PROPAGANDA

[SUBURBANA] Em jogo movimentado, Vasco e Tanguá ficam no empate


Na tarde de sábado (5), a equipe da Vasco da Gama recebeu o Tanguá no Estádio Erondi Silvério, para disputa da sétima rodada da Série B da Suburbana 2019. O confronto foi movimentado dentro de campo e também no placar. O Tanguá abriu o placar, sofreu o empate e ainda no primeiro tempo voltou a ficar na frente. Mas a vantagem não durou por muito tempo, pois Agnaldo empatou no segundo tempo e decretou o empate em 2 a 2.


#SUBURBANA
Por @adson_sovinski

PRÉ-JOGO: No confronto direto entre equipes da parte de cima da tabela, apenas dois pontos separavam o líder Tanguá do terceiro colocado Vasco. Para o Tanguá o empate seria um bom negócio, até por jogar fora dos seus domínios. Enquanto para o Vasco, a vitória seria muito importante, com no máximo um empate do São Braz, a equipe assumiria a ponta da tabela.

O EMBATE: O jogo começou em alta velocidade e não deu muito tempo para ter um panorama da postura das equipes, pois logo no início o Tanguá abriu o placar. Aos 2’, após jogada no lado esquerdo, Matheus dominou a bola e bateu da intermediária, abrindo o placar no Erondi Silvério e colocando o time visitante em vantagem.

O gol cedo desestabilizou a equipe do Vasco, que demorou um pouco para se encontrar em campo. Mas com o passar do tempo a equipe da casa começou a frequentar mais a área. Até que aos 35’ quando o árbitro viu um empurrão do Carlinhos no adversário dentro da área, conseguiu empatar em lance de pênalti! Joãozinho foi para cobrança e com tranquilidade deslocou o goleiro.

Logo após levar o gol, o Tanguá voltou a atacar. Em uma jogada de infiltração na área, Sabino foi derrubado e o árbitro apontou para marca da cal. Aos 43’ Matheus cobrou e colocou novamente o Tanguá em vantagem no placar. Resultado que foi mantido até o apito final da primeira etapa.


O segundo tempo começou e com ele surgiram várias alternativas ofensivas. O Vasco voltou melhor e martelou no ataque. O gol de empate da equipe da casa veio de bola parada, aos 11’. Joãozinho cobrou a falta na área e Agnaldo marcou de cabeça. Tudo igual no marcador.

Após o empate, o jogo ficou tenso e os jogadores estavam discutindo muito e a bola ficou muito tempo sem rolar. Na Reta final, o Vasco teve as melhores chances e esboçou uma pressão, mas o Tanguá se manteve firme e arriscou alguns contra-ataques. O tempo foi passando e a bola insistiu em não entrar. Após o apito final do árbitro, o empate ficou decretado.

PRÓXIMA PARTIDA: A equipe do Vasco Visitará o São Braz no Estádio Monte Bérico. Enquanto o Tanguá enfrentará o Olímpico no Estádio Esporte Clube Olímpico. Ambos os duelos serão no próximo sábado (12) as 15h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Vasco: 1- Sassá; 2- Picola, 3- Willians, 4- Jhonatan, 6- Maia (16- Maylon); 5- Leonardo, 8- Sauro (17- André), 10- Joãozinho (18- Felipe); 7- Rodrigo (20-Rafa), 11- Lelê e 9- Agnaldo. Tec. Spok.

Tanguá: 1- Macaxeira; 2- Alexandro 16- Pedrinho), 3- Carlinhos, 4- Júlio, 15- Ananias; 5- Matheus, 8- Vandinho, 10- Rafael Asiático (11- Eliabe), 18- Andresinho; 7- Sabino (20- Valdenis), 9- Russo (19- Fernando). Téc. Antônio Marcos.

FICHA TÉCNICA – Vasco 2 X 2 Tanguá XXXXXXXXXX

GOLS: Matheus, 2x, aos 2’ e aos 43’ minutos do 1°T. (Tanguá); Joãozinho, aos 36’ do 1°T. e Agnaldo, aos 11’ do 2°T. (Vasco).
CA:  Willians, Maia (Vasco); Matheus, Ananias (Tanguá).
ÁRBITRO: Selmo Pedro dos Anjos Neto.
ASSISTENTES: Remy Neves Stephan Moro (1) e Roberto Rivelino dos Santo Junior (2).
LOCAL: Estádio Erondi Silvério, em Curitiba.

APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.