PROPAGANDA

[AMADOR PG] Bicampeão do Amador PG, o extinto Valada superou o recorde mundial da década ao vencer por 33 a 0


Campeão do Amador de Ponta Grossa nos anos de 2001 e 2002, a equipe do Valada Futebol Clube, extinta, foi dona da façanha de quebrar o recorde mundial de gols na década. A equipe alvirrubra venceu por 33 a 0 o Canarinho e superou a marca, que até então era da Seleção Australiana, com o triunfo de 31 a 0 sobre a Samoa Americana.

#AMADORPG
Por Germano Busato

A Glória do Bicampeão
Os bicampeões do Certame ponta-grossensse, o Valada FC, conquistou o título do Amador de PG em 2001, após vencer o Itaiacoca EC, que possui uma história similar com o Valada. O vice-campeão de 2001 também é bicampeão da competição, e assim como o Valada, não joga mais no certame. Em 2002, o time que quebrou o recorde de gols em uma partida daquele ano, venceu o maior campeão do torneio, o América. O time não continuou a jogar no futebol amador por conta da falta de recursos. Mas nas temporadas de 2001 e 2002, esteve na ponta da tábua consecutivamente, e um time que deixou muita saudade nos jogadores e torcedores. A equipe mandava suas partidas no Estádio Nilton Salles Rosa, e nos gramados do UCA foi onde o extinto Valada se consagrou bicampeão.

No futebol, existem muitos exemplos de equipes gloriosas de grandes conquistas, que encerraram suas atividades. Mas as glórias permanecem nas memórias, como o Paulistano, clube extinto multicampeão paulista, ou o time curitibano Ferroviário, octacampeão paranaense. José Sabino, conhecido apenas como “Sabino”, ex-volante campeão com o Valada, recorda os grandes momentos vividos no clube. “Dá muita saudade. Realmente foi uma grande equipe, de grandes jogadores e grandes atletas”, comenta Sabino.

Sabino, que jogou de volante, relembra grandes companheiros que teve na equipe. “Lembro de muitos amigos e jogadores importantes da nossa equipe. Nosso goleiro, o Carlão. O Duda, companheiro de posição. O lateral esquerdo, o Fanha; o direito, o Pelézinho, ainda menino”, relembra Sabino.
       
O Valada faz parte de uma grande lista de clubes que já não brilham atualmente pelos campos do futebol amador de ponta grossa. Itaiacoca, Arcamp, União Ipiranguense, Atlético Excodedinho e Comercial se juntam ao Valada Futebol Clube, como equipes que chegaram a glória do título amador, e hoje são partes da memória do futebol de todos os cantos dos Campos Gerais.

Time vencedor do Adulto aos Juniores
Se o time principal do Valada conquistava o título do amador, o time de juniores não ficava para trás. Afinal, é do time dos jovens do Valada, a autoria de uma goleada pelo placar de 33 a 0, sobre o Canarinho. Essa goleada superou, na época, a goleada da Seleção Australiana em cima da Samoa Americana por 31 a 0, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002, que até então era o recorde do ano de partida com mais gols no mundo. E essa partida, que aconteceu no campo do Guarani Esporte Clube, foi um marco na história do Valada.

Everson Kubiski, conhecido como “Lisa”, fez parte daquele time de juniores do Valada. Neste duelo contra o Canarinho, Lisa foi um dos destaques da partida. Lisa relembra o jogo e classifica como histórico. “Era uma tarde de domingo lá no Guarani. Nós conseguimos fazer 33 gols, e desses gols eu fiz 17. Emplacamos uma goleada histórica”, acrescenta Lisa. Além disso, o artilheiro da goleada teve a parceria e cita grandes amigos e personagens que fez no Valada. “O nosso treinador, já falecido Araujo, conhecido como Pelé; Uma pessoa maravilhosa que temos recordações maravilhosas”, relata o artilheiro daquela tarde.


O triunfo chegou até ser assunto na imprensa local - Jornal O Diário (foto); que colocou o placar como o mesmo do embate entre a seleção Australiana e da Samoa AmericanaNa época, o placar bateu de frente ao recorde contemporâneo da Seleção da Austrália, que venceu a Samoa Americana por 31 a 0, em partida válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2002. Enquanto que os triunfos do Dundee Harp de 35 a 0 sobre o Aberdeen Rovers e Arbroath de 36 a 0 no Bon Accord, ambos na Escócia, foram aplicadas no ano de 1885.

Em 2015, o Vanuatu venceu o time do Micronésia pelo placar de 46 a 0. O triunfo aconteceu no certame que contou com participação dos países da Oceania e com time sub-23. Resultado que superou o embate anterior entre Fiji e Micronésia, que foi de 38 a 0. No ano seguinte, pela segunda divisão do Campeonato Equatoriano, o clube Pelileo SC foi responsável pela maior goleada de time profissional da história ao vencer o Indi Native pelo placar de 44 a 1.

O que pode-se dizer é que juntando a goleada por 33 a 0 e os dois títulos do certame, consagra-se a hegemonia do Valada no futebol amador de Ponta Grossa no início do século. 

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap

No comments

Powered by Blogger.