PROPAGANDA

Paraná Clube goleia o Foz e conquista primeiros pontos no estadual


Na noite desta quinta-feira (24), o Paraná Clube recebeu o Foz do Iguaçu no Estádio Durival Britto e Silva para disputar a segunda rodada da Taça Barcímio Sicupira, referente ao primeiro turno do Campeonato Paranaense 2019. No primeiro tempo o time da casa pressionou mais e teve várias chances de abrir o placar, inclusive com pênalti, mas não aproveitou. Já na segunda, as penalidades máximas foram bem cobradas, e somado a outro gol, o Tricolor venceu o Azulão por 4 a 0 e termina a rodada como vice-líder da competição.


#PARANAENSE 2019
Por Giulie Carvalho

PRÉ-JOGO: Os times entraram em campo nesta quinta-feira com a intenção de se recuperarem do jogo anterior, em que ambos foram derrotados. O Foz foi goleado pelo Coritiba por 4 a 0, enquanto o Tricolor da Vila sofreu por um placar mais enxuto: 1 a 0 para o Operário. As disputas da segunda rodada já iniciaram na última quarta-feira (23), o que distanciou ainda mais os dois clubes das primeiras posições. Até o início do jogo de hoje, o Paraná e o Azulão da Fronteira ocupavam a última colocação de cada grupo.

O EMBATE: O Tricolor tentou impor seu jogo desde o início da partida, quando apertou a saída de bola do Foz e conseguiu dois lances de bola parada a seu favor já nos primeiros 4’. A primeira chance mais perigosa saiu minutos depois, quando Fernando Neto driblou a marcação no meio de campo e lançou para Jenison, que recuou para Luiz Otávio arriscar de trás da grande área. A bola passou perto do travessão e animou a torcida, que se empolgava com o time. Até os 13’, essa foi a principal chance do Tricolor, que voltou a criar oportunidades em um contra-ataque de Andrey, que subiu pela lateral e cruzou para a área; a bola passou por tudo mundo e sobrou para Jenison, que chutou fraco, mas deu fôlego para que a segunda tentativa funcionasse. Dessa vez, o lance demonstrou mais perigo já que Alesson bateu rasteiro, à esquerda do goleiro Felipe.

O Foz só conseguiu chegar ao gol de Thiago aos 17’, com Marquinhos, que arriscou de longe e por cima do gol. Três minutos depois o Paraná Clube chegou mais uma vez, dessa vez com Fernando Neto, que driblou dentro da área, achou o melhor ângulo e arriscou mesmo em meio a vários marcadores. No entanto, o mérito foi do goleiro, que conseguiu afastar com o pé e deixar para a zaga tirar o perigo da jogada. Com 25’, vários jogadores do Tricolor estavam dentro da área, até que a bola chegou em Fernando Neto, que estava posicionado próximo à trave direita. O volante tentou acertar o chute de voleio, mas, apesar da bola passar próximo à rede, foi pelo lado de fora. O Foz tentava se segurar no contra ataque, até que conseguiu uma chance de escanteio. O lançamento foi para dentro da área e chegou aos pés de João Guilherme, que acertou a força, mas errou o alvo.

A segunda metade do primeiro tempo foi propícia para a reação do Azulão. Aos 35’, Marquinhos cruzou pelo lado esquerdo e quase acertou o gol. Logo depois foi a vez de João Guilherme aproximar sua equipe da abertura do placar. Ambas as jogadas foram firmes e passaram muito perto de atingir o objetivo, mas não foram determinantes a ponto de largar na frente. Apesar disso tudo, é inegável que a melhor chance do Tricolor aconteceu aos 39’, quando Andrey tentou chegar à pequena área e Marquinhos parou a jogada com a mão. O  juiz marcou pênalti e a torcida se empolgou, mas Higor Leite chutou fraco e ficou fácil para Felipe defender. A primeira etapa terminou com reclamação por parte da torcida mandante.



O relógio mal tinha marcado 2’, quando os donos da casa tiveram chance de se redimir com a galera. Mais uma vez houve toque de mão dentro da área do Tricolor, mas, dessa vez, foi Jenison quem decidiu chutar. Muito mais efetivo, o camisa 9 bateu forte e no alto, tirando a bola das mãos do goleiro e abrindo o placar na Vila. Com o 1 a 0 o time deslanchou. Aos 10’, o Paraná ampliou com o camisa 7, Andrey, que se aproveitou de um descuido da zaga do Foz depois de um belo passe de Alesson. O Foz até tentava reagir com alguns contra-ataques, principalmente vindos do camisa 6 Marquinhos, mas os domínios e passes davam errado e não chegavam a assustar o goleiro Thiago.

Mesmo vencendo a partida, o Paraná não deixava de apertar o adversário. Dentro de 10’, a equipe teve mais duas chances de converter, enquanto o Azulão teve apenas uma. A oportunidade do Foz veio de bola parada e mais uma vez pelo lado esquerdo do campo. Arrisson cobrou uma falta quase desacreditada, próximo ao espaço do treinador, mas conseguiu lançar dentro da área deixando para Hadrian chutar. A bola subiu mais que o esperado e rendeu mais um tiro de meta para o Paraná.Aos 38’, o goleiro Felipe fez uma defesa incrível após retratar uma falha da sua zaga. Marquinhos recuou a bola para ele, que esperava que o camisa 6 afastasse, e quando o jogador paranista chegou para chutar, o arqueiro do Foz espalmou com firmeza, contando com a ajuda da trave.


No entanto, os últimos dez minutos reservou muitas surpresas para as duas equipes, principalmente para o camisa 20, Maicosuel. Aos 39’, Rodrigo Carioca foi derrubado por Victor dentro da área, e o juiz não hesitou em marcar o terceiro pênalti para o Paraná Clube no jogo. Maicosuel bateu a penalidade e estufou a rede, transformando o resultado em goleada. Como se não bastasse, o mesmo jogador recebeu um ótimo passe de Alesson quatro minutos depois, e não perdeu a chance de ampliar. Mais um gol computado para os donos da casa, que venceram por 4 a 0 o time do Foz do Iguaçu, todos marcados no segundo tempo. Assim, o time saiu de campo com um saldo de gols positivo e pulou para a vice-liderança do campeonato.




OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PARANÁ CLUBE: 1 Thiago Rodrigues; 2 Eder Sciola; 3 Rodolfo; 4 Fernando Timbó; 6 Juninho; 5 Luiz Otávio; 8 Fernando Neto; 7 Andrey (19 Jean Lucas); 10 Higor Leite (20 Maicosuel); 11 Alesson; 9 Jenison (22 Rodrigo Carioca) Téc. Dado Cavalcanti.

FOZ DO IGUAÇU: 1 Felipe; 2 Leo Vacaria; 3 Leandro Silva; 4 Luis; 6 Marquinhos; 5 Vinicius Martins; 8 Douglas (21 Yannick); 7 André (18 Arrison); 10 Hadrian; 11 Diego Santana (19 Vitor); 9 João Guilherme Téc. Negreiros.

FICHA TÉCNICA PARANÁ 4 X 0 FOZ DO IGUAÇU XXXXXXXXXX

GOLS:  Jenison aos 2' do 2ºT, Andrey aos 10’ do 2ºT e Maicosuel aos 39’ e aos 43’ do 2º T (Paraná).
CA: Fernando Timbó, Luiz Otávio e Jenison (Paraná); Douglas, Vinicius Martins, Diego Santana e Vitor (Foz do Iguaçu).
ARBITRAGEM: Rafael Vinícius Moura de Oliveira.
ASSISTENTES: Giovani Marlus de Oliveira Massoquetto (1) e Reube Dobrychlop dos Reis (2).
Local: Estádio Durival Britto e Silva.

drap

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.