PROPAGANDA

[AMADOR CWB] Zona Sul e Oeste somam mais da metade dos clubes amadores de Curitiba


A cidade de Curitiba tem atualmente 31 clubes de futebol amador em atividade que estão filiados na Federação Paranaense de Futebol (FPF). Este número envolve 24 dos 75 bairros da cidade, o que representa um pouco mais de 880 mil habitantes. Por isso, o portal Do Rico ao Pobre fez um mapeamento dos clubes em relação aos bairros de Curitiba, divido por zonas, e também uma breve análise ao comparar com os números de habitantes de cada região.

#ESPECIAL
Por @rafaelbuiar

Muito se engana, quem diz que Curitiba só vive de futebol com trio de ferro - Athletico, Coritiba e Paraná Clube. Pois é, além do futebol profissional, que envolve cifras exageradas ao comparar com outras categorias, a capital paranaense tem um parque de diversões quando nos referimos sobre o futebol amador. Em 2020, o amador de Curitiba tem 31 clubes, divididos nas séries A e B da liga local, o que representa 27 estádios - quatro clubes não possuem estádios próprios. Confira o mapeamento dos clubes de futebol amador de Curitiba dividido por cinco zonas - A divisão foi realizada conforme o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) e do último Censo produzido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010.


ZONA SUL
Dentre as cinco zonas, a região sul é a que detém a maior quantidade de clubes, com 11 escretes situados na região. Por isso, a zona sul é a que tem a maior abrangência em relação à alcance, já que a soma dos bairros apresenta o número de 347 mil habitantes. O bairro do Sítio Cercado, onde está situado o clube Shabureya, é o mais populoso da região, com um pouco mais de 115 mil habitantes. Número que só é inferior ao comparar com o bairro da Cidade Industrial. Já o bairro com menor número de habitantes da zona zul é o Fanny, que tem o time do Vila Fanny, com um pouco mais de 8 mil moradores.

Dos 11 clubes presentes nesta região, apenas três estão na elite do futebol amador - Novo Mundo, Uberlândia e Capão Raso; enquanto que sete estão na Série B da liga local - Urano, Olímpico, Nacional, Palmeirinha, Shabureya, Vila Fanny, Vila Hauer e Grêmio Ipiranga. O número aumentou em relação ao ano passado, pois Vila Hauer e Vila Fanny sofreram o descenso em 2019. O clube com o melhor índice na última década da zona sul é Uberlândia, que está na 5ª posição no Ranking DRAP.


ZONA OESTE
Na sequência, a região oeste de Curitiba soma nove clubes, dois a menos que a região anterior. Mesmo com o bairro mais populoso da capital, a Cidade Industrial, que tem mais de 172 mil habitantes, a zona sul ficou à frente neste quesito na soma. Os times de Fortaleza e Vila Sandra, que novamente irão se enfrentar na mesma divisão depois de três anos, estão situados no bairro mais populoso de Curitiba. Porém, a zona oeste também tem os bairros com menos habitantes dentre os times que participam da Suburbana. Orleans e Santo Inácio, com 8 e 6 mil moradores, respectivamente.

Em relação ao bairro Cidade Industrial, cabe uma explicação a mais, já que extensão faz dela o único bairro de Curitiba que pertence a duas regiões - Zona Oeste e Zona Sul. Por isso, soma-se o maior número de habitantes.

Das nove equipes que estão situadas na região, sete estão na elite do futebol amador de Curitiba em 2020 - Fortaleza, Vila Sandra, Nova Orleans, Imperial, Iguaçu, Trieste, Santa Quitéria; enquanto que duas estão na Série B - São Braz e Bangú. O número aumentou em relação a Série A da Suburbana, pois o time do Fortaleza conseguiu o título do certame no ano passado. O clube com o melhor índice na última década da zona Oeste é Iguaçu, que está na 1ª posição no Ranking DRAP.


ZONA NORTE, CENTRAL E LESTE
As demais regiões não ultrapassam a soma das duas zonas anteriores, em relação à quantidade de clubes. Ou seja, somando as zonas norte, central e leste, o número é de 11 equipes. Sendo que cinco estão na zona norte, quatro na região central e duas na zona leste. Na região leste, o bairro do Cajuru, em que o Santíssima Trindade está situado, é a que tem a maior quantidade de habitantes, com um pouco mais de 95 mil moradores.

O fato interessante é que a região leste é que tem menos clubes ao comparar com as demais, mas os dois bairros estão entre os mais populosos de Curitiba, Cajuru e Bairro Alto. Juntos somam mais de 142 mil habitantes. Já na região central, o bairro do Água Verde, onde está situado o Ypiranga, é que tem mais moradores, com cerca de 50 mil habitantes. Já a zona norte, que mesmo com a metade de times da zona sul - 5 clubes; é a que tem menos moradores ao comparar com todas as outras regiões, com um pouco mais de 58 mil habitantes. Em relação ao Tanguá, que é da cidade de Almirante Tamandaré, inserimos no bairro do Pilarzinho por causa da proximidade.

Das 11 equipes, apenas duas estão na Série A do futebol amador de Curitiba, Operário Pilarzinho e Tanguá; enquanto que nove irão brigar pelas duas vagas de acesso em 2020 - Vasco, Combate Barreirinha, União Ahú, Bairro Alto, Santíssima Trindade, Sergipe, Ypiranga, Vila Torres e Desportivo. O clube com o melhor índice na última década das três zonas é Operário Pilarzinho, que está na 4ª posição no Ranking DRAP.


Comparando em relação à quantidade de habitantes com as cinco zonas, a sul é que detém o maior número, com um pouco mais de 345 mil moradores. Na sequência, a zona oeste, com aproximadamente 250 mil; a leste com 140 mil, a central com cerca de 85 mil e a norte com quase 60 mil moradores. Na soma, o número de habitantes chegou em 886 mil habitantes dos 24 bairros que envolve o futebol amador de Curitiba.

NÚMEROS DE CURITIBA
Com quase 2 milhões de habitantes, a cidade de Curitiba é a oitava mais populosa do país. Só na última pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizada em 2019, a capital paranaense teve aumento de 15.920 habitantes em um ano, ao comparar com 2018, apontando crescimento de 0,83%. Números que apontam que Curitiba continua sendo a cidade mais populosa do Paraná e a oitava do país. A área territorial de Curitiba é de 434,863 km².

A capital paranaense faz divisa com oito municípios. A região sul tem fronteiras com Fazenda Rio Grande, Araucária e São José dos Pinhais, enquanto que a região norte tem fronteira com Almirante Tamandaré e Colombo; Já a região oeste, a segunda com maior quantidade de clubes, faz divisa com Campo Largo, Araucária, Campo Magro e Almirante Tamandaré, enquanto que a região leste tem divisa com Colombo e Pinhais.



APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

No comments

Powered by Blogger.