pública e a própria imprensa lacrarem com esse termo. Mas o tempo me ajudou e até uso de discurso com os meus jogadores, a estrutura e a condição que se dá ao atleta com investimentos pesados, alguns clubes tem deste atributo. Mas a vontade e a qualidade individual você pode ter em qualquer clube. É isso que eu tento resgatar com os meus atletas", enaltece o treinador do Uberlândia.


Em 2019 o Uberlândia teve uma novidade com o retorno do Luizinho, mas desta vez em função diferente, pois deixou de ser jogador para ser auxiliar técnico do Joãozinho Ribeiro. "Trouxemos ele para a comissão técnica do Uber ano passado, pois ele já tem um conhecimento do ambiente e também do futebol. Isso fez com que a equipe apresentasse um bom desempenho na temporada. O perfil dele é o ideal para o clube. Talvez, futuramente, possa ser o novo treinador da equipe do Uber, caso a diretoria e ele mesmo, tenha interesse no comando técnico", acrescenta Joãozinho.

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar vozes para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse: http://catarse.me/drap;

1 comment:

  1. Só desejo boa sorte para esse camarada que conheço a muitos anos com certeza vai ser mais um ano de muita luta e batalha no nosso querido Uberlândia sucesso prof. !!!

    ReplyDelete

Powered by Blogger.