PROPAGANDA

Arbitral define o dia de início e as coordenadas da 56ª edição da Taça Paraná

Léo Gago foi o capitão do escrete alvinegro do Butiatuvinha que levantou o caneco de campeão da Taça Paraná de 2018
Na noite da última quinta-feira (14), a Federação Paranaense de Futebol (FPF), junto com os clubes que irão disputar a Taça Paraná de 2019, definiram os últimos detalhes da competição que dá o pontapé inicial no cenário do amador na temporada de 2019. A novidade deste ano é o retorno de um representante da Liga de Campo Largo, já que no ano passado não teve nenhum. Confira as informações iniciais da principal competição do futebol amador do Paraná.

#FUTEBOL AMADOR
Por @rafaelbuiar

A primeira competição de futebol amador e com a chancela da FPF será a 56ª edição da Taça Paraná. Um pouco mais tarde em relação ao ano anterior, o certame iniciará em 28 de abril e com oito escretes na disputa. Nesta edição teremos representantes da cidade de Curitiba, Guarapuava, Campo Largo, São José dos Pinhais, Araucária e Colombo. No último certame, o escrete do Iguaçu levantou novamente o caneco, com diferença de 45 anos do primeiro para a última conquista, que foi em 1973.

Dentre as 55 edições da Taça Paraná o time do Trieste é que mais conquistou, com a última sendo em 2006. A dupla de Campo Largo, Fanático e Internacional, foram os que mais venceram na última década, com três conquistas cada um. A mais recente é do Fanático, em 2017. Enquanto que o Internacional teve sua última conquista em 2013. Porém, ambas as equipes estão licenciadas, o mesmo do Combate Barreirinha, que tem seis conquistas da Taça Paraná. A última conquista do Combate foi em 2005. A única equipe que tem mais que uma conquista é do interior é o São Manoel, com dois títulos – um em 2008 e outro em 2010. O mesmo número de Vila Fanny e Iguaçu, o atual campeão da competição.


Em relação às cidades, destaque para liderança absoluta de Curitiba, com 21 conquistas de cinco clubes. Na sequência, Campo Largo soma 16 canecos levantados por três clubes. Enquanto que São Manoel do Paraná teve o caneco levantado duas vezes pelo mesmo clube, diferente das demais cidades que tiveram duas conquistas, como Palmeira, Londrina e Colombo.


Neste ano, apenas dois escretes que participam da competição já conquistaram o título. O Trieste, o maior vencedor da competição com dez conquista, retorna depois de dez anos. Seu último título foi conquistado em 2006, diante o Combate Barreirinha. O tricolor da Colônia italiana garantiu a vaga no certame com a conquista da Divisão Especial da Suburbana de 2018, diante o alvinegro de Santa Felicidade.

Enquanto que o seu rival, Iguaçu, conseguiu por ser o atual campeão da competição depois de vencer nas penalidades o escrete do Atalanta, representante da cidade de São José dos Pinhais. O outro representante de Curitiba é o Vila Sandra, que fará a sua segunda participação na competição. A primeira foi em 2017 e terminou na quinta colocação na tábua de classificação. O alvinegro da Vila Sandra conquistou a vaga por ser campeão da Divisão de Acesso da Suburbana, após vencer o Vila Hauer.

Os demais participantes são oriundos de outras ligas. A equipe do Palmeiras é da cidade de Ponta Grossa, mas foi campeã da liga de Campo Largo diante o Avaí FC; Já o Araguari FC foi campeão da Liga de São José dos Pinhais diante o Unidos do Guatupê; A equipe do Nova Geração foi a campeã da liga de Araucária em uma final disputada contra o Três Jardins; O tradicional time do XV de Novembro retorna a competição depois de vencer novamente a Liga da cidade de Colombo, a final foi diante o Ana Terra e por fim, o representante da liga de Guarapuava é o Aprovale, que venceu o Madeirit na decisão. 

Confira como ficaram os grupos da 56ª edição da Taça Paraná, que foram divididos através de sorteio.


REGULAMENTO – O tiro é curto e foram separadas 10 datas para a competição. Na primeira fase, os clubes do grupo jogam turno e returno entre si. Classificam os dois primeiros de cada clube e seguem com o cruzamento olímpico nas duas fases seguintes. Os embates serão realizados aos sábados e domingos no horário das 15h30. O campeão conquista a vaga para disputar o sul-brasileiro de 2019.

Neste ano, a equipe DRAP estará in loco nas principais partidas para trazer as principais informações dos embates da Taça Paraná de 2019.
drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.