PROPAGANDA

[COPINHA] Olímpico e Bangú ficam no placar fechado e grupo B fica embolado para a última rodada



Na tarde de sábado (15), o Olímpico recebeu a equipe do Bangú no Estádio Esporte Clube Olímpico para a disputa da sexta rodada da Copinha. O confronto poderia definir a classificação de uma das equipes, em caso de vitória, mas o placar não foi alterado e ficou no 0 a 0. Com destaque para o goleiro Rafael, que defendeu um pênalti cobrado por Coutinho na segunda etapa.

#COPINHA
Por Adson Lima

PRÉ-JOGO: O Olímpico enfrentou dois adversários difíceis nas últimas partidas e chegou com dois revés para o confronto desta rodada. Além destes resultados, a equipe ainda conquistou mais que duas vitórias. O Bangú, que é o atual campeão do certame, mas ainda não encontrou sua melhor forma na edição deste ano. São dois empates, uma vitória e uma derrota em cinco jogos.

O EMBATE:  O empate ficava de bom tamanho para ambas equipes, pois este resultado deixaria vivas para a última rodada. Mas por outro lado, quem conquistasse a vitória já encaminhava sua classificação para a próxima fase. Esse fator talvez tenha segurado um pouco os times, deixando o jogo um pouco amarrado. O Bangú, mesmo sendo o visitante, foi o que mais tentou agredir o adversário. Atacando em bloco, sempre regido pelo maestro Joãozinho. Sua válvula de escape foi Coutinho, que colocou bastante velocidade pela direita.

Com uma postura mais defensiva, o Olímpico optou por saídas rápidas pelos lados e finalizações de fora da área. Na defesa, a postura foi segura e, na maioria das vezes, se sobressaiu perante ao ataque do adversário. No final da primeira etapa o centroavante Adriano do Bangú ainda perdeu um gol na pequena área, após uma cobrança de falta que carimbou a zaga, pois a bola sobrou limpa para o camisa 9 e, de canhota, mandou por cima do travessão.


A segunda etapa começou mais movimentada, pois logo aos 4' minutos o Bangú desceu em velocidade pela esquerda com Coutinho. O atacante do Bangú foi ao fundo e tentou o cruzamento, mas Gutão, do Olímpico, deu um carrinho para interceptar e a bola acabou pegando no braço do defensor, que estava muito aberto, pênalti assinalado. Coutinho pegou a bola para bater a penalidade e com confiança ele bateu forte. Mas o atacante rubro-negro não foi feliz no lance, pois a bola foi um pouco para a esquerda e rasante e lá estava Rafael, que não havia trabalhado muito no jogo e fez uma baita defesa com os pés, impedindo o gol do Bangú.

O atacante Coutinho não se abateu com o pênalti perdido, continuou chamando o jogo e comandando o ataque do Bangú. Aos 20' minutos o camisa 11 fez ótima jogada individual pela esquerda, invadiu a área, finalizou de canhota e caprichosamente bate no pé da trave e foi para fora. Aos 23', Roberto, que havia entrado no lugar no lugar do Joãozinho, chegou na área como elemento surpresa e no quique da bola o meia bateu de primeira, mas lá estava Rafael novamente, o arqueiro cresceu no lance e fechou o ângulo para a batida.


O Bangú estava cada vez mais perto do gol. Desta vez, Coutinho, que estava atormentando a zaga do Olímpico, teve a oportunidade aos 31'. O atacante finalizou da intermediária e a bola desviou na zaga, quase matando o goleiro, que foi buscar no chão e mandar a bola para escanteio. O Olímpico foi responder só aos 38', em uma boa jogada a bola chegou para Saulo. No jeito que centroavante gosta. O camisa 9 do escrete alviverde bateu de direita e a bola passou por cima do gol, mas com muito perigo. Gostando de frequentar o ataque, o time da casa chegou com perigo mais uma vez. Agora Ricardo que brilhou, pois Eduardo que entrou na segunda etapa finalizou de dentro da pequena área, mas o arqueiro do Bangú operou um pequeno milagre. Essa defesa garantiu e decretou o empate de 0 a 0 no duelo, deixando as possibilidades de classificação em aberto para a última rodada.

PRÓXIMA RODADA: A última rodada da primeira fase ocorrerá no dia 22 de junho, a equipe do Olímpico sai para enfrentar o Shabureya no Estádio Octávio Silvio Nicco, às 13hrs30min. O Baugú receberá o Tanguá no Estádio Manuel Garcia de Andrade, às 15h30.

OS ESCRETESXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OLÍMPICO: 1. Rafael Talys; 2. Gutão (14. Jackson), 3. Giovanni, 4. Rodrigo, 6. Cssiano; 5. Café, 7. Dudu (15. Monstrinho), 8. Gustavo (20. Renato), 10. Luizinho (22. Vinicius), 11. Everton (21. Eduardo); 9. Saulo. TÉC: Neri Santos.

BANGÚ: 1. Ricardo; 2. Neguinho (14. Marcos Paulo), 3. Paulo Sergio, 4. Bruno, 6. Dede (15. Leozinho); 5. Diego, 7. Valdir, 8. Hantson, 10. Joãozinho (18. Roberto); 11. Coutinho e 9. Adriano. TÉC: Jeferson Silveira.

FICHA TÉCNICA OLÍMPICO 0 X 0 BANGÚ XXXXXXXXX

CA: Rodrigo e Cassiano (Olímpico)
ÁRBITRO: Kleber Ariel Gonçalves Silva.
ASSISTENTES: Heitor Alex Eurich (1) e Roberto Rivelino dos Santos Junior (2).
LOCAL: Estádio Esporte Clube Olímpico, em Curitiba.

ENTREVISTAS DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.