PROPAGANDA

Com dois gols de Ricardo Lobo, FC Cascavel vence Londrina no Estádio do Café

Foto: Gustavo Oliveira / Londrina Esporte Clube
O Londrina perdeu para o FC Cascavel por 3 a 1 neste domingo (27), no Estádio do Café, pela 3ª rodada da Taça Barcímio Sicupira Júnior, o primeiro turno do Campeonato Paranaense 2019. Estreando em seus domínios na temporada, o Tubarão saiu na frente com Germano, mas sofreu a virada no segundo tempo. Ricardo Lobo, duas vezes, e Lucas Tocantins marcaram para o FCC. É a primeira derrota do Alviceleste na temporada.

#PARANAENSE 2019

PRÉ-JOGO: Na liderança do Grupo A, o Londrina traçou a meta de conquistar seis pontos nos dois jogos que iria disputar em casa e encaminhar a classificação. Portanto, o Tubarão só pensava em vencer o primeiro jogo do ano no Estádio do Café. Do time que venceu o Cascavel CR na última rodada, o treinador Alemão não pôde contar com o ponta Luidy, vetado pelo departamento médico. O FC Cascavel, após dois jogos em casa, viajava pela primeira vez e Paulo Foiani, treinador do Aurinegro, traçava um plano para frear o Londrina e estragar a festa do torcedor alviceleste. Nas duas rodadas iniciais, o escrete do oeste paranaense teve dois empates sem gols.

O EMBATE: O Londrina iniciou a partida com a postura que se espera de um mandante: controle da posse de bola e busca por jogadas ofensivas — aproveitando a dupla do lado direito, Matheuzinho e Weverton. O FC Cascavel, entretanto, não se intimidou e começou o jogo avançando suas linhas, pressionando o adversário em seu campo de defesa. Após a pressão inicial do visitante, o Tubarão começou a ter mais tranquilidade para criar suas jogadas e trabalhar também pelo lado esquerdo da equipe, contando com a habilidade de Anderson Oliveira. Essa aposta deu certo, tanto que o gol do escrete alviceleste começou por esse lado. Aos 16 minutos, o camisa 7 trabalhou a bola na ponta e recuou para Romulo que, de fora da área, arriscou um chute. O goleiro Fernando espalmou e Germano aproveitou o rebote para finalizar no canto direito. A bola bateu na trave e foi para o fundo da rede.

O FC Cascavel apostava suas fichas em seu camisa 10. O meio-campista Oberdan se movimentava e aparecia em todo o campo, sempre buscando ligar as jogadas da defesa ao ataque. A melhor oportunidade da equipe aurinegra foi protagonizada por ele no minuto 25. Em contra-ataque, o meia carregou a bola até a entrada da área do Londrina, driblou o zagueiro adversário e arriscou, mas a bola subiu e passou por cima do travessão. Aos 28 minutos, foi a vez da equipe da casa chegar com perigo. Uelber tabelou com Marcinho, que tocou para Anderson Oliveira. O ponta entrou na área, chutou cruzado com a perna direita e a bola explodiu no travessão.

O Tubarão passou a jogar com mais cautela, mas sem abandonar as investidas pela ponta esquerda, acionando contragolpes e dificultando a vida dos laterais do FC Cascavel. A equipe da casa teve a última chance de terminar a primeira etapa com dois gols de diferença aos 41 minutos. Marcinho lançou a bola para Anderson Oliveira, que foi até a linha de fundo, driblou o marcador e tocou para Uelber que, na pequena área, não conseguiu finalizar. Cinco minutos depois, o FCC ainda teve uma chance com Willian Simões. Quase na entrada da área, o lateral esquerdo ajeitou para a perna canhota e finalizou, mas a bola passou por cima da meta defendida por Alan.

Foto: Gustavo Oliveira / Londrina Esporte Clube
O FC Cascavel retornou do intervalo com um ritmo mais intenso. Com a entrada dos pontas Tocantins e Mateus, a equipe visitante passou a contar com velocidade pelos lados do campo. O Tubarão não conseguia frear os avanços dos extremos do FCC e acabava cedendo mais espaços ao adversário. O gol de empate veio aos 11 minutos. Em cobrança de falta no lado esquerdo do campo, perto da meia-lua da área londrinense, Everton bateu forte no meio do gol. Alan, arqueiro alviceleste, tentou encaixar a bola, mas acabou espalmando para o meio da pequena área. Ricardo Lobo, atento, pegou de voleio e empatou a partida. Logo na sequência do gol do FC Cascavel, o Londrina voltou a ter a postura inicial do confronto, dominando a posse de bola e buscando jogadas pelas pontas. Aos 19 minutos, Anderson Oliveira, agora na ponta direita, fez um passe para Matheus Bianqui que, na pequena área, finalizou em cima do arqueiro Fernando. Um minuto depois dessa oportunidade o FC Cascavel virou a partida.

Everton recebeu na ponta direita, avançou e cruzou na pequena área. A bola desviou na defesa alviceleste e encontrou Ricardo Lobo, que testou e fez o segundo gol dele na partida. A virada foi uma ducha de água fria no Tubarão que, nervoso, tinha dificuldades em concluir suas jogadas. O FCC chegou com perigo em duas oportunidades, quase que em sequência. Aos 28 minutos, Everton arriscou um chute da ponta direita, que passou por cima do gol. No minuto seguinte, Lucas Tocantins avançou pela esquerda, cortou para dentro e chutou rasteiro, mas Alan, em dois tempos, conseguiu fazer a defesa. Aos 30 minutos foi a vez do Londrina. Em contragolpe, Anderson Oliveira carregou a bola até a área adversária e tocou para Miullen. O camisa 19, perto da marca do pênalti, finalizou de perna direita, mas  Fernando conseguiu fazer a defesa com o joelho.

O FC Cascavel se fechou e bloqueava as investidas ofensivas do Londrina, frustrando a jovem equipe alviceleste – que passava a errar mais passes a cada minuto. A defesa aurinegra fazia um bom trabalho e buscava acionar seus pontas para os contra-ataques. A estratégia deu certo, e o terceiro gol do FCC saiu dos pés de Lucas Tocantins, homem que infernizou o lado direito da defesa londrinense. O camisa 18 recebeu na ponta esquerda, limpou o marcador e chutou de fora da área. A bola viajou até o canto oposto e entrou para fechar o marcador. No Estádio do Café, Londrina 1 x 3 FC Cascavel.

PRÓXIMA PARTIDA: O Tubarão segue em Londrina e, na quarta, enfrenta o Rio Branco às 20 horas. No mesmo horário, o FC Cascavel visita Ponta Grossa para enfrentar o Operário no Estádio Germano Krüger.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

LONDRINA: 1. Alan; 2. Matheuzinho, 3. Marcondes, 4. Silvio, 6. Felipe; 5. Romulo, 8. Germano (17. Matheus Bianqui), 10. Marcinho; 7. Anderson Oliveira, 11. Weverton (21. Lucas Machado), 9. Uelber (19. Miullen). TEC: Alemão.

FC CASCAVEL: 1. Fernando, 2. Everton, 3. Ítalo, 4. Hitalo Rogério, 6. Willian Simões; 8. Bartolo (15. Bidia), 5. Duda, 10. Oberdan; 7. Bahia (18. Lucas Tocantins), 11. Maranhão (17. Mateus), 9. Ricardo Lobo. TEC: Paulo Foiani.

FICHA TÉCNICA – LONDRINA 1 X 3 FC CASCAVEL XXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS:  Germano, aos 16 minutos do 1º tempo (Londrina) | Ricardo Lobo, aos 11 e 20 minutos do 2º tempo, e Lucas Tocantins aos 44 da etapa final (FC Cascavel).
CA: Alan (Londrina) | Hitalo Rogério e Bidia (FC Cascavel).
ÁRBITRO: Eli Marini.
ASSISTENTES: Wagner Junior Bonfim Ledo e Pietro de Souza Bettin.
PÚBLICO TOTAL: 859 pessoas. | RENDA: R$14.770,50.
LOCAL: Estádio do Café, em Londrina.
drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.