PROPAGANDA

Operário vence Maringá FC em casa e mantém chance de classificação na Taça Dirceu Krüger


Operário Ferroviário e Maringá FC se enfrentaram neste domingo (24), no Estádio Germano Krüger, pela quarta rodada da Taça Dirceu Krüger, o returno do Campeonato Paranaense de 2019. O Operário venceu a equipe do Maringá por 2 a 0 e continua com chances de classificação para a semifinal da competição. Eduardo abriu o placar na primeira etapa e no último lance da partida, Jean Carlo acertou belo chute no ângulo e decretou a vitória do Fantasma. Com o resultado, o Operário chega a sete pontos no Grupo A. Enquanto a equipe do Maringá segue sem somar pontos no returno do Paranaense e permanece na lanterna do grupo.

#PARANAENSE 2019
Por Mariana Santos

PRÉ-JOGO: As equipes chegaram à partida com derrota na terceira rodada. O Operário perdeu para o Athletico, por 3 a 0, na Arena da Baixada. Já a equipe do Maringá foi derrotado pelo Londrina, em casa, por 2 a 1. A equipe do Fantasma está na quarta colocação do Grupo A, com quatro pontos somados. Enquanto o Maringá ocupa a última colocação do grupo, ainda sem somar pontos no returno. Para a partida, o Fantasma não contou Léo, suspenso após receber cartão vermelho na última rodada.


O EMBATE: O início do duelo foi de maior pressão da equipe do Operário, que não deu espaço para a equipe do Maringá sair jogando. A equipe da casa trocou passes no meio de campo, mas sem oferecer perigo à meta adversária. Com muitos erros, o Fantasma facilitou a marcação da equipe do Maringá no início da primeira etapa. Aos 13’, a Cleyton recebeu lançamento na área, mas não conseguiu dominar. Foi a primeira chegada de perigo da equipe da casa. O Fantasma seguiu no campo de ataque, mas sem eficiência na finalização.

O Maringá teve dificuldades para criar as jogadas e apostou no contra-ataque para chegar ao campo do Fantasma. Enquanto isso, a equipe de Vila Oficinas criou jogadas no ataque, mas errava no último passe, dificultando a finalização. Sem oferecer perigo, a torcida do Operário vaiou os erros de passes da equipe. Em bom lançamento de Chicão, Cleyton recebeu no setor esquerdo do ataque, tocou de primeira e Eduardo antecipou a defesa para abrir o placar para o Fantasma, aos 33’. 

No final da primeira etapa, a partida seguiu com maior presença do Operário no campo de ataque. A equipe do Maringá sentiu dificuldade em sair jogando e quase não chegou ao campo de ataque, fazendo um jogo apático no primeiro tempo. Sem mais chances de perigo, a primeira etapa terminou com vantagem do Fantasma no placar.


A etapa final começou com o Operário partindo para cima do Maringá. A equipe da casa seguiu em busca do empate e apostou nos erros de passes do adversário para iniciar as jogadas de ataque. Aos 6’, em boa jogada, Bruno Batata cruzou para Cleyton, que rolou para trás e Chicão bateu de primeira, mas a bola saiu pelo lado esquerdo do gol de Victor, quase o segundo do Fantasma. Aos 17’, após falta sofrida por Índio, Jean Carlo fez boa cobrança e Victor fez a defesa, impedindo o gol do Fantasma.

A equipe da casa seguiu no campo de ataque e Peixoto teve a chance de ampliar o placar. O camisa 6 recebeu livre na pequena área, girou e bateu forte para outra defesa de Victor, aos 18’. Logo após, foi a vez do Maringá assustar, Welton Paraguá roubou a bola no campo de ataque, carregou e bateu cruzado, a bola desviou e passou perto da meta de Simão, quase o empate do Maringá. A equipe visitante seguiu no campo de ataque, e aos 23’, Neilson antecipou a zaga na pequena área e cabeceou, mas a bola bateu na trave e a defesa do Fantasma afastou.

O Maringá aproveitou os espaços na segunda etapa para permanecer no campo de ataque. Aos 32’, Geovane recebeu fora da área e bateu, mas a bola passou por cima do gol, oferecendo perigo à meta de Simão. Nos últimos minutos da partida, o Maringá seguiu em busca do empate e com isso, deu chances para o contra-ataque do Fantasma, que buscava matar a partida. Aos 49’, Jean Carlo recebeu a entrada da área e bateu no ângulo para decretar a vitória do Fantasma.


PRÓXIMA PARTIDA: Na próxima rodada da competição, o Operário enfrenta a equipe do Foz do Iguaçu, fora de casa, domingo (31), às 16h, no Estádio ABC, em Foz do Iguaçu. Já o Maringá recebe o Toledo, domingo (31), às 16h, no Estádio Willie Davids, em Maringá.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

OPERÁRIO: 1-Simão, 2-Pedrinho (15-Danilo Báia), 3-Alisson, 4-Sosa, 5-Chicão, 6-Peixoto, 7-Eduardo (22-Dione), 8-Índio, 9-Bruno Batata, 10-Jean Carlo, 11-Cleyton (21-Robinho). Téc: Gerson Gusmão

MARINGÁ FC: 1- Victor Golas, 2-Everton , 3-Alex Fraga, 4-Marcelo Xavier, 5-Willian Machado 6-Junior Prego, 7-Jean Neves, 8-Romeu (19-Orobó), 9-Bravo (20-Neilson), 10-Geovane (17-Dandan), 11-Welton Paraguá. Téc: Sandro Forner

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO 2 X 0 MARINGÁ FC

Gols: Eduardo, Jean Carlo (OFEC)
CA: Dione, Peixoto (OFEC); Junior Prego (Maringá)
Árbitro: Ricardo de Lima Legnani
Assistentes: Bruno Boschilia (1), Marco Antonio dos Santos Pepe (2)
Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
Público/ Renda: 3.970/ 77.903,00

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.