PROPAGANDA

[SUBURBANA] Neste sábado vamos conhecer os semifinalistas da Série B


Neste sábado (2) irão acontecer os embates de volta da fase de quartas de final da Divisão de Acesso da Suburbana 2019. Ou seja, iremos conhecer os semifinalistas que estarão a dois jogos de conquistar o acesso à elite do futebol amador de Curitiba. Bangú e Tanguá largaram na frente no primeiro duelo, enquanto que as outras equipes terão que buscar o triunfo para acreditar no acesso. Confira os confrontos de volta da fase de quartas de final do certame.

#PRÉ-JOGO
Por @rafaelbuiar

O certame está afunilando com a chegada dos jogos de mata-mata. Antes de chegar a fase de quartas de final, 12 equipes já foram eliminadas. Agora, mais quatro irão ficar no caminho. Ou seja, a competição está chegando em seu desfecho. Neste sábado vamos conhecer as quatro equipes que estarão no último desafio, antes de chegar à decisão do certame. Os rubro-negros conseguiram uma boa vantagem no jogo de ida e venceram seus respectivos adversário por três gols de diferença. Enquanto que Vasco, Palmeirinha, Fortaleza e Shabureya ficaram no zero a zero. Portanto, terão que mudar a estratégia para acreditar ainda na vaga. Confira as informações iniciais dos confrontos deste sábado.



COM VANTAGEM
No duelo de ida da fase de quartas de final, Tanguá e Bangú largaram na frente ao vencer os adversários, Urano e Vila Torres, respectivamente. O treinador da equipe do Tanguá, Antonio Marcos, mesmo com a vantagem segue com cautela para desafiar o Urano neste sábado. "Conseguimos uma boa vantagem, mas temos que ter cuidado e respeito, pois o time do Urano é uma grande equipe", esclarece o treinador do rubro-negro. Outro ponto que o Antonio Marcos destaca é o lado histórico do clube. "Faz 21 anos do último acesso. Por isso, vamos jogar como estamos jogando, ofensivamente e com variação de jogadas. Sendo assim, não vamos mudar o nosso jeito de jogar", aponta Antonio Marcos.

O outro escrete que largou bem no primeiro jogo de mata-mata foi o Bangú, que conseguiu um triunfo sobre o Vila Torres com o placar de 3 a 0 fora de casa. Um jogo de muita marcação e jogadas duras, o rubro-negro do Santo Inácio tem a vantagem de poder perder até com o placar de 2 a 0. A novidade para esta partida é o local, pois o Bangú irá mandar o jogo no Estádio Ricardo Halick. O treinador do Bangú, Jefferson Silveira, irá entrar com cautela no jogo de volta. "O placar de 3 a 0 não condiz com que foi o jogo, pois as duas equipes tiveram oportunidades. Abrimos uma vantagem, mas não podemos no apoiar nela. Vamos entrar no jogo como se o placar tivesse 0 a 0, para chegar a fase semifinal da competição", relata o treinador do Bangú.

EM BUSCA DA VIRADA
Do outro lado, o treinador da equipe do azulão da Vila São Pedro reconhece que no primeiro duelo a sua equipe não apresentou uma boa partida, mas não descartou as fichas para buscar a classificação. "A equipe do Urano e toda a sua torcida sabem da responsabilidade e dificuldade de reverter o placar e buscar a classificação. Mas estamos unidos e todos acreditam que podemos fazer um excelente jogo. Na primeira fase tivemos uma ótima média de gols. Por isso, vamos trabalhar neste aspecto para motivar os atletas", analisa o treinador Wagner Primo.

A outra equipe que terá que buscar reverter o placar é o Vila Torres, que sofreu uma derrota em casa pelo placar de 3 a 0 para o Bangú. Por isso, o treinador Edivaldo enaltece a volta de seus jogadores para este duelo. "A nossa equipe teve a infelicidade de perder 7 jogadores por lesão nas últimas rodadas. Todos do meio de campo. Devido a isso, o nosso entrosamento caiu, com as improvisações. Ou seja, vamos mais fortalecidos para esta decisão. Além de contar com a mobilização, pois este é o nosso jogo da vida", comenta Edivaldo.

VENCER O SISTEMA DEFENSIVO
Palmeirinha, Shabureya, Fortaleza e Vasco não saíram do 0 a 0 no jogo de ida. Ou seja, terão que mudar de estratégia para o jogo da volta. O treinador David Silva, da equipe do Shabureya, lamentou o resultou de 0 a 0 diante o Palmeirinha no XV de Agosto. Mas já pensa no jogo de sábado, pois quer buscar marcar mais uma vez na história no clube com o avanço à próxima fase. "Esse foi o segundo jogo no ano que a equipe do Shabu não marcou no ano. Então, estamos trabalhando neste ponto para melhorar e buscar a classificação no Estádio Elba de Pádua Lima. Teremos alguns desfalques, mas vamos contar com retornos também. Será um grande jogo", comenta o treinador do Shabureya.

Já o alviverde do Tatuquara terá a oportunidade de conquistar a vaga na sua casa, caso obtenha um resultado positivo. Para isso, o Palmeirinha destaca um dos pontos forte para vencer o time do Shabu, segundo o treinador Daniel Jorge. "Vamos jogar no nosso campo. Por isso, a expectativa é grande. Mas respeitamos o time adversário, mesmo assim, na nossa casa vamos nos impor para buscar a classificação", explica o treinador do Palmeirinha.

A outra equipe que levou o jogo empatado para decidir em casa foi o Fortaleza. O tricolor do Jardim Gabineto terá o desafio de vencer o Vasco se quer avancar à próxima fase. O treinador Vilma Assunção destaca o fator casa. "Estamos focados pra essa partida, respeitando a equipe do Vasco sempre. Mas em casa com o apoio da nossa torcida vamos tentar de tudo para buscar essa classificação", comenta Vilmar. Já a equipe do Vasco, que na classificação geral tem a quinta melhor campanha da competição, mas é a equipe que menos marcou dentre os classificados à fase de quartas de final. Ou seja, para buscar a classificação terá que reverter este quadro. Qualquer triunfo garante a equipe na fase semifinal da Série B da Suburbana 2019.

COBERTURA DRAP – A Equipe do Site Do Rico ao Pobre estará em dois embates de volta da fase de quartas final da Suburbana 2019, categoria adulta. O duelo entre Fortaleza e Vasco da Gama, no Estádio Antonio Monteiro Sobrinho; e no Estádio Francisco Thiago da Costa para acompanhar Tanguá e Urano. Todas as partidas da rodada têm previsão de início para às 15h30.



APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.