PROPAGANDA

[SUBURBANA] Bangú tem atuação brilhante e goleia Olímpico por 5 a 0


Na tarde deste sábado (28), no estádio Erondi Silvério, o Bangú recebeu o Olímpico em jogo válido pela sexta rodada da primeira fase da Série B da Suburbana. Impiedoso, o Bangú aproveitou bem as inúmeras chances criadas, goleou um adversário direto na briga pela classificação e retornou ao G4 da competição.

#SUBURBANA
Por @yuricasari

PRÉ-JOGO: Do primeiro ao sétimo colocado do Grupo B, a diferença é de apenas sete pontos. Por isso, Bangú e Olímpico seria mais um dos confrontos diretos da rodada por um lugarzinho nas quatro primeiras posições, ou até mesmo, pela liderança. O Bangú se encontrava na sexta posição, com sete pontos, enquanto o Olímpico era o quarto colocado com os mesmos nove pontos de Shabureya, Tanguá e São Braz.

O EMBATE: O jogo começou com uma qualidade incomum para uma partida de futebol amador. As duas equipes trocavam passes curtos e evitavam as bolas longas e chutões. A dificuldades dos times estava em quebrar as linhas defensivas, também bem postadas. 

O Bangú, como é característico, passou a ter mais a bola e não demorou a criar as primeiras jogadas de ataque. Aos 13, Coutinho recebeu pela esquerda, cortou para o meio e chutou de pé direito pra fora. Em seguida, em nova jogada pelo lado esquerdo, Joãozinho chutou cruzado e Cefam deu o rebote, não aproveitado na ocasião. Aos 19, foi a vez de Adriano ter a chance de finalizar, em bom chute de fora da área. Cefam novamente espalmou e Coutinho completou para o gol, mas a arbitragem assinalou o impedimento. O Bangú seguiu tendo presença no campo de ataque e aos 22 encontrou o gol. Adriano recebeu dentro da grande área pelo lado esquerdo e chutou cruzado, iniciando a contagem. 

No minuto seguinte ao gol, o Olímpico o teve a primeira chance, em jogada ensaiada em que Rafa Ribeiro completou cobrança de falta com um chute muito perigoso de fora da área. Mas não demorou para o Bangú voltar a assumir as principais ações ofensivas. Aos 27, em jogada individual de Adriano, o rubro-negro quase ampliou, mas Cefam, bem posicionado, defendeu. Na jogada seguinte, o arqueiro do Olímpico voltou a ser exigido, e saiu bem nos pés de Coutinho, que ficou cara a cara com a meta adversária. Aos 34, Coutinho novamente recebe livre e marcou, mas mais uma vez o impedimento foi marcado. 

Estava claro que um segundo gol do Bangú era apenas questão de tempo, e aos 36 minutos, ele saiu em uma envolvente jogada. Novamente pelo lado esquerdo, Coutinho tabelou com Hantson e centrou a bola para Joãozinho completar para o gol.


O 2 a 0 já era uma boa vantagem, mas já volta do intervalo, o Bangú se lançou ao ataque. No primeiro minuto, Coutinho chutou de fora da área e quase marcou um golaço. O atacante teve nova chance logo na sequência. Joaozinho serviu e Coutinho com liberdade na grande área finalizou para marcar o terceiro gol do Bangú. Três minutos depois em cobrança de falta, Joãozinho cobrou a meia altura e Adriano desviou para a rede transformando o placar em goleada. Aos dez, em contra ataque, Joaozinho disparou em velocidade, tentou o drible no goleiro e foi derrubado. Pênalti marcado e convertido por Adriano, que marcou seu terceiro na partida e quinto gol do Bangú.

Após três gols em dez minutos, o Bangú tirou o pé do acelerador, e os demais trinta e cinco minutos restantes foram apenas protocolares. As duas equipes aproveitaram para dar rodagem aos atletas que estavam no banco e não fizeram por merecer uma nova mudança de placar. A goleada levou o Bangú para a quarta posição com dez pontos, e derrubou o Olímpico para a sexta posição, além da perda de invencibilidade.


PRÓXIMA PARTIDA: No próximo sábado, 5 de outubro, na sétima rodada de um total de nove, as duas equipes irão jogar como mandante. No campo do Tanguá, o Bangú receberá o Ypiranga, e o Olímpico recebe em seu campo a equipe do São Braz.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

BANGÚ: 1. Ricardo, 2. Rodriguinho, 3. Bruno, 4. Merci (13. Paulo Sérgio) e 6. André; 5. Diego, 7. Valdir, 8. Hantson e 10. Joãozinho (15. Marcos Paulo); 9. Adriano (16. Castelli) e 11. Coutinho (18. Jean). T: Jeferson Silveira.

OLÍMPICO: 1. Cefam, 2. Everton (12. Felipe), 3. Giovanni, 4. Rodrigo e 6. Sebá; 5. Café (13. Ciro), 7. Diego (18. Dudu), 8. Rafa Ribeiro e 10. Gustavo (17. Jean Carlos); 9. Saulo e 11. Alex (15. Luizinho). T: Neri Santos.

FICHA TÉCNICA – BANGÚ 5 X 0 OLÍMPICO XXXXXXXXXX

GOLS: Adriano aos 22’ do 1º tempo, aos 5’ e aos 11’ do 2º tempo; Joãozinho aos 36’ do 1º tempo e Coutinho aos 2’ do 2º tempo.
CA:  André (Bangú); Cefam, Diego, Giovanni e Dudu (Olímpico).
ÁRBITRO: Daniel Dantas Canário de Melo.
ASSISTENTES: João Cleber Cecatto Wagner e Danilo Padilha Porse.
LOCAL: Estádio Erondi Silvério, em Curitiba.

REPORTAGEM DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.