PROPAGANDA

[SÉRIE B] Com um a menos, Operário arranca empate com o Atlético-GO no Germano Krüger



Foto: Germano Busato / Do Rico ao Pobre

O Operário Ferroviário empatou com o Atlético-GO em 1 a 1 na noite desta sexta-feira (01), em partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.   Com o resultado, o Fantasma fica cada vez mais longe da briga pelo acesso e se mantém no meio da tabela. Do outro lado, o Atlético continua na quarta colocação temporariamente. O América-MG pode ultrapassar o rubro-negro até o fim da rodada.

#SérieB
Por Allyson Santos

PRÉ-JOGO: O Fantasma veio de empate em 0 a 0 contra o Coritiba e precisava manter o bom retrospecto como mandante para se aproximar das primeiras posições. O técnico Gerson Gusmão manteve a equipe titular em relação à última rodada. Do outro lado, Eduardo Barroca também preservou os 11 iniciais que empataram contra o América-MG no último compromisso do Dragão.

O EMBATE: A primeira chance clara de gol foi do Operário. Logo após o apito inicial, Cléo Silva foi acionado nas costas da zaga e obrigou Kozlinski a sair da meta rubro-negra para interceptar o chute. No rebote, Marcelo bateu firme da entrada da área e a bola explodiu na marcação. A resposta do Atlético-GO veio nos pés de Jorginho. O camisa 10 arriscou de primeira da entrada da área e mandou pela linha de fundo.


Foto: Germano Busato / Do Rico ao Pobre

Os minutos seguintes foram de muita imposição física dos dois escretes, que concentravam as ações na faixa de meio-campo. O Dragão voltou a levar perigo somente aos 20’ decorridos, quando Gilvan subiu mais alto que a marcação e desviou de cabeça após cobrança de escanteio.

Já na reta final da primeira etapa, Lucas Batatinha recebeu de costas para o gol na entrada da área, fez o giro e arriscou chute com efeito. Kozlinski fez linda defesa para evitar o gol alvinegro. A equipe do Dragão voltou a levar perigo em jogada pela esquerda com Aylon. O atacante rubro-negro levou para o fundo e tocou para trás na direção de Mike, que acertou o poste direito do Fantasma.


Foto: Germano Busato / Do Rico ao Pobre

O Operário povoou mais o campo de ataque no início da segunda etapa, mas pecava no último passe para finalização e esbarrava na forte marcação da equipe goiana. Maílton recebeu em velocidade pela direita aos 8' jogados, fez boa jogada individual e finalizou para fora. A equipe visitante foi quem abriu o placar aos 20' após falha na saída de bola alvinegra. Pedro Raul recebeu livre na área e deslocou Rodrigo Viana para estufar as redes.

Dez minutos depois, Maílton arriscou chute de muito longe em direção ao ângulo da meta rubro-negra. A bola explodiu no travessão e a zaga afastou o perigo. A missão do Fantasma ficou mais difícil quando Edson Borges foi expulso aos 38' jogados. Mesmo com um a menos, o Operário se lançou ao ataque e empatou a partida aos 44' decorridos com Alisson. Após cobrança de escanteio, o zagueiro alvinegro chutou fraco e o goleiro Kozlinski aceitou, dando números finais ao duelo.
       
PRÓXIMA PARTIDA: O Operário Ferroviário recebe o Criciúma no Estádio Germano Krüger. A partida ocorrerá na próxima terça-feira (05), às 20h30. Na mesma data, a equipe do Atlético-GO enfrenta o Londrina, em Goiânia, às 19h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OPERÁRIO: 1 Rodrigo Viana; 2 Maílton, 3 Alisson, 4 Edson Borges e 6 Julinho; 5 Jardel (21 Jean Carlo), 8 Índio, 11 Cléo Silva (20 Schumacher) e 10 Marcelo; 7 Felipe Augusto (23 Uilliam) e 9 Lucas Batatinha. Tec. Gérson Gusmão.

ATLÉTICO-GO: 1 Kozlinski; 2 Jonathan, 3 Oliveira, 4 Gilvan e 6 Nicolas; 5 Nathan, 8 Moacir e 10 Jorginho (16 Pedro Bambu); 7 Aylon (19 André Luiz) e 11 Mike (14 Reginaldo); 9 Pedro Raúl. Tec. Eduardo Barroca.

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO 1 X 1 ATLÉTICO-GO XXXXXXXXXX

GOLS: Pedro Raul aos 20' do 2ºT (Atlético-GO) e Alisson aos 44' do 2ºT (Operário)
CA: Edson Borges, Índio (Operário) Oliveira, Reginaldo (Atlético-GO)
CV: Edson Borges (Operário)
ÁRBITRO: Marielson Alves Silva
ASSISTENTES: Jucimar dos Santos Dias e José Carlos Oliveira dos Santos

LOCAL: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
PÚBLICO/RENDA: 5.845 pessoas para uma renda de R$ 71.275,00.

PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.