PROPAGANDA

Forte em casa, problemas ofensivos e briga pelo G-4, o ano do Operário na volta à Série B


Depois de 28 anos sem disputar o Campeonato Brasileiro Série B, o Operário Ferroviário voltou à segunda divisão no ano de 2019 e terminou a campanha na décima colocação, com 50 pontos. Foram 13 vitórias, 11 empates e 14 derrotas, marcando 31 gols e sofrendo 41. Com esta colocação, o Fantasma terminou o ano com 12 pontos abaixo do G4 e 11 acima da zona do rebaixamento. Confira a análise da campanha do alvinegro de Ponta Grossa.


#FUTEBOL PARANAENSE
Por João Paulo Pacheco

INÍCIO PREOCUPANTE -    A volta do Fantasma na Série B foi marcada com festa em Ponta Grossa. A primeira partida contra o América-MG fez com que a torcida lotasse o Germano Kruger e acompanhasse a vitória da equipe com o gol de Uilliam, terminando a partida em 1 a 0. Se o primeiro jogo foi bom, os próximos sete deixaram a torcida preocupados. O Operário conquistou mais uma vitória e um empate, mas perdeu cinco, deixando a equipe na zona de rebaixamento antes da parada para a Copa América.

VOLTA DA COPA AMÉRICA - Ocupando a décima sétima colocação no certame, os comandados de Gerson Gusmão precisavam voltar com uma mudança positiva para sair da zona de rebaixamento. Para alegria da torcida, os primeiros pontos foram conquistados em casa, logo em cima do rival Londrina, com a vitória por 2 a 0. A partir daquele jogo, antes do final do turno, o Fantasma venceu seis jogos, empatou três e perdeu apenas duas, fazendo com que a equipe saísse da zona de rebaixamento e chegasse ao sexto lugar, com 28 pontos.

RETURNO E O SONHO COM O G4 - Terminando o primeiro turno em sexto lugar, apenas a dois pontos do G4, a expectativa de um returno melhor e o sonho com o acesso, tomou conta dos arredores de Vila Oficinas. Na vitória contra o Cuiabá, pelo placar de 2 a 1, o Fantasma ocupou provisoriamente a quarta colocação, fechando a 21ª rodada em quinto colocado.

Depois da partida contra o Cuiabá, o Fantasma ganhou mais cinco partidas, empatou seis e perdeu sete, oscilando dentro de casa, com derrotas para o Brasil de Pelotas, Paraná, Bragantino e Vitória. O sonho do acesso acabou na 35ª rodada, justamente na derrota contra o campeão do campeonato, o forte Bragantino. Os comandados de Gerson Gusmão perderam pelo placar de 2 a 0 e deram adeus a briga pela vaga na Série A, em 2020.


FORÇA DO GK - Das treze vitórias conquistadas no certame, onze foram dentro do Estádio Germano Kruger. O Operário chegou a ser o melhor mandante do campeonato, terminando a competição com 63,2% de aproveitamento, perdendo apenas cinco jogos como mandante. Com o bom rendimento em casa, a torcida compareceu. A média de público no GK foi a sétima melhor no campeonato, com 4.347 torcedores.

PROBLEMAS COMO VISITANTE - Se em casa o Operário conseguiu 11 vitórias, como visitante foram apenas duas. Contra o Criciúma no primeiro turno, o Fantasma venceu pelo placar de 1 a 0. Já a segunda e última vitória fora de casa foi contra o Londrina, no segundo turno, vencendo por 2 a 1. Ao todo foram duas vitórias, oito empates e nove derrotas, sendo o terceiro pior visitante do certame.

DESTAQUES ALVINEGROS - Dos 31 gols marcados pela equipe na competição, oito deles foram feitos pelo artilheiro da equipe na Série B, Felipe Augusto. O atacante foi contratado junto ao Mirassol, equipe que o atacante disputou o Paulistão no início do ano. O melhor momento de Felipe Augusto durante o certame foi na retomada após a Copa América, quando marcou 5 gols em 9 partidas.

Outro destaque da temporada foi o lateral direito Maílton, motorzinho alvinegro que se tornou “xodó’’ da torcida. O camisa 2 do Operário, que pertence ao Mirassol com contrato até dezembro de 2021, terminou a Série B com quatro gols e duas assistências, sendo o lateral que mais marcou gols no certame.


2020 - Com o fim da Série B no último sábado (30), o próximo desafio do Fantasma será no Campeonato Estadual, no dia 19 de janeiro, contra o Cascavel CR, no Germano Kruger.

APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

                

No comments

Powered by Blogger.