PROPAGANDA

[JUVENIL] Pelo placar mínimo, Bangú vence Santíssima Trindade e sai em vantagem na ida das quartas de final


Em um jogo de pouca inspiração técnica, Santíssima Trindade e Bangú se enfrentaram na tarde deste sábado (26), no estádio Mário Vendramel. O rubro-negro conseguiu a vitória com um gol solitário de Ryanzinho, marcado no fim do primeiro tempo, garantindo ao menos a vantagem de um empate para conquistar a classificação às semifinais.

#Juvenil
Por @yuricasari

PRÉ-JOGO: Na primeira fase, as duas equipes terminaram na segunda colocação de seus respectivos grupos. Mas pelo questionável regulamento, que aloca as equipes de acordo com o chaveamento da categoria principal, o confronto que poderia ocorrer nas semifinais foi adiantado para a primeira fase eliminatória. 

O EMBATE: Desde o princípio a partida foi muito disputada no meio de campo e quando chegava a um dos lados do ataque era facilmente rebatida por defensores e volantes. A bola não tinha descanso e ia de área à área a todo instante. Foram poucas as jogadas em que os times conseguiram colocar a bola no chão. 

As primeiras oportunidades de gol foram aparecer apenas a partir dos vinte minutos jogados. O Trindade se arriscou mais e chegou bem ao ataque em chutes do volante Antenor e do atacante Negão. Já o Bangú finalizou com perigo aos 27 minutos em cobrança de falta de Gabriel Ryan.

Pelo jogo travado, era difícil esperar algum gol, mas no finzinho da primeira etapa, já com o tempo regulamentar atingido, o Bangú foi para o ataque e após um cruzamento vindo do lado esquerdo, Ryanzinho dividiu com o defensor e chutou para o fundo da rede.


No segundo tempo as duas equipes melhoraram. Tanto Bangú quanto Trindade criaram boas chances e o número de divididas e bolas longas diminuiu. Atrás no placar, o Trindade se desorganizou um pouco na tentativa de buscar o empate, mas conseguiu assustar mais. Em pelo menos três momentos o camisa 13 Matheus ficou cara a cara com o goleiro Richard, que levou a melhor em todos os duelos e garantiu a vitória rubro-negra.

FIQUE DE OLHO: Em um jogo repleto de bolas longas e rebatidas, era propício que os zagueiros e volantes se destacassem. Quem mais apareceu foi o capitão do Bangú, Elton. O jogador ganhou diversos duelos aéreos, apesar da baixa estatura, e era dos poucos jogadores do meio de campo que tentavam acalmar a bola.


PRÓXIMA PARTIDA: O segundo jogo das quartas de final entre Bangú e Santíssima Trindade acontece no próximo sábado (2 de novembro), no estádio Ricardo Halick, no Ahú. O Bangú possui a vantagem do empate para avançar às semifinais.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

SANTÍSSIMA TRINDADE: 1. Jheimi, 2. Gab, 3. Luiz, 4. Bueno e 6. Elinton; 5. Antenor, 8. Gui (13. Matheus), 7. Bruno e 10. Ruan; 9. Negão (16. Eduardo) e 11. Kauan (19. Biro Biro; depois 17. Luca). T: Carlos Alexandre da Silva.

BANGÚ: 1. Richard, 2. Nicolas (18. Alexandre), 3. Carlos, 4. Renan (17. Wanderley) e 6. Leandrinho; 5. Gabriel Ryan, 8. Elton e 10. Lara (15. Eric); 7. Guga (16. Igor), 9. Enzo (19. Fralda) e 11. Ryanzinho (14. Peixe). T: Cristiano Bassoli.

FICHA TÉCNICA – S. TRINDADE 0x1 BANGÚ XXXXXXXXXX

GOLS: Ryanzinho, aos 40’ do 1º tempo.
CA:  -
ÁRBITRO: Lauro Bernardo.
ASSISTENTES: Thiago Carnieri Kempe e Adauto Aleixo Batista.

LOCAL: Estádio Mário Vendramel., em Curitiba.

PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.