PROPAGANDA

Penúltima rodada da Taça Dirceu Kruger pode definir classificados às semifinais e rebaixados no Paranaense


Neste final de semana acontece a penúltima rodada da Taça Dirceu Kruger, o segundo turno do Campeonato Paranaense de 2019. Athletico e Londrina podem carimbar a vaga às semifinais, enquanto o Foz pode ter o seu rebaixamento decretado. Na classificação geral, a briga pela última vaga à disputa da Série D de 2020 ganha emoção nesta reta final de campeonato.


#PRÉ-JOGO
Por Gabriel Sawaf

A rodada do meio de semana foi determinante para definir vários rumos do campeonato. No Grupo A da atual fase, Athletico e Londrina se distanciaram e podem carimbar o passaporte para a próxima vaga nesta rodada. No Grupo B, a situação ficou bem embolada, com quatro equipes com seis pontos. Já na classificação geral, a briga pelo rebaixamento tomou novos rumos, com o Rio Branco deixando a zona da degola e dando o lugar ao Maringá. A briga pela última vaga na Série D também está quente, com quatro equipes na faixa dos 11 a 13 pontos. Confira os confrontos da rodada.



Athletico x Foz do Iguaçu
O Furacão segue imparável neste segundo turno de Paranaense, não dando nem sinais da equipe que atuou na Taça Barcímio Sicupira. Com 100% de aproveitamento, o Rubro Negro só precisa de um empate na Baixada para garantir de vez a vaga nas semifinais. Uma combinação de resultados também pode garantir ao Athletico o primeiro lugar do grupo. Pelo que vemos nas últimas rodadas, a piazada da Baixada vem com tudo para garantir mais um triunfo e seguir voando na competição. Já o Foz vive uma situação muito delicada. Com o empate sem gols na última rodada e a vitória do Rio Branco, o Azulão respira por aparelhos na competição. Um resultado que não seja a vitória na capital rebaixa o escrete da Fronteira para a Série Prata do ano que vem. Até mesmo um triunfo pode confirmar o descenso da equipe do ABC.

Toledo x Londrina
Após finalmente sair do zero no segundo turno, o Toledo tenta acabar com um jejum que incomoda na briga pelo título. A última vitória do Porco, nos 90 minutos, foi na última rodada da Taça Barcímio Sicupira, quando venceu o Cascavel CR por 2 a 1. Desde então foram 5 jogos, três empates e duas derrotas. Faltando dois jogos para chegar a decisão, é preciso levantar a moral no oeste do estado para acreditar no título inédito. Por outro lado, o Londrina está invicto na Taça Dirceu Kruger (2 vitórias e 1 empate) e, embalado pela vitória no Clássico do Café, o Tubarão pode garantir sua vaga nas semifinais, caso vença e o Operário não triunfe na sua partida. O LEC também pode garantir a classificação caso empate e o Fantasma perca em Ponta Grossa.

Operário x Maringá
É um duelo de equipes que chegam sobre pressão à rodada. O Operário vem de derrota para o Athletico em Curitiba e também enfrenta protestos da torcida. Para tentar apaziguar a situação na Vila Oficinas, o Fantasma precisa do triunfo em casa, também para seguir sonhando com a classificação para a próxima a fase da Taça Dirceu Kruger, um tropeço pode significar a eliminação do Alvinegro na competição. Já o Maringá chega eliminado na Taça Dirceu Kruger e de olho na classificação geral. O Cachorrão entrou na zona de rebaixamento na última rodada e viu a situação ficar bem complicada. Uma derrota em Ponta Grossa, somada a uma grande combinação de resultados, podem selar o rebaixamento do escrete da Cidade Canção.

Coritiba x Rio Branco
O Verdão conheceu sua primeira derrota fora de casa na última rodada, quando perdeu para o Cascavel CR no interior e viu a situação do grupo embolar. Na última partida no Couto Pereira nesta fase da competição, o Coxa quer a vitória para deixar a classificação engatilhada, sem depender muito do resultado do clássico contra o Paraná. Mas do outro lado vem o embalado Rio Branco, que vem de duas vitórias seguidas e respirou, saindo da zona de rebaixamento e entrando na briga pela classificação. Uma vitória no Couto Pereira pode garantir a permanência do escrete da Estradinha na primeira divisão e também colocar o Leão na liderança do grupo.

Cianorte x FC Cascavel
O confronto traz à tona realidades diferentes nessa fase do estadual. O Cianorte conseguiu crescer, vindo de duas vitórias seguidas, incluindo a última contra o Paraná, de virada, na Vila Capanema. O Leão embolou a briga pela classificação, estando empatado com Coritiba, Cascavel CR e Rio Branco com três pontos, ficando para trás no saldo, e também ficando na quinta colocação geral, ocupando a vaga para a Série D do Brasileiro em 2020. Já o FC Cascavel chega como grande decepção da Taça Dirceu Kruger. Após fazer a melhor campanha da Taça Barcímio Sicupira, o Aurinegro ainda não venceu neste segundo turno e, além de ver a classificação para as semifinais distante, já sente a ameaça do rebaixamento encostar, estando a apenas dois pontos do Maringá, primeira equipe da zona de rebaixamento.

Paraná Clube x Cascavel CR
O Tricolor chega com uma pressão enorme nas costas. Após perder as duas últimas partidas, sendo a última de virada e em casa, a vitória é mais que obrigação. Além de se manter vivo na competição, o Paraná precisa vencer para zerar qualquer tipo de ameaça de rebaixamento, que ainda existe. Mas do outro lado está o carrasco da dupla AthleTiba. O CCR venceu os dois confrontos que fez contra as equipes da capital por 1 a 0, sendo contra o Coxa na última rodada, e quer manter a escrita para se manter firme na briga pela classificação à próxima fase, se manter na briga pela Série D também e decretar a fuga do rebaixamento.

COBERTURA DRAP: A Equipe DRAP estará in loco em quatro jogos. No sábado (23), estaremos na Arena da Baixada, acompanhando o duelo entre Athletico e Foz do Iguaçu. Já no domingo (24) mais três jogos. Em Ponta Grossa, acompanhando Operário e Maringá, e dois jogos na capital: Coritiba x Rio Branco e Paraná x Cascavel CR.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.