PROPAGANDA

[TAÇA FPF] Batel perde em casa e não tem mais chances de título no primeiro turno


Na manhã deste domingo (18), Batel e Nacional de Rolândia se enfrentaram no Estádio Waldomiro Gelinski, em Guarapuava. Com um a menos desde o final da primeira etapa, o Batel não suportou a pressão do adversário e sofreu mais uma derrota em casa, dessa vez pelo placar de 2 a 1.


#TAÇA FPF
Por Douglas Moretti
PRÉ-JOGO – Ocupando a penúltima posição na tábua de classificação com apenas um ponto conquistado, o Batel entrou em campo diante da torcida guarapuavana ainda com chances remotas de conquistar o primeiro turno. O adversário da vez era o Nacional de Rolândia, que ainda não havia pontuado e, na lanterna da competição, não tinha mais chances de disputar o título do turno inicial.

O EMBATE – O primeiro tempo foi de pouquíssimas chances de gols criadas. O time da casa foi quem mais chegou, mas nas duas grandes oportunidades que tiveram para abrir o placar, o assistente marcou impedimento, inclusive anulando um gol marcado pelo capitão batelino, João Pedro. O lance mais importante da primeira etapa foi uma expulsão. Com a marcação alta dos donos da casa, JP recebeu no meio do campo, girou com perfeição em cima do zagueiro e arrancava em direção ao gol sozinho se não fosse o puxão de camisa de Jhonnatan. O defensor, que estava pendurado, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida.

Com um a menos, o técnico Reginaldo Jandoso foi obrigado a mexer no time no intervalo e apesar de ser cauteloso nas substituições, o time reagiu bem à conversa no vestiário e voltou pressionando o adversário. Nos cinco minutos iniciais foram duas finalizações que levaram perigo e colocaram o goleiro Thiago para trabalhar. Mas a história das outras duas partidas se repetiu: o Batel sofreu mais uma vez com a preparação física e permitiu que o adversário chegasse ao gol. Em bola enfiada nas costas da zaga rubro-negra, JP recebeu e abriu o placar para o Nacional.


Após o gol, os visitantes pareceram se acomodar e viram o rival crescer. Com a entrada do atacante Dudu, o time de Guarapuava melhorou e dos pés dele saiu a principal jogada batelina no jogo. O garoto levou dois marcadores até a linha de fundo e rolou para trás. Na hora de cortar, a zaga se atrapalhou e cometeu pênalti. Russo bateu e empatou a partida. Com a possibilidade de uma virada heroica, o Batel passou a pressionar e manteve a posse de bola rondando a área do Nacional, mas sem levar perigo à meta de Thiago. No último lance do jogo, quando as equipes já pareciam conformadas com o empate, o Nacional cobrou um escanteio na área batelina e JP subiu sozinho para marcar o segundo gol dele e decretar a primeira vitória da equipe de Rolândia na competição.

PRÓXIMA PARTIDA: Os dois times terão pela frente o Foz do Iguaçu no próximo confronto. O Batel viaja para a cidade da fronteira e entra em campo na quarta-feira (21). Já o Nacional, recebe o Foz em Rolândia no domingo (25). As três equipes citadas não têm mais chances de título no primeiro turno da Taça FPF. O campeão sairá do confronto direto entre Apucarana Sports e São Joseense, também no domingo (25), em Apucarana.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

BATEL: 1. Saulo; 2. Gabriel Buriche, 3. João Pedro (14. Savio), 4. Jhonnatan e 6. Carlos; 5. John, 7. Diego (19. Dudu) e 10. Emanuel; 8. Gabriel Sercovny; 11. Russo e 9.  Lucão (16. Jeffinho). Tec. Reginaldo Jandoso

NACIONAL: 1. Thiago; 2. Luiz, 3. Igor Ribeiro, 4. Matheus e 6. Thomas; 5. Gustavo, 8. Samuel (18. Marcelo) e 10. Elionay; 7. Walter (16. Leandro Barros), 11. Kenu (17. Paulo) e 9. JP. Tec. Rafael Andrade.

FICHA TÉCNICA – BATEL 1 X 2 NACIONAL XXXXXXXXXX

GOLS: Russo (38’ do 2º tempo) (Batel) e JP (30’ do 2º tempo e 47’ do 2º tempo) (Nacional)
CA: João Pedro, Diego e Jeffinho (Batel); Elionay, Leandro Barros, Samuel e JP (Nacional)
CV: Jhonnatan (Batel) e Thiago (Nacional)
ÁRBITRO: Amauri Carvalho Pahins.
ASSISTENTES: Giovani Marcos Matielo e Marco Antonio dos Santos Pepe.
LOCAL: Estádio Waldomiro Gelinski, em Guarapuava.


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.