PROPAGANDA

Semifinais da Taça Dirceu Krüger reúnem equipes que buscam melhorar imagem do primeiro turno


Neste fim de semana (6 e 7 de abril), a bola rola para as semifinais da Taça Dirceu Krüger. Quatro sobreviventes, mas apenas dois decidem o segundo turno. De um lado, o Athletico é favorito pela campanha que fez, mas o Rio Branco vem numa crescente e tenta surpreender. Do outro, o Coritiba joga em casa, porém não tem um bom retrospecto no Couto em 2019, enquanto o Londrina defende uma invencibilidade de oito jogos. Partidas que prometem fortes emoções até o apito final.


#PRÉ-JOGO                                                                             

As semifinais da Taça Dirceu Krüger serão disputadas no próximo final de semana. No sábado (06), na Arena da Baixada, o Athletico recebe o Rio Branco. No domingo (07), é a vez de Coritiba e Londrina jogarem no Couto Pereira por uma vaga na final do returno. Serão partidas únicas e, caso haja empate, o vencedor será definido nos pênaltis.


Athletico x Rio Branco

O Athletico chega à semifinal embalado pela boa campanha feita na fase de grupos. Após um primeiro turno abaixo das expectativas, a equipe conseguiu se reencontrar e hoje detém o ataque mais efetivo com 23 gols feitos, além de ter a melhor campanha geral.

No último jogo, contra o Londrina, o técnico Rafael Guanaes aproveitou para dar oportunidade aos jogadores que estavam sendo menos aproveitados. O resultado foi ruim, derrota por 4 a 1, mas não interferiu na classificação athleticana. Para o duelo com o Leão da Estradinha, os titulares retornam.

Além da vaga para a final, também está em jogo a artilharia do campeonato. Marquinho e Bergson são os vice-artilheiros, com 5 gols, um a menos que Rodrigão, do Coritiba.

O adversário da vez também teve uma primeira metade do Paranaense abaixo das expectativas, cotado para brigar contra o rebaixamento. No segundo turno, entretanto, o time embalou e foi além de se livrar do descenso, alcançando a vaga para a semifinal.

Durante o intervalo entre os turnos, o clube de Paranaguá teve que mudar. O técnico Norberto Lemos chegou com a missão de levantar o Leão da Estradinha. Além da troca no comando, também houve mudanças no elenco: Lucy, Lucas Marques e Fabinho saíram; chegaram Wellissol, ex-Chapecoense, e Rodrigo Miranda, ex-Remo.

O esquema com três zagueiros e a entrada de Ravel como goleiro titular transformaram o Rio Branco na melhor defesa da Taça Dirceu Krüger, com apenas dois gols tomados. Para o jogo contra o Athletico, o zagueiro João Antônio e o lateral Alexsandro são dúvidas por problemas físicos.

Coritiba x Londrina

O Coritiba entra pressionado em busca do título paranaense, mas para isso terá que passar pelo Londrina. Em 2019, o Coxa não conseguiu demonstrar sua força dentro do Couto Pereira, palco da semifinal. Foram seis jogos e apenas uma vitória.

O alviverde se classificou como primeiro do grupo B, com 10 pontos. A equipe tem como principal destaque o atacante Rodrigão, autor do gol que deu a vitória no clássico contra o Paraná no último domingo.

Para o duelo contra o Tubarão, o técnico Umberto Louzer terá como desfalque o zagueiro Sabino, que sofreu lesão na coxa. Alex Alves e Romércio aparecem como opções.

Já o Londrina vive grande momento. A equipe do norte do estado não perde a oito jogos. Sua última derrota foi para o Paraná, no início de fevereiro. O Tubarão vem de empate em 3 a 3 contra o Botafogo-PB pela Copa do Brasil, resultado que classificou a equipe para a quarta fase do torneio nacional.

A equipe é a mais disciplinada do Campeonato Paranaense. Foram apenas 18 cartões amarelos, sendo o único time que ainda não teve atletas expulsos.

COBERTURA DRAP - A equipe do site Do Rico ao Pobre estará in loco nas duas semifinais. Você pode acompanhar o tempo real das partidas em nosso Twitter e todos os destaques dos jogos em nosso site. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.