PROPAGANDA

[AMADOR CWB] Clubes aniversariantes no mês de abril


O mês de abril é motivo de grandes comemorações para quatro tradicionais equipes do futebol amador de Curitiba. Dentre elas, duas estão na elite do futebol amador de 2020, Imperial e Santa Quitéria, enquanto que Sergipe e Vila Hauer tentarão reencontrar o caminho da Série A da Suburbana neste ano. A equipe DRAP parabeniza e deseja vida longa aos devidos clubes que tanto fazem pelo futebol amador de Curitiba.

#ESPECIAL
Por Lúcio Cesar

SERGIPE 
O tricolor da Vila Guaíra irá completar no dia 16 de abril 57 anos de fundação. O Esporte Clube Sergipe, localizado na zona central de Curitiba, viveu seus anos de glória nos anos 1970 e 1980, quando conquistou um tetracampeonato na categoria de aspirante. Nos últimos anos a campanha de maior destaque foi no ano 2000, onde ficou com o vice-campeonato da categoria adulta. Em 2020, o Sergipe irá disputar a Série B da Suburbana pela 30ª vez buscando o acesso para a elite. 


Das 39 temporadas disputadas desde a sua fundação, a equipe do Sergipe nunca esteve na Série A da Suburbana, enquanto que 11 temporadas o Sergipe esteve licenciado. Para buscar o acesso inédito, o tricolor da Vila Guaíra contratou o treinador Julio Cesar, que esteve no Vila Torrres em 2019. No ranking DRAP, o Sergipe ocupa a 28° posição, com 170 pontos, distribuídos entre participações na copinha e suburbana. Já ao comparar o desempenho da última década, a equipe do Sergipe é a 23ª colocada.

IMPERIAL 
A outra equipe a celebrar mais um ano de fundação é o Imperial, que no dia 24 de abril irá completar 65 anos. Localizado na zona oeste de Curitiba, no bairro do Mossunguê, onde está o Estádio Octávio Silvio Nicco, o escrete do Imperial irá disputar pela 26ª vez a elite da suburbana, sendo que a primeira vez foi no ano de 1965. Apesar de nunca ter conquistado um título da suburbana, o tricolor do Mossunguê ficou perto em duas ocasiões e ambas na mesma década. A primeira foi em 1990 em que o título ficou como Umbará e a segunda tentativa foi em 1999, que acabou com a conquista do Olimpique. 


Dos 65 anos preste a ser completado no fim do mês de Abril, a equipe do Imperial disputou 44 temporadas ao todo. Sendo que 25 foram na Série A, 16 na Série B e 3 na Série C. Entre a década de 1990 e 2000, o tricolor do Mossunguê passou 8 temporadas inativas, sendo o maior período do clube, mas no total foram 14 temporadas licenciado. Algo que não acontece desde 2014. Mesmo assim, a equipe do Imperial no Ranking DRAP ocupa a 20° posição no histórico geral, somando 650 pontos, contados entre copinha e suburbana. Porém, o desempenho da última década o tricolor do Mossunguê ocupa a 18ª posição.

SANTA QUITÉRIA
Apesar de estar completando seus 46 anos no dia 24 de abril, a equipe do Santa Quitéria já possui títulos importantes no cenário do futebol amador de Curitiba, com cinco conquistas da Série A da Suburbana. A origem do escrete auriverde aconteceu em 1972, dois anos antes do anúncio/registro oficial, em 1974, com a fusão de duas equipes da região do bairro do Santa Quitéria, Ipê e Vila Inah. Por isso, a equipe do Santa Quitéria já iniciou a sua trajetória no futebol amador de Curitiba na elite. Quem disse que o time iria passar feio nos primeiros anos se enganou, já que a equipe das cores amarela e verde ficou com o vice-campeonato, perdendo para o Iguaçu naquela ocasião. Desempenho que foi essencial para chegar na primeira conquista no ano seguinte, diante o Trieste. As outras conquistas foram nos anos de 1982, 1987, 2010 e 2015.


A equipe do Santa Quitéria, que tem a posse do Estádio Maurício Fruet, irá para sua 38ª participação na elite. Além disso, o escrete auriverde teve duas participações na Série B da Suburbana nos anos de 2005 e 2007, ambas terminaram com o vice-campeonato e o acesso à elite do certame; e oito anos inativos, que foram do fim da década de 1990 ao início dos anos 2000. No ranking DRAP, o Santa Quitéria ocupa a 10° posição, tendo conquistado 1100 pontos, distribuídos em participações e títulos na Suburbana e Taça Paraná. Já no desempenho da última década, o escrete auriverde está na 3ª colocação, atrás de Iguaçu e Trieste.

VILA HAUER
Dois dias depois do aniversário do Santa Quitéria, a agremiação do Vila Hauer irá completar 70 anos. Sendo assim, a equipe mais velha dentre as que fazem aniversário no mês de abril. O clube está localizado no sudeste de Curitiba, com a posse do Estádio Donato Gulin, teve as suas grandes glórias nos anos de 1995 e 1999, que foram campeões da Série A da Suburbana. Além disso, o Vila Hauer tem na sua galeria, dois vices da Série C da Suburbana – 1966 e 1967; dois vices da Série B – 1989 e 2018; e também um vice na Série A, em 1997.


Em toda a sua história no futebol amador de Curitiba, o Vila Hauer disputou 64 temporadas, sendo que 31 foram na Série A, 22 na Série B e 11 na Série C. Apenas em quatro temporadas o time ficou licenciado – de 1972 a 1975. Em 2020, o tricolor disputará a Série B, após não conseguir se manter na elite da Suburbana em 2019. Mesmo com a conquista da categoria juvenil. Apesar do título no juvenil, o regulamento prevê que a categoria juvenil acompanhe o adulto, sendo assim, mesmo com o emblemático título, a equipe terá que disputar a divisão de acesso no ano de 2020. No ranking DRAP, o tricolor ocupa a 8° posição somando 1190 pontos, contados entre participações e títulos na copinha, Suburbana e Taça Paraná. Já no desempenho da última década, o Vila Hauer está na 10ª posição, das 34 equipes que constam no Ranking DRAP.

SEM EVENTO - Nenhuma das equipes irão proporcionar um evento para celebrar mais um ano de seus respectivos clubes. O motivo é a pandemia do Coronavírus e as equipes irão seguir as recomendações das entidades/órgão públicos que solicitaram para evitar aglomerações.

APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

No comments

Powered by Blogger.