PROPAGANDA

[SÉRIE A] De virada, Athletico goleia o Fortaleza na Baixada



No reencontro com o seu torcedor após o título da Copa do Brasil, o Athletico venceu o Fortaleza por 4 a 1, de virada, e voltou a vencer nesta quinta-feira (26), pelo Campeonato Brasileiro 2019. Marco Ruben, Nikão, Léo Cittadini e Marcelo Cirino anotaram os gols do rubro-negro, que ocupa a nona colocação da competição, com 30 pontos.

#SÉRIE A
Por André Ribas

PRÉ-JOGO: Ambos os times chegaram ao jogo com uma sequência de três jogos sem vencer. Enquanto o Furacão repetiu sua base dos últimos confrontos, o Fortaleza veio modificado.
                                                                      
O EMBATE: Um duelo de paciência, foi assim que começou o confronto entre Athletico e Fortaleza. O Furacão, dono da casa, tratou de ir para cima e pressionar o Leão, que se fechava e buscava o contra-ataque. Em cobrança de escanteio, aos nove minutos, a bola bateu na mão de Léo Pereira e, com a ajuda do VAR, o árbitro assinalou o pênalti. Wellington Paulista cobrou no canto e abriu o placar.

Um pouco depois, o rubro-negro reclamou de um toque de mão dentro da área por parte do Fortaleza, mas o juiz nada marcou. Atrás no placar, o Athletico pressionou e foi em busca do empate com muita agressividade. Aos 27 minutos, em cobrança de escanteio, Léo Pereira subiu mais que todo mundo e mandou para fora. No lance seguinte, foi a vez do Rony, de cabeça, quase empatar.


O gol athleticano veio aos 31 minutos. Rony cruzou boa bola pela esquerda e Marco Ruben apareceu, quase com um golpe de karatê, para deixar tudo igual. A virada veio aos 48 minutos. Em um contra-ataque veloz pelo lado esquerdo, a bola cruzou o campo, no último terço, e chegou em Nikão, que recebeu na entrada da área e deu um toque no canto para marcar. 2 a 1.

Na segunda etapa, aos seis minutos, Léo Cittadini arriscou de fora da área e exigiu uma grande defesa do goleiro Marcelo Boeck. O terceiro gol veio aos 15 minutos. Após cobrança de escanteio de Rony, e toque de Nikão, Léo Cittadini apareceu na pequena área para conferir e balançar as redes.

A reação do Fortaleza não aconteceu. Com dificuldades para construir, o leão pouco ficou com a bola e viu o Furacão ser mais perigoso nas bolas longas e garantir os três pontos na Baixada. Nos acréscimos, Thonny Anderson arriscou chute forte e mandou a bola no travessão. Marcelo Cirino deu números finais ao duelo no rebote.


PRÓXIMA PARTIDA: O próximo jogo do Furacão é no domingo (29), contra a Chapecoense, na Arena da Baixada, às 19h00.  Já o Fortaleza recebe o Botafogo na segunda-feira (30), no Castelão.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 

ATHLETICO: 1. Santos; 23. Madson, 33. Lucas Halter, 4. Léo Pereira e 6. Márcio Azevedo; 5. Wellington (3. Lucho), 39. Bruno Guimarães e 18. Léo Cittadini; 11. Nikão, 9. Marco Ruben (38. Tonny Anderson) e 7. Rony (Marcelo)
Tec. Tiago Nunes  

Fortaleza: 1. Boeck (C), 2. Tinga, 3. Quintero (14, Nathan), 26. Jackson, 6. Carlinhos; 55. Juninho, 13. Gabriel D, 10. Matheus Vargas (22 Araruna); 20 Romarinho, 9. Wellington Paulista e 95. Felipe P (28. Marlon). Tec. Zé Ricardo

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO 4 X1 FORTALEZA XXXXXXXXXX 

GOLS: Marco Ruben aos 31’ do 1º tempo, Nikão aos 48’ do 1º tempo, Léo Cittadini aos 15’ do 2º tempo e Marcelo Cirino aos 48' do 2º (Athletico). Wellington Paulista aos 9’ do primeiro tempo (Fortaleza).
CA:  Léo Pereira, Thonny Anderson e Wellington (Athletico).
ÁRBITRO: Vinicius Gomes do Amaral
ASSISTENTES: Lucio Beiersorf e José Eduardo Calza.
LOCAL: Estádio Joaquim Américo Guimarães, em Curitiba

PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.