PROPAGANDA

[SÉRIE B] Operário perde em casa para o Bragantino e se mantém longe da briga pelo G4


O Operário Ferroviário foi derrotado pelo Bragantino por 2 a 0 na noite desta terça-feira (12), em partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, no Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa. Com a derrota, o Fantasma se mantém distante da luta pelo G-4. O Bragantino pode garantir o título do certame ainda nesta rodada, caso o Sport não vença o Botafogo-SP. Os gols do Massa Bruta foram marcados por Ytalo e Morato.


#SÉRIE B
Por Allyson Santos

PRÉ-JOGO: Ainda no meio da tábua de classificação, o Operário iniciou a rodada ainda com chances de se aproximar do G-4. Para isso, o Fantasma tinha de vencer o líder da competição diante do torcedor alvinegro. A aposta do escrete mandante estava nos retornos de Índio, Lucas Batatinha e Marcelo, que foram poupados na última rodada. Já classificado para a disputa da série A em 2019, o Massa Bruta precisava dos três pontos para se aproximar do título do certame. Antônio Carlos Zago definiu a equipe titular com força máxima para o duelo de hoje.

O EMBATE: A primeira chance clara de gol veio dos pés de Lucas Batatinha logo aos 5’ decorridos. O camisa nove do Fantasma dominou na entrada da área, limpou o zagueiro e bateu colocado. O goleiro Júlio César praticou uma bela defesa no canto esquerdo. Minutos depois, o Bragantino respondeu com Morato. O camisa 38 recebeu nas costas da marcação e tocou para trás, na direção de Ytalo, que bateu forte no centro do gol. A bola ainda tocou em Rodrigo Viana antes de balançar as redes.


Apostando na transição em velocidade, o Bragantino levava perigo em situações de contra-ataque. O escrete do Fantasma equilibrou as ações no meio de campo e voltou a levar perigo aos 23’ jogados com Rafael Chorão, que arriscou chute no ângulo. Júlio Cesar espalmou pela linha de fundo. A equipe Alvinegra controlou as ações da partida na reta final da primeira etapa, mas esbarrou na solidez defensiva da equipe paulista.

Na segunda metade do duelo, o Operário tentou manter a postura ofensiva, mas encontrava dificuldades no setor de criação. Em mais uma jogada de contra-ataque, Morato venceu a marcação do Fantasma, cortou para a perna esquerda e bateu colocado no ângulo para ampliar. Em uma das poucas chances claras de gol do alvinegro de Vila Oficinas, Uilliam desperdiçou uma oportunidade na cara do gol, após falha da defesa adversária aos 37’ jogados. O atacante operariano chutou em cima de Júlio Cesar.


PRÓXIMA PARTIDA: O Operário Ferroviário enfrenta o Guarani no Estádio Brinco de Ouro. A partida ocorre no próximo sábado (16), às 16h30. Na sexta-feira (15), a equipe do Bragantino recebe o Criciúma, às 19h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OPERÁRIO: 1 Rodrigo Viana; 2 Maílton, 3 Lázaro, 4 Rodrigo e 6 Peixoto; 5 Jardel (19 Uilliam), 8 Índio, 11 Rafael Chorão e 10 Marcelo; 7 Felipe Augusto (13 John Lennon) e 9 Lucas Batatinha. Tec. Gérson Gusmão.

BRAGANTINO: 1 Júlio Cesar; 13 Aderlan, 3 Léo Ortiz, 4 Ligger e 35 Rafael Carioca (36 Edimar); 5 Barreto, 8 Uillian Correia; 27 Wesley e 38 Morato (Ryller); 39 Claudinho, 15 Ytalo. Tec. Antônio Carlos Zago.

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO X BRAGANTINO XXXXXXXXXX

GOLS: Ytalo aos 8’ do 1ºT e Morato aos 10’ do 2ºT (Bragantino)
CA: Lucas Batatinha e John Lennon (Operário) Barreto, Wesley e UilliaN Correia (Bragantino)
ÁRBITRO: Ramon Abatti Abel
ASSISTENTES: Alex dos Santos e Gizeli Casaril
LOCAL: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
PÚBLICO/RENDA: 4.944 pessoas, para uma renda de R$51.040,00


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.