PROPAGANDA

Vila Sandra vence Vila Hauer novamente e conquista o título da Divisão de Acesso de 2018


Vila Sandra e Vila Hauer jogaram na tarde deste sábado (1), no Estádio Ozório Claudino de Barros, em Curitiba, válido pelo jogo de volta da decisão da Divisão de Acesso da Suburbana de 2018, categoria adulta. A equipe do Vila Sandra iniciou ofensiva já nos primeiros minutos e marcou dois gols ainda no primeiro tempo. Resultado que deu tranquilidade, mas não o suficiente para evitar o susto. Mesmo assim, o alvinegro da Vila Sandra conseguiu suportar a pressão, matar o jogo em contra-ataque para decretar o triunfo em 4 a 2 diante o Hauer e, consequentemente, levar o título da Série B da Suburbana de 2018.


#SUBURBANA 2018
Por Rafael Buiar

PRÉ-JOGO: O escrete do Vila Sandra venceu na primeira partida no Estádio Donato Gulin pelo placar de 2 a 0 a equipe do Vila Hauer e trouxe a vantagem do empate para conquistar o título da Divisão de Acesso da Suburbana de 2018. Enquanto que a equipe do Vila Hauer terá que vencer o duelo de volta no Ozório Claudino de Barros para levar a decisão nas penalidades. Antes de a bola rolar na Vila Sandra, as duas equipes entraram em campo com aproximadamente 60 crianças da escola do bairro do Itatiaia.

O EMBATE: A equipe do Vila Hauer deu o pontapé inicial, mas quem teve mais volume de jogo e já imprimiu as jogadas ofensivas foi o time da casa nos primeiros minutos. Aos 5’, em lance de bola parada, quase foi inaugurado o placar, com Robinho, que assustou o camisa 1 do Vila Hauer. Minutos depois, Maranhão foi quem conseguiu colocar a bola no fundo do gol com uma bicicleta, para delírio da torcida do Vila Sandra. O gol deu ânimo para o time da casa, que continuou persistindo em jogadas rápidas no campo de ataque. Destaque para o a jogada aos 13’, em que Djhonatan desceu em profundidade, tocou para Adriano, que na sequência passou para Maranhão arrematar e quase surpreender o goleiro Diogo. Passados dos 15’, a equipe do Vila Hauer conseguiu chegar em lance de bola parada a meta do goleiro Pantera. Mas o sistema defensivo do escrete do Vila Sandra salvou. Não deu outra, com o time visitante deixando exposta a marcação, o alvinegro da Vila Sandra aproveitou da velocidade de seus jogadores para jogar em contra-ataques. Ou seja, aos 21’, Maranhão iniciou a jogada ainda no meio de campo, tocou para Djhonathan, que fechou com a finalização de Geovane passando perto da meta de Diogo.

Lance que motivou ainda mais a equipe do Vila Sandra e, principalmente, o meia Geovane, que passou a ter mais mobilidade no meio de campo, junto com Maranhão. Aos 28’, o meio campista desceu em diagonal e tocou para o camisa 7 do Vila Sandra, Maranhão, que quase ampliou o placar. Minutos depois, foi a vez da cria do Gabineto, que em jogada individual pelo meio, ganhou de três adversários e chutou próximo da meta do arqueiro Diogo. Mas o lance de perigo foi mesmo da equipe do Vila Hauer, em que Batata cabeceou firme e Pantera se esticou para evitar o gol de empate. Aos 37’, o árbitro anulou o gol da equipe do Vila Sandra de Geovane, que na origem do lance, o atleta estava impedido. Mas não demorou muito para o placar do Ozório Claudino de Barros ser ampliado, pois Maranhão, em jogada de escanteio, recebeu na ponta esquerda e chutou fraco, mas o suficiente para vencer o goleiro Diogo.

Próximo do fim da primeira etapa, a equipe do Vila Hauer melhorou a postura e conseguiu diminuir o placar. Em cobrança de escanteio, o zagueiro Italiano subiu mais alto que a zaga do Vila Sandra e marcou aos 47’. No minuto seguinte, Camilo colocou a bola na trave, quase conseguindo o empate antes do fim do primeiro tempo.


Na etapa complementar, as duas equipes realizaram alterações. Na equipe do Vila Hauer deu resultado, pois em menos de 10’, a equipe visitante chegou próximo do gol, assuntando o goleiro Pantera que teve que trabalhar. Dentre as alterações no escrete do Vila Sandra foi a saída do volante Guilherme para a entrada do zagueiro Nathan. Ou seja, mudou o sistema e a forma de jogar. Por isso, o time do Hauer cresceu neste setor do campo e teve mais posse de bola.

Mas quem colocou a bola no fundo do gol foi a equipe do Vila Sandra. Em falta cometida em cima de Adriano, Caíque cobrou e acertou no ângulo, sem chance para Diogo, que pulou, mas não alcançou aos 13’ do segundo tempo.  Com o passar do tempo, o jogo ficou preso no meio de campo, já que o Vila Sandra segurou a bola no meio de campo. Mas com as alterações realizadas pelo treinador João Paulo Kochan, o time do Hauer cresceu e chegou a diminuir aos 28’. Wagner Luis desceu em profundidade e chutou. Pantera defendeu parcialmente e no rebote Camilo acertou um chute de longa/direto, sem chances para Pantera.


Nos minutos finais, a equipe do Vila Hauer voltou a pressionar e frequentar mais o campo de ataque. Aos 42’, em lance de bola parada, Italiano acertou novamente a trave do goleiro Pantera, que teve a visão atrapalhada pelo sol. Ainda nos minutos finais, em jogada rápida pelo meio de campo de Sabão, que terminou com passe para Maranhão concluir a jogada arrematando para o fundo do gol. Após o quarto gol, o confronto terminou com o placar em 4 a 2 para o time do Vila Sandra. Resultado que decretou o título do alvinegro na temporada de 2018.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

VILA SANDRA: 1 Pantera; 2 Robinho (15 Mineiro), 3 Vinicius, 4 Pedro e 6 Adson (13 Pastor); 5 Guilherme (14 Nathan), 8 Geovane (16 Thiago), 10 Caíque (18 Sabão); 7 Maranhão, 9 Adriano (17 Bambu) e 11 Djhonathan. Tec. Marcos Franco.

VILA HAUER: 1 Diogo; 2 Bolinha (16 Luiz Fernando), 3 Italiano, 4 Batata e 6 Odair; 5 Xuxa (15 Jé), 8 Valdik, 10 Teixeira (17 Wagner Luis) e 7 Camilo (19 Guderson); 11 Ceccon (20 Diego/18 David) e 9 Marcelo. Tec. João Paulo Kochan

FICHA TÉCNICA –   XXXXXXXXXXXX

GOLS: Maranhão aos 7’ e 43’ do 1º tempo e 47’ do 2º tempo, Caíque aos 13’ do 2º tempo (Vila Sandra), Italiano aos 47’ do 1º tempo, Camilo aos 28’ do 2º tempo (Vila Hauer)
CA: Adson e Vinicius Correa (Vila Sandra) | Batata, Camilo e Xuxa (Vila Hauer)
CV: Luis Fernando (Vila Hauer)
ÁRBITRO: Luis Alexandre Fernandes;
ASSISTENTES: Daniel Cotrim de Carvalho e Eduardo Luis Teixeira Furiatti
LOCAl: Estádio Ozório Claudino de Barros, Curitiba.

POSTER CAMPEÃO DA DIVISÃO DE ACESSO DA SUBURBANA DE 2018 



REPORTAGEM DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

drap
Tecnologia do Blogger.