PROPAGANDA

[SUBURBANA] Operário Pilarzinho e Trieste ficam no zero e vaga na final fica em aberto


Na tarde deste sábado (9), Operário Pilarzinho e Trieste disputaram o primeiro jogo da semifinal da Série A da Suburbana 2019, categoria adulta. O palco do duelo foi o Estádio Bortolo Gava, em Curitiba. O Trieste começou a partida pressionando a saída de bola do adversário, ficando mais próximo ao gol, que não aconteceu na primeira etapa. No segundo tempo, o Pilarzinho voltou melhor e teve as melhores chances da partida, mas não reverteu em bola na rede. Com o placar de 0 a 0, a decisão de quem vai para a final ficou em aberto e será decidida daqui 14 dias.

#SUBURBANA 2019
Por @adson_sovinski

PRÉ-JOGO: Trieste e Operário Pilarzinho fizeram um confronto de semifinal em 2017, com o time de Santa Felicidade avançando à decisão. Nesta temporada, o Pilarzinho derrotou o Trieste por 3 a 2 na 8ª rodada da primeira fase e tirou a invencibilidade do time da Colônia, que durava desde o início da competição. O desempenho dos escretes também chama atenção. O Trieste tem o melhor ataque com 29 gols feitos e o artilheiro do torneio, o atacante William Koslowski, que fez nove. Já o Pilarzinho aposta na força do Bortolo Gava, visto que não perdeu como mandante no ano.

O EMBATE: As expectativas que foram criadas em cima desse jogo antes da bola rolar foram se confirmando após o apito inicial do árbitro. O Trieste fez pressão na saída de bola do Pilarzinho, impedindo com que a equipe da casa chegasse ao ataque em jogadas construídas. As bolas que chegavam para o atacante Willian foram todas para dividir com os zagueiros e, geralmente, os defensores ganhavam. Como parâmetro, para o centroavante do Pilarzinho, Pedro Oldoni, não chegou nenhuma bola com condições de arremate ao gol.


No segundo tempo, o Pilarzinho voltou mais ligado no jogo. Apesar da equipe do Trieste tentar pressionar a saída de bola, o Operário conseguiu sair melhor da marcação e chegar ao ataque. Aos 13’ minutos, o Pilarzinho teve a melhor chance da partida, até aquele minuto. Wesley girou para cima da marcação e chutou a bola com veneno da intermediária. Atento, Juninho espalmou a bola mandando para escanteio.

O time da casa esteve com muita disposição ofensiva, pois atacou em velocidade, sempre atento ao contra-ataque do adversário. Quando o jogo já se encaminhava para o seu final, ambas as equipes estavam mais preocupadas com o sistema defensivo do que atacar. Tomar um gol no finalzinho seria um banho de água fria. Como as equipes tiraram o pé, o placar não foi alterado e o jogo terminou como começou, 0 a 0.

PRÓXIMA RODADA: No dia (23), as equipes encontram- se novamente para a disputa do jogo de volta da semifinal. O jogo será no Estádio Francisco Muraro, às 15hrs30min.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Op. Pilarzinho: 1- Juninho; 2- Guilherme, 3- Everson, 4- Bruno Alves, 6- Dionata; 5- Aroldo, 8- Baroni, 7- Sagui (17- Rodriguinho), 10- Bitoca; 11- Wesley (19- Luciano Tanque), 9- Pedro Oldoni (18- Thomaz Guedes). Téc. Marcos Donatti.

Trieste: 1- Juninho; 2- Murilo, 3- Linno Alves, 4- Jair, 6- Lino; 5- Grilo, 7- Gilton, 8- Repolho, 10- Hideo (20- Baloy); 11- Alcimar (17- Feijão), 9- Willian. Téc. Ivo Petry.

FICHA TÉCNICA – PILARZINHO 0 X 0 TRIESTE XXXXXXXXXX

CA: Aroldo (Pilarzinho).
ÁRBITRO: Murilo Ugolini Klein.
ASSISTENTES: Luis Henrique Campanhoni Amadori (1) e Ricardo Alexandre Santos (2).
LOCAL: Estádio Bortolo Gava, em Curitiba.

ENTREVISTAS DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.