PROPAGANDA

[JUVENIL] Olímpico vence Tanguá de virada e segue na disputa para chegar às quartas de finais


Neste sábado (12), Olímpico e Tanguá se enfrentaram no Xaxim pela 8ª rodada da Divisão de Acesso da Suburbana 2019 – categoria juvenil. Após o time visitante sair na frente em um primeiro tempo burocrático, muito por conta do forte calor, o escrete do Xaxim voltou com outra postura e virou o placar, vencendo por 2 a 1.

#JUVENIL


PRÉ-JOGO: Faltando duas rodadas para o fim da primeira fase, apenas o time da casa chegava ao confronto com chances de classificação. O Olímpico era o sétimo com 10 pontos, três abaixo do quarto colocado, e no sábado anterior foi derrotado em um confronto direto contra o São Braz. Já o Tanguá iniciou a rodada na lanterna do certame, com uma campanha de um empate e seis derrotas, e perdeu para o Vasco na última rodada por 3 a 0.

O EMBATE: A partida começou com os dois times abusando dos lançamentos e com pouca participação dos meio-campistas, o que dificultou o desenvolvimento da peleja e o número de chances criadas. O primeiro lance de perigo só aconteceu aos 11’ após uma falha do goleiro do Olímpico Felipe, que furou após bola recuada, mas foi salvo pela trave direita.

No entanto, um arremate de fato saiu bem mais tarde, aos 21’, quando João Alfredo arriscou da entrada da área e a bola explodiu no travessão, tocando a linha e por centímetros não entrando na meta do Tanguá.

O Rubro-Negro ainda não havia atacado, mas quando chegou foi cirúrgico. Aos 26’, após boa tabela entre Matheus e Wesley Silva, o defensor do Olímpico desviou a bola e deixou Wesley Silva em posição legal para entrar na área, deslocar Felipe e colocar o Tanguá em vantagem.

Após a parada para hidratação o treinador Rafael Araujo queimou a única alteração disponível buscando melhorar o resultado para o Olímpico. A equipe tentou adiantar suas linhas e chegou a empatar aos 40’, mas Lucas estava impedido. O time mandante não conseguiu alterar o marcador na etapa inicial e o Tanguá precisaria segurar mais 40 minutos para conquistar o primeiro triunfo na Suburbana.


Na volta dos vestiários, os dois times adotaram as posturas esperadas pelo momento que viviam no jogo e na tabela. O Olímpico passou a controlar as ações em busca de uma virada que o mantinha com chances de classificação. Já o Tanguá se fechou na defesa e apostava em arrancadas dos atacantes para encontrar espaços que propiciassem novas chances.

Dentro desse duelo, o Alviverde levou a melhor e achou o mapa da mina para desmontar a zaga adversária: passe em profundidade entre os zagueiros. Aos 11’, quando construiu uma boa jogada nesse estilo, Wesley recebeu livre e bateu forte para empatar.

Sem a vantagem, o Tanguá precisaria agredir o rival novamente e teve duas chances de retomar a dianteira do jogo. Na primeira, aos 14’, Felipe espalmou para o meio da área e Wesley Silva apareceu livre, mas cabeceou pela linha de fundo. Na segunda, aos 24’, Fabricio recebeu pela esquerda, tentou encobrir o goleiro e a bola raspou a trave, mas não entrou.

O Olímpico respondeu usando sua jogada característica e chegou a virada. Aos 25’, Fhelipe recebeu por entre os zagueiros e tocou na saída de Tauile para fazer 2 a 1 em favor do time da casa. A reviravolta no placar aliada ao calor que fazia em Curitiba fez com que o Tanguá perdesse intensidade e o Alviverde administrasse a vantagem.

Houve uma chance derradeira para mais um gol dos mandantes aos 36’, em jogada idêntica à do segundo gol, mas dessa vez Tauile espalmou o arremate de Fhelipe. No entanto o Rubro-Negro não conseguiu evitar mais um tropeço no certame. Final de partida, Olímpico 2x1 Tanguá.


PRÓXIMA RODADA: As duas equipes voltam a jogar no próximo sábado (13) às 13h30. O Olímpico vai ao Erondi Silvério enfrentar o Vasco, enquanto que o Tanguá recebe o União Ahú no Francisco Thiago da Costa. O Alviverde disputa com Bairro Alto e Shabureya a última vaga do grupo B para as quartas de finais.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OLÍMPICO: 12. Felipe; 2. Igor, 15. Wesley, 4. Luan e 3. Gustavo Robes (6. Gustavo Vilanova); 17. André, 8. Nathan, 16. Lucas e 10. João Alfredo; 9. Fhelipe e 13. Jair. Tec. Rafael Araujo.

TANGUÁ: 1. Tauile; 2. Cleiton, 3. Cauan, 4. Gabriel  e  6. Wesley Firmino; 13. Cauã, 17. Luan (8. Fabricio), 7. Cleberson e 10. Matheus (15. Pablo, depois 5. Paulo); 11. Wesley Silva e 9. Pedro. Téc. Gelson Mariano.

FICHA TÉCNICA – OLÍMPICO 2X1 TANGUÁ XXXXXXXXXXXXX

GOLS: Wesley aos 11’ do 2°T e Fhelipe aos 25’ do 2°T (Olímpico); Wesley Silva aos 26’ do 1°T (Tanguá).

CA: Cauã, Pedro e Cauan (Tanguá).

ÁRBITRO: Diego Ruan Pacondes.
ASSISTENTES: Gabriel Witonski (1) e Zacarias Chumlhak (2).


LOCAL: Estádio Esporte Clube Olímpico, em Curitiba.

PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.