PROPAGANDA

[AMADOR PG] Os desafios que o Amador PG enfrenta em meio à pandemia do Covid-19


Com a Liga de Futebol Amador de Ponta Grossa paralisada por causa da pandemia do Covid-19 desde o dia 15 de Março, as equipes traçam planos e projetam um provável retorno do certame. A principal preocupação dos dirigentes é a saúde dos atletas. Por isso, garantem que estão em contato com as autoridades competentes afirmando que o certame só retornará quando as mesmas autorizarem.

#AMADOR PG
Por Antonio Neto

A Liga de Futebol Amador de Ponta Grossa está suspensa desde o dia 15 de março, quando ocorreu a 4° rodada do grupo A e a 3° rodada do grupo B. Já são mais de dois meses de paralisação e as consequências dela preocupam o Presidente da Liga, Cesar Roberto Pitela. “Nós temos 17 filiados e apenas um clube mantendo o pagamento da mensalidade da Liga em dia. De resto, ninguém manteve o pagamento, é uma situação terrível para mim”, concluiu Pitela.

As equipes que disputam o certame tentam se organizar para uma possível volta do campeonato, mas os dirigentes acreditam que o futebol amador só irá retornar quando o futebol profissional também for retomado. “O futebol profissional vai ter que testar todos os jogadores antes dos jogos e no futebol amador não temos condições de fazer isso, já é difícil ter o dinheiro para participar do campeonato, imagine fazer uma testagem em todos os jogos”, disse Duio treinador do Ypiranga.

Uma das principais preocupações dos escretes é como treinar e se manter em forma para quando o certame for retomado não sentirem tanto a falta de ritmo. Os atletas do Ypiranga treinam em casa orientados pelo preparador físico da equipe, e para Duio, a equipe está pronta e aguardando a liberação para voltar a jogar. Mas nem todas as equipes tem condição de orientar os treinos dos seus atletas, o treinador do Galdinos exclama, “Nós como um time da parte mais humilde do campeonato não temos campo, não temos estrutura e estamos sofrendo muito com a paralisação (...) Sem o campeonato amador a equipe vai ficando fora de forma e perdendo o tempo de bola’’, completou Galdino.

Apesar de todas as dificuldades enfrentadas, as equipes tentam se manter positiva e acreditam que o certame possa retornar em breve, O presidente do Nutrivaz Ronaldo Domingues Vaz acredita no retorno do campeonato já em Junho. “Acreditamos pela situação de Ponta Grossa com o Covid-19 praticamente zerado, porque a contenção foi feita com muita eficiência, acredito que esse amador volte no final de junho” acrescentou Ronaldo.

Na última segunda-feira (25) a Secretaria Estadual da Saúde (SESA) autorizou os clubes profissionais que tem calendário nacional e que disputam o Campeonato Paranaense a voltarem aos treinos presenciais. Situação que abre brecha para as equipes amadoras de Ponta Grossa, que ainda irão entrar em contato com entidades municipais para que o retorno possa ser o mais breve o possível e com segurança.

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap

No comments

Powered by Blogger.