PROPAGANDA

[SUB 19] Athletico vence com gol no último minuto, mas é derrotado nos pênaltis pelo Avaí e está eliminado da Copa Sul


Na tarde deste sábado (2) o Athletico recebeu o Avaí no jogo de volta das quartas de final da Copa Sul Sub 19. O Furacão precisava de uma vitória por dois gols de diferença para seguir no torneio, após perder na ida por 2 a 0. Depois de pressionar durante todo o primeiro tempo, e ainda perder  um pênalti, o Rubro-Negro conseguiu seus gols com Rômulo Cardoso e levou a decisão para os pênaltis. Na marca da cal, o  goleiro André brilhou e defendeu mais um, dando a vitória ao Avaí por 5 a 4 e a vaga na semifinal 


#SUB 19
Por Gabriel Sawaf

PRÉ-JOGO: O Athletico recebeu o Avaí em desvantagem no duelo de quartas de final. Com a derrota por 2 a 0 na ida, o Furacão precisava de pelo menos de uma vitória de gols de diferença para reverter a situação. O tecnico Rogério Correa começou o jogo com algumas novidades: os meias Kawan e Christian e o meia atacante João Pedro, que atuaram na temporada pelo time Sub 20.

O EMBATE: Com a necessidade da vitória, o Furacão foi com tudo para cima do Avaí. Aos 9' João Pedro arriscou de fora da área e tirou tinta da trave da adversária. No minuto seguinte foi a vez de Luca Caio subir mais alto após cobrança de falta e testar na trave de André. Aos 16', Paulo Victor recebeu cruzamento e, sozinho, cabeceou para fora. 


A grande chance veio aos 22'. Ramon foi derrubado por Raul Dorneles quando invadia a área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o próprio Ramon bateu e André fez grande defesa para impedir o gol athleticano. O Athletico não de desmotivou com a chance perdida e chegou perigosamente nos minutos seguintes com João Vialle e João Pedro. O Avaí só conseguiu assustar aos 32', quando Jefferson aproveitou bate rebote na área e chutou de primeira para fora. 



Na segunda etapa o Athletico também pressionou muito. Aos sete minutos, a bola sobrou limpa na área para Luca Caio, que mandou para fora. Aos nove  Kawan arriscou e André defendeu em dois tempos. No minuto seguinte foi a vez de João Pedro fazer grande jogada pela direita e acertar a trave de André.

A partida ficou muito aberta, principalmente depois dos 20 minutos, quando Rogerio Correa colocou um jogador de ataque na vaga de um de defesa. Aos 22' Romulo Cardoso recebeu cruzamento sozinho, subiu e mandou para fora. A resposta do Avaí foi aos 25', com chute de Jean para fora após contra ataque. O  Athletico assustou no minuto seguinte, com João Victor de elemento surpresa na área. 


A pressão e ousadia do Atheltico fizeram diferença aos 30'. Após bate rebote, a bola sobrou para Rõmulo Cardoso, que bateu colocado para abrir o placar. O Furacão precisava de mais um, e foi atrás. Aos 35' foi a vez da bola sobrar para Pablo Gonzalez, que bateu colocado e André fez uma linda defesa. 


O Athletico ia com tudo para o ataque e dava espaços. O Avaí chegou mais duas vezes, só que a última grande chance foi do Athletico. Christian cruzou na cabeça de Pablo Gonzalez, que testou e a bola passou a direita do gol de André. O jogo parecia decidido, mas aos 52' Pablo Gonzalez fez boa jogada pela direita e cruzou na cabeça de Romulo Cardoso, que cabeceou para levar o jogo para os pênaltis. 

PÊNALTIS: Na marca da cal, o goleiro André fez a diferença e pegou logo a primeira cobrança de Christian. O Athletico ainda marcou com Rõmulo Cardoso, Pablo Gonzalez, Paulo Victor e Kawan, mas o Leão acertou todas as suas cobranças e avançou no torneio. 

PRÓXIMA PARTIDA: O Athletico encerrou a temporada na categoria e agora aguarda a Copa São Paulo de 2020. Já o Avaí fica na espera de quem avançar do duelo entre Tubarão x Novo Hamburgo. 


ATHLETICO:  O Furacão entrou em campo com uma pressão absurda. O ritmo de jogo foi intenso durante toda a partida. A presença de Christian no meio de campo deu mais qualidade a este setor do Furacão. Junto com Kawan, o camisa 8 conseguiu conduzir a atuação athelticana. Outro destaque fica pela ousadia atrás do resultado. Rogério Correa tirou zagueiro para colocar atacante e tentar o placar favorável, o que ocorreu, justamente com Romulo Cardoso. 



FIQUE DE OLHO - Romulo Cardoso: Cria do Maringá, o camisa 18 chegou ao Atheltico nesta tempora e mostrou para o que veio. O poder de decisão em um jogo crucial como o deste sábado dão a Rômulo todas as credenciais possíveis para ganhar ainda mais força dentro do escrete rubro-negro. 



AVAÍ: Com a vantagem no placar, o foco do Leão da Ilha era a defesa. O Avaí jogou com uma linha de três no meio de campo para tentar segurar o ataque adversário. Um ponto positivo para o escrete de Floripa é a velocidade no contra-ataque, muito bem puxado por Coutinho, que entrou na segunda etapa. 




FIQUE DE OLHO - André: O Avaí foi valente e resistiu até o último minuto do tempo regulamentar dentro do jogo. Se tem algum responsável por isso o nome dele é André: que pegou um pênalti e fez milagres durante o tempo regulamentar. Na disputa de pênaltis, uma defesa e um gol para o craque do dia!



OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ATHLETICO: 1.  Leonardo Linck; 2. Luca Caio (14. João Victor), 3. Victor Altair, (18. Romulo Cardoso) 4. João Vialle e 6. Vinicius Kaue; 5. Kawan, 8. Christian e 10. Ramon (17. Pablo Gonzalez); 7. Iago André (20. Renan Vitor); 9. Paulo Victor e 11. João Pedro (19. Juan Christian).  Tec. Rogério Corrêa.

AVAÍ: 1. André; 2. Igor, 3. Raul Dorneles, 4. Douglas Lopes e 6. Gabriel Barbosa (14. Wesley Lima); 5. Rafael, 7. Jefferson (13. Arthur Chaves), 8. Jean e 10. Marco Antônio (17. Alisson); 9. Adiel (20. Coutinho) e 11. Thiago. Tec. Fabricio Bento. 

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO 2 (4) X (5) 0 AVAÍ XXXXXXXXX
GOLS: Romulo Cardoso, aos 30' e aos 52' do 2ºT  (Athletico)
CA: Iago André, Vinicius Kaue  e João Pedro (Athletico); Marco Antônio, Raul Dorneles  e Igor (Avai).
CV: Igor (Avaí)
ÁRBITRO: Daniel Dantas Canário de Melo.
ASSISTENTES: Daniel Padilha Porse e André Assunção Estevan
LOCAL: Estádio Joaquim Américo Guimarães , em Curitiba. 


PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.