PROPAGANDA

Vinícius Corrêa - Série Heróis do Subúrbio [7]


Na sétima edição e a primeira de 2019, a série Heróis do Subúrbio retorna. Desta vez, o personagem é um ídolo do escrete alvinegro da região oeste de Curitiba. A história da equipe do União Vila Sandra Esporte Clube é recente, já que teve o seu retorno no início da década de 2010. Período em que o clube teve evolução e duas conquistas da Divisão de Acesso da Suburbana. Por isso, o site Do Rico ao Pobre conversou com o zagueiro/capitão do Vila Sandra, Vinícius Corrêa -um herói do Subúrbio.

#ENTREVISTAS
Por @rafaelbuiar

Vinícius Corrêa é zagueiro do Vila Sandra já tem oito anos e por isso é considerado como um dos destaques da equipe, além de estar presente nas principais conquistas recentes do clube, que são os títulos da Divisão de Acesso da Suburbana de 2016 e 2018. Conquistas que fez com que o seu nome ficasse registrado no clube.

A história do zagueiro alvinegro de 27 anos ainda não terminou, mas já tem muita aventura para contar. O início de carreira, antes de ingressar no time do adulto do Vila Sandra, teve passagens na categoria juvenil em outras equipes no cenário do amador de Curitiba, como o Trieste e Vila Fanny. Mas o seu primeiro time adulto na Suburbana foi o Flamengo, a convite do treinador Júlio Cesar.

Passados todo esse período, quase 10 anos no futebol amador, Vinícius teve vários parceiros de zaga. Dentre eles, o zagueiro destaca o companheiro Faíska, que fez parte do elenco campeão do Vila Sandra em 2016. O mesmo pode-se dizer a respeito dos treinadores, neste caso Marcos Franco foi o que mais assemelhou as características do zagueiro e, consequentemente, o treinador que esteve presente nas principais conquistas do clube e do atleta do Vila Sandra. Mesmo assim, o zagueiro Vinícius enaltece o aprendizado que teve com os demais, pois foi importante e fundamental para a carreira.

Além deste ponto, o zagueiro Vinícius esteve presente no primeiro revés importante do clube, a semifinal em 2013 diante o Renovicente, sendo a primeira eliminação sentida pelo clube do Vila Sandra. A partir disso, o zagueiro alvinegro persistiu no clube e viu todo o processo de evolução na agremiação. Desde a estrutura até o elenco de qualidade. Atributos que deixaram o clube e atleta mais maduro e fundamental nas próximas conquistas, como o acesso em 2016 diante o Fortaleza. Sendo esse, o principal e melhor jogo que Vinícius Correa disputou até o momento.

Quando tudo parecia estar mil maravilhas, aconteceu a queda para a disputa da Divisão de Acesso de 2018. Ou seja, o ano de 2017 não foi como o planejado e o zagueiro Vinícius esteve presente no time. O ano que era para ser um dos principais do clube, já que o Vila Sandra disputou pela primeira vez a Taça Paraná. Porém, o ano começou a dar errado a partir deste momento, segundo Vinícius. Mas com os pés no chão, o projeto do escrete alvinegro continuou e com Vinícius presente no elenco, o que culminou em mais uma conquista no final do ano e novamente tendo uma das vagas à disputa da Taça Paraná, a Libertadores do Futebol amador do estado do Paraná.

Sendo assim, as ações da carreira do atleta Vinícius Corrêa, junto a lealdade com o clube do Vila Sandra, fizeram com estivesse presente nos momentos mais importantes, as conquistas da Divisão de Acesso da Suburbana – 2016 e 2018. Conquistas que já o credencia como um herói do subúrbio, mesmo que muita lenha para queimar no futebol amador de Curitiba e região metropolitana. Confira a seguir a entrevista que realizamos com o zagueiro Vinícius Corrêa, que levantou os dois canecos mais importantes da história do Vila Sandra até o momento.


ATENÇÃO: O site Do Rico ao Pobre conta com VOCÊ para continuar essa série! Deixe nos comentários a sua sugestão. O indicado pode ser atleta ou já ter pendurado as chuteiras. E aí? Quem merece estar nesse grupo seleto?

EDIÇÕES ANTERIORES:
drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.