PROPAGANDA

[SUBURBANA] Bambu marca o gol da vitória e ajuda o Vila Sandra na conquista do triunfo diante o Vila Hauer


Na noite de ontem (11), Vila Sandra e Vila Hauer realizaram o jogo adiado da 5ª rodada da Série A da Suburbana 2019, no Estádio Ozório Claudino de Barros, em Curitiba. Em um confronto bastante disputado, em que em alguns momentos teve polêmica referente a questão da arbitragem, o alvinegro da Vila Sandra conseguiu o triunfo no apagar das luzes com o gol de Bambu. Triunfo que coloca o alvinegro na zona de classificação, enquanto que o Vila Hauer continua na zona do rebaixamento.

#SUBURBANA 2019
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: O confronto entre Vila Sandra e Vila Hauer já teve o clima de decisão antes mesmo de a bola rolar, pois além das equipes estarem na parte de baixo da tábua de classificação. O duelo relembrou a decisão da Divisão de Acesso da Suburbana do ano passado. Portanto, o embate teve a premissa/perspectiva de confirmação para ingressar/aproxima na zona de classificação. No último jogo, que foi a 6ª rodada, ambas as equipes sofreram derrotas. O alvinegro perdeu fora de casa para o Capão Raso por 1 a 0, enquanto que o Vila Hauer foi surpreendido na Arena Vermelha pelo placar de 4 a 2.

O EMBATE: Com ambas as equipes em situações não confortáveis na tábua de classificação, o que restou nos primeiros minutos do confronto foram as equipes serem ativas no embate. Ou seja, procurar o gol. Não deu outra, essa foi a tônica da equipe visitante. Deu resultado, em lance de bola parada, em escanteio, Camilo cobrou e após bate rebate ente o sistema defensivo do Vila Sandra e o zagueiro Italiano, deitado, conseguiu vencer o duelo e empurrar a bola para o fundo da rede com 2’ de jogo.


Pronto, esse foi o gol que a equipe do Vila Hauer precisou para ficar com mais tranquilidade. Mas não foi isso que aconteceu, pois os ânimos das duas equipes se exaltaram e as jogadas passaram a serem mais duras. Mesmo assim, a equipe do Vila Sandra passou ter mais volume de jogo e incomodar a vida do goleiro Osni. Primeiro foi com Elisio de cabeça após jogada de escanteio. Porém, o contra-ataque passou a ser alternativa da equipe visitante, William Ceccon e Rafael foram os mais explorados nessas ações. Mesmo assim, não foi tão frequente.

Passados da metade da primeira etapa, as jogadas individuais de Fernandinho e Geovane foram a tônica de ataque da equipe da casa, que com a dupla, passou chegar com frequência na meta do camisa 1 do Vila Hauer, Osni. Quando não chegou, ambos foram travados com faltas. Momento em que o árbitro Gustavo Nogas tirou o cartão amarelo do bolso. Sendo dois para a equipe do Vila Hauer e um para o Vila Sandar. Cartões que frearam a intensidade da partida e pouco aconteceu nos minutos finais, além de arremates de longa distância.

No retorno à etapa complementar, ambos os treinadores realizaram alterações em sua equipe. Mas foi a do Vila Sandra que mudou a configuração tática da equipe, com a saída do volante/meia Evandro para a entrada de Bambu, que passou a ser a referência de ataque da equipe da casa. Porém, com bola rolando, o jogo não fluiu tanto como o início da primeira etapa. Ou seja, o confronto ficou truncado e com faltas próximas a zona do meio de campo. Situação que deixou os goleiros sem muita ação neste período.


Devido a isso, as alternativas de ataque de ambos os clubes passaram a ser os chutes de longa distâncias. Não deu outra, aos 19’ Geovane de fora da área arrematou firme e conseguiu empatar o duelo. A origem do gol foi em jogada de escanteio, em que a zaga do Vila Hauer afastou parcialmente e Fernandinho “ajeitou” para o camisa 20 do Vila Sandra arrematar e vencer o goleiro Osni. O gol fez bem a partida, que passou a ser movimentada. A equipe do Hauer passou a procurar mais o gol e explorou Ceccon e a referência de Aragão. Mas o sistema com três zagueiros do Vila Sandra foi crucial para o time visitante não vencer. Foi então que o árbitro entrou cena e deixou o jogo correr. Fato que deixou o ânimo exaltado das duas equipes e com isso, muita reclamação por parte dos dois clubes.

Mesmo assim, quem quase conseguiu a virada foi o time do Vila Sandra, com dois arremates de Fernandinho que carimbaram a trave. Uma no travessão e outra no canto esquerdo de Osni. Porém, o volume de jogo neste período foi maior da equipe do Vila Hauer. Com essa situação, o jogo estava encaminhando para o empate de 1 a 1.

Aos 45’ duas oportunidades claras de gol. Uma para o time do Vila Hauer, com Ceccom que ficou de frente com o goleiro André. Mas o camisa 1 do Vila Sandra defendeu o fraco chute e na sequência ligou o contra-ataque, lançando para Bambu, que foi esperto e deixou a bola pingar, enganando o adversário e na corrida venceu o zagueiro e arrematou firme. Sem chances para o goleiro Osni, que levou o segundo gol do Vila Sandra e aos 46’ da etapa complementar. Após o gol, muita reclamação do time do Vila Hauer, que alegou falta do atacante no zagueiro. Mas o árbitro Gustavo Nogas validou o gol ao escrete alvinegro. Passados quase 5’ de reclamação, o jogo seguiu até os 53’ e terminou com o placar de 2 a 1 para o time do Vila Sandra sobre o Vila Hauer.


PRÓXIMA PARTIDA: A equipe do Vila Sandra irá desafiar o Uberlândia no Estádio Ozório Claudino de Barros, enquanto que o Vila Hauer jogará no Estádio Donato Gulin diante o Operário Pilarzinho. Ambos os confrontos terão a previsão de início às 15h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

VILA SANDRA: 1 André; 3 Elisio, 4 Gean e 6 Vinicius; 2 Robinho, 5 Raycar, 8 Evandro (16 Bambu), 10 Caio (17 Patrick) e 11 Adson; 20 Geovane e 9 Fernandinho; Tec. Marcos Franco

VILA HAUER: 1 Osni; 2 Diego, 3 Italiano (13 Campina), 4 Batata e 6 Vagner (14 Bruno de Lima); 5 Xuxa, 8 Jé, 7 Marcelo e 10 William Ceccon; 11 Camilo e 9 Rafael (18 Aragão). Tec. Rossano

FICHA TÉCNICA – VILA SANDRA 2 X 1 VILA HAUER XXXXXXX

GOLS: Italiano aos 2’ do 1º tempo (Vila Hauer), Geovane aos 19’ do 2º tempo e Bambu aos 46’ do 2º tempo (Vila Sandra)
CA: Xuxa, Jé e Rafael  (Vila Hauer) Rayacar e Robinho (Vila Sandra)
ÁRBITRO: Gustavo Nogas
Assistentes: Daniel Cotrim e Danilo Padilha
LOCAL: Estádio Ozório Claudino de Barros, em Curitiba

ENTREVISTAS DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Um comentário:

  1. Jogo movimentado e truncado...uma pena foi o juiz despreparado, e tendencioso que prejudicou muito e muito o vila hauer...esse juiz não tem condições de apitar nem campeonato de vila...muito menos de um campeonato federado...lamentável. ..

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.