PROPAGANDA

[COPINHA] Com média de gols acima dos 4 por partida, Copinha tem início movimentado


A primeira rodada da Copa de Futebol Amador de Curitiba, realizada no sábado, 4, foi o pontapé inicial da temporada para os clubes suburbanos da capital. Teve goleada, empate com muitos gols e mesmo com a média de 4,2 gols por partida, rolou até um 0 a 0. Confira um resumo da primeira rodada da Copinha.


#RESULTADOS
Por @yuricasari

Sete partidas movimentaram a rodada inicial da 6ª Copa de Futebol Amador de Curitiba, a principal competição da cidade no primeiro semestre. Organizada pela Federação Paranaense de Futebol, o torneio vai se aprimorando e trazendo mais participantes. Nesta primeira rodada, o destaque foi a partida de onze gols entre Capão Raso e Sergipe.


Nacional 1x2 Imperial
O Tricolor do Mossunguê vem realizando campanhas regulares na Copinha, mas ainda não conseguiu o tão sonhado troféu. Em 2019, ao menos, largou com o pé direito ao vencer o Nacional fora de casa, que pretende mesclar muitos jovens de suas categorias de base no elenco principal.

Capão Raso 7x4 Sergipe
O Imperial só não iniciou na liderança do Grupo A, porque o Capão Raso venceu o Sergipe em um jogo em que a chuva torrencial contribuiu para sair uma chuva de gols. O Sergipe, que recentemente tem sofrido com goleadas, pelo menos dessa vez conseguiu atingir as redes adversárias. Já o Capão, campeão nas duas primeiras edições da competição, vai atrás do terceiro título da Copinha em sua história.

União Ahú 0x0 Vila Torres
As duas equipes são consideradas boas postulantes a uma vaga na Série A de 2020 da Suburbana, e a Copinha será utilizada como preparação para a segunda divisão local. Como primeiro desafio, um duelo entre os dois ficou de bom tamanho e o empate sem gols mostrou que a briga pelo acesso vai ser mais uma vez bastante equilibrada.

Urano 2x2 Grêmio Ipiranga
Reformulado, e de olho em fazer um bom papel na Série B, o Urano mostrou bom futebol diante do Grêmio Ipiranga, que ano passado ficou no quase pelo acesso. O empate em 2 a 2 deu mostras das forças das duas equipes, muito bem treinadas por Vagner Primo e Japa, respectivamente.

Olímpico 3x1 Uberlândia
O Olímpico iniciou a competição com vitória, um prêmio para a manutenção da base construída nos últimos dois anos por Neri Santos. O Uber, completamente reformulado, e com poucos nomes dos anos anteriores, vai projetando aos poucos a equipe que participará por mais um ano da elite do futebol suburbano.

Tanguá 4x2 Shabureya
O Tanguá fez valer o fator casa e venceu o Shabureya por 4 a 2, largando bem e assumindo a liderança do Grupo A. O Shabu, de identidade visual renovada, espera fazer frente às demais equipes, e demonstrou bastante valentia nessa estreia de temporada.

São Bráz x Bangú
Atual bicampeão da Copinha, o Bangú vai mais uma vez como um dos favoritos ao troféu, embora a pressão pelo acesso persista, depois de anos batendo na trave. O início, com um empate com o São Bráz, que ano passado também ficou por um triz de subir, não era o esperado, mas também não atrapalha a briga na competição, que ainda tem muito a correr pelas próximas rodadas.


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

2 comentários:

  1. O Olímpico iniciou a competição com vitória, um prêmio para a manutenção da base construída nos últimos dois anos por Neri Santos. O Uber, completamente reformulado, e com poucos nomes dos anos anteriores, vai projetando aos poucos a equipe que participará por mais um ano da elite do futebol suburbano.
    Read more at w88
    Read more at happyluke

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.