PROPAGANDA

[JUVENIL] Com um gol em cada tempo, Bangú e Olímpico empatam em 1 a 1


Um gol precoce e outro tardio. Assim se resume o empate entre Bangú e Olímpico, que se enfrentaram neste sábado (28), no Erondi Silvério, pela sexta rodada da categoria Juvenil da segunda divisão suburbana. O resultado acabou sendo ruim para os dois times, já que o Bangú fica agora a três pontos do Desportivo, líder do Grupo B, e o Olímpico perdeu a chance de entrar no G4.

#Juvenil
Por @yuricasari

PRÉ-JOGO: O equilíbrio que pode ser conferido na categoria principal da Série B, também pode ser visto no Juvenil. E Bangú e Olímpico chegaram para o duelo no Erondi Silvério com a possibilidade de grandes mudanças na classificação. Segundo colocado com doze pontos, o Bangú entrou em campo em busca da liderança do Grupo B, enquanto o Olímpico, em quinto e com nove pontos, tinha como objetivo entrar no G4 e se afastar de vez do pelotão de trás da tabela.

O EMBATE: Não deu tempo nem de aquecer e o marcador já estava aberto. Com apenas um minuto, após lançamento do campo de defesa, Ryanzinho ganha na velocidade do zagueiro e cabeceia para o gol, colocando o Bangú em vantagem. 

Apesar do gol sofrido, o Olímpico soube se posicionar bem defensivamente no restante do primeiro tempo e conseguia conter o ímpeto ofensivo do adversário, mas não realizava os contragolpes em velocidade, perdendo rapidamente a posse de bola. O Bangú, por sua vez, comandava o ritmo do jogo, mas teve poucas finalizações. A mais perigosa delas foi aos 29, em chute de fora da área de Lara, depois de jogada coletiva bem trabalhada.

Já no fim da primeira etapa, Gabriel Ryan aproveitou sobra e chutou de longe. A bola desviou e quase surpreendeu o goleiro do Olimpico, que fez boa defesa e assegurou ao menos a diferença mínima no placar antes do intervalo.


No segundo tempo, a partida teve uma queda brutal na qualidade. O Bangú, mesmo tendo mais posse de bola, abusava dos erros na hora de definir as jogadas. Apesar disso, a vitória do rubro-negro era praticamente certa. O Olímpico pouco assustava e parecia entregue. Até que aos 36 minutos, em uma falta da intermediária, a bola foi alçada na área e afastada pelo goleiro Richard, que deixou o gol exposto. De longe, Nathan pegou a sobra e arriscou o chute, marcando um belo gol de igualdade.

Já no fim do jogo, no desespero de recuperar a vitória, o Bangú quase marcou em lance de escanteio. O zagueiro Renan cabeceou à queima-roupa e Cristiano fez grandiosa defesa, garantindo a manutenção do empate. O resultado impediu o Bangú de seguir na cola do Desportivo e também manteve o Olímpico em quinto, fora da zona de classificação à próxima fase.


PRÓXIMA PARTIDA: No próximo sábado, 5 de outubro, na sétima rodada de um total de nove, as duas equipes irão jogar como mandante. No campo do Tanguá, o Bangú receberá o Ypiranga, e o Olímpico recebe em seu campo a equipe do São Braz.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

BANGÚ: 1. Richard, 2. Nicolas (13. Guga, e depois 15. Fralda), 3. Carlos, 4. Renan e 6. Leandrinho; 5. Gabriel Ryan, 8. Elton e 10. Lara; 7. Victor (18. Eric, e depois 17. Peixe), 11. Ryanzinho e 9. Enzo (14. Alexandre) T: Cristiano Bassoli.  

OLÍMPICO: 1. Cristiano, 2. Igor (18. Fernando), 3. Gustavo, 13. Jair e 6. Gustavo Mendes; 5. Giovani, 15. Wesley Nattan (16. Lucas), 8. Nathan e 10. João Alfredo; 11. Rodrigo e 17. André Araldi. T: Rafael Luis.

FICHA TÉCNICA – BANGÚ 1 X 1 OLÍMPICO XXXXXXXXXX

GOLS: Ryanzinho, aos 1’ do 1º tempo e Nathan, aos 36’ do 2º tempo.
CA:  Leandrinho (Bangú); Gustavo Mendes e Nathan (Olímpico).
ÁRBITRO: Gustavo Pienlak Kuinsler.
ASSISTENTES: João Cleber Cecatto Wagner e Danilo Padilha Porse.

LOCAL: Estádio Erondi Silvério, em Curitiba.

PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.