PROPAGANDA

Operário Ferroviário vence o Cascavel CR na estreia em casa pelo Campeonato Paranaense 2019


Operário Ferroviário e Cascavel C. R. se enfrentaram na tarde deste domingo (27), às 17h, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR), pela 3ª. rodada do Campeonato Paranaense 2019/Taça Barcímio Sicupira. O resultado foi de 2 a 0 para o escrete ponta-grossense. O resultado colocou o Fantasma na liderança do grupo A, com o revés do Londrina para o FC Cascavel. Já o Cascavel CR segue instável na competição, sem convencer a torcida.

#PARANAENSE2019                                                                         
Por @egoytacazc

PRÉ-JOGO: Em confronto válido pela 3ª. rodada do Campeonato Paranaense 2019/Taça Barcímio Sicupira, o Operário Ferroviário recebeu o Cascavel C. R. no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR), para o primeiro jogo oficial diante de sua torcida na temporada. 

O alvinegro de Vila Oficinas veio a campo em busca da liderança do grupo A, após somar quatro pontos nas duas primeiras rodadas: vitória na estreia, diante do Paraná Clube na Vila Capanema, pelo placar de 1 a 0, e o empate sem gols na rodada passada com o Cianorte, no Estádio Albino Turbay, em Cianorte (PR). Do outro lado, o time de Cascavel teve uma estreia empolgante, vencendo o atual campeão estadual Athletico Paranaense por 1 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), mas frustrou seu torcedor com o revés em casa na rodada passada para o Londrina, pelo placar de 3 a 0, no Estádio Olímpico Regional, em Cascavel (PR). 

Para o jogo de hoje, o time do técnico Gerson Gusmão não contou com Chicão, que cumpriu suspensão após ser expulso contra o Cianorte, com Danilo Báia e Cleyton, que se recuperam de lesão, nem com o recém-contratado Sandro, que trabalha sua forma física. Em alteração de última hora, Peixoto iniciou no banco, com Allan Vieira de titular na lateral esquerda.

O EMBATE: A bola rolou no Estádio Germano Krüger com as duas equipes estudando as oportunidades para impor seu jogo. Não demorou para o Operário agitar sua torcida pela primeira vez, aos 4’, quando Lucas Batatinha armou a jogada pelo meio de cancha, lançou em profundidade para Jardel, que realizou uma bela jogada pelo lado esquerdo do ataque alvinegro e cruzou para Bruno Batata, que cabeceou em cima do goleiro Marcos Paulo.  Aos 6’, o time da casa teve novamente uma boa oportunidade em cobrança de falta, mas Leo chutou alto e a bola saiu por cima do gol, sem muito perigo. 

As duas oportunidades foram suficientes para forçar a equipe do Cascavel recuar a marcação, com o Fantasma dominando as ações nos primeiros minutos. Aos 15’ minutos, o Operário chegou novamente com Bruno Batata que, em bela jogada de pivô, ajeitou para Lucas Batatinha finalizar, forçando o goleiro Marcos Paulo trabalhar novamente e espalmar para a lateral. Aos 17’, em cobrança de falta pela ponta direita, Jean Carlo cruzou para Alisson na segunda trave. O lateral ajeitou para o capitão Sosa, que avançou pelo meio da área e chutou para balançar as redes pela primeira vez, abrindo o placar para o Fantasma: Operário 1 a 0. 

Após o gol, o Cascavel teve sua primeira oportunidade de fazer o goleiro Simão trabalhar na partida. Everaldo cobrou uma falta direta, de longe da meta, mas a bola saiu rente ao lado esquerdo do goleiro alvinegro, saindo pela linha de fundo. Jean Carlo respondeu de imediato para o Operário, puxou o ataque pelo meio, avançou e chutou rasteiro, fazendo Marcos Paulo mandando para escanteio. Aos 24’, Lucas Batatinha dominou no peito e marcou um golaço para aumentar a vantagem e fazer a festa da torcida do Fantasma em Vila Oficinas: Operário 2 a 0 Cascavel. 

Aos 31’, em mais uma falta na entrada da grande área, o Cascavel CR teve a chance de diminuir com Everaldo, que bateu rasteiro e mandou a bola para fora. Na reposição, Simão deu um susto na torcida ao repor mal, dando a bola nos pés do atacante adversário, que finalizou para fora. Aos 42’, o time visitante chegou novamente com Sassá, que armou uma jogada de efeito pelo meio, acionou o Michael pela direita, mas o camisa 9 finalizou sem precisão, balançando as redes pelo lado de fora. Ao final do primeiro tempo, o Cascavel investiu com confiança em seu contra-ataque e aos 45’ teve uma nova chance com Sassá. O erro da equipe visitante foi a imprecisão nas finalizações, em mais uma conclusão para fora do camisa 10. Aos 47’, o árbitro Anderson Iraci Guimarães apontou o centro do gramado e decretou o fim do primeiro tempo em Ponta Grossa: Operário Ferroviário 2 a 0 Cascavel CR.


Para a segunda etapa, o Cascavel voltou ao jogo com a substituição de Lapa por Giba, enquanto que o Operário não realizou nenhuma alteração. A bola rolou e os primeiros movimentos da etapa complementar foram equilibrados. Em jogada eficiente de Bruno Batata aos 6’, o Operário teve a primeira boa oportunidade no segundo tempo e quase fez o terceiro gol, mas o camisa 9 alvinegro finalizou para fora. No lance seguinte, Alisson foi acionado pelo lado direito, evitou a saída de bola e conseguiu cruzar rasteiro para o centro da área, mas se conclusão, porém com perigo novamente para o adversário. A partir de então, o Fantasma retomou o ritmo do primeiro tempo, controlando as ações e impondo seu domínio no jogo.

Muito pedido pela torcida, Dione Ribas, autor do gol da vitória contra o Paraná Clube, entrou aos 15’ no lugar de Lucas Batatinha. O técnico Lorival Santos mexeu pela segunda vez, colocando o camisa 11 Fernando no lugar de Michael, número 9. O jogo seguiu no mesmo ritmo, com o Fantasma pressionando e o Cascavel explorando os espaços em busca de diminuir o placar. Aos 19’, Léo trabalhou a bola com Dione, mas o camisa 21 finalizou sem precisão, trabalhando pela primeira vez na partida. Aos 23’, o Cascavel conseguiu responder à altura das investidas do adversário. Taira cobrou falta próxima à grande área e Simão realizou uma bela defesa, mandando para escanteio. No lance anterior à falta, Fernando, que havia acabado de entrar em campo, sofreu uma lesão na cabeça e teve de ser substituído, para a entrada do camisa 8 Ronaldo. O jogador saiu de ambulância do estádio.

Na reta final do jogo, o ritmo foi menos intenso. Everaldo teve mais uma oportunidade para o Cascavel CR em bola parada, mas chutou na barreira, facilitando a defesa de Simão. O Operário respondeu com jogadas pouco trabalhadas e conclusões imprecisas. O time da casa assumiu uma postura equilibrada para administrar o resultado. Aos 35’, Sassá recebeu em profundidade, mas desperdiçou a chance de diminuir, sendo desarmado pelo zagueiro Sosa. O ritmo de jogo nos minutos finais seguiu o mesmo. O Operário freou seu ritmo no segundo tempo e investiu em administrar o resultado, com o Cascavel CR fora de sintonia em campo. Peixoto, que iniciou no banco, ainda entrou no lugar de Allan Vieira. Foi apenas aos 43’, minutos finais do embate, que o Fantasma voltou a pressionar, em contra-ataque bem trabalhado de Jardel e Dione, concluído de cabeça por Bruno Batata, mas a bola foi nas mãos do goleiro Marcos Paulo. Nos acréscimos, a estrela de “São Simão” brilhou novamente, após chute preciso de Everaldo, de fora da área, com o goleiro alvinegro espalmando com segurança para a linha de fundo. Aos 48’, o árbitro Anderson Iraci Guimarães apitou pela última vez em Ponta Grossa: Operário 2 a 0 Cascavel CR.


PRÓXIMA PARTIDA: Na 4ª. rodada do Campeonato Paranaense 2019/Taça Barcímio Sicupira, o Operário Ferroviário joga novamente em casa e recebe o FC Cascavel, às 20h de quarta-feira (30), no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR). O Cascavel CR vai ao Estádio ABC, em Foz do Iguaçu (PR), enfrentar o Foz do Iguaçu FC, no mesmo dia e horário, às 20h de quarta-feira (30).


OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OPERÁRIO-PR: 1-Simão, 2-Léo, 3-Alisson, 4-Sosa, 6-Alan Vieira (14-Peixoto), 5-Jardel, 8-Índio, 10-Robinho, 11-Jean Carlo (18-Xuxa), 7-Lucas Batatinha (21-Dione), 9-Bruno Batata. Téc.: Gerson Gusmão.

CASCAVEL C. R.: 1- Marcos Paulo, 3-Corrêia, 13-Castro, 6-Cristiano, 2-Lapa (16-Giba), 5-Hildo, 7-Djair, 4-Taira, 14-Everaldo, 9-Michael (11-Fernando (8-Ronaldo)), 10-Sassá. Téc.: Lorival Santos.

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO-PR 2 X 0 CASCAVEL C. R. XXXXXXX

GOLS: Sosa, Lucas Batatinha (OFEC).
ÁRBITRO: Anderson Iraci Guimarães.
ASSISTENTES: (1) Márcio Lopes Guerra; (2) Cristiano Teixeira Lombardi.
LOCAL: Estádio Germano Krüger, Ponta Grossa (PR).
PÚBLICO TOTAL/RENDA: 4.060 / R$ 88.185,00
drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.