PROPAGANDA

Vila Sandra vence novamente o São Braz e retorna à elite da Suburbana


São Braz e Vila Sandra jogaram na tarde deste sábado (17), no Estádio José Drulla Sobrinho, em Curitiba, em confronto válido pelo jogo de volta da fase semifinal da Divisão de Acesso da Suburbana de 2018. Na primeira etapa, o Vila Sandra pressionou e conseguiu um gol com Djonatan, mas na volta do intervalo o aurirubro buscou o empate logo no início com Yago. A reação foi por pouco tempo, pois sete minutos depois Bambu colocou o Vila Sandra a frente no placar e ajudou no triunfo diante o São Braz por 2 a 1, que decretou o acesso à elite do futebol amador em 2019 a favor do alvinegro da Vila Sandra.

#SUBURBANA 2018
Por Adson Lima

PRÉ-JOGO: O escrete do São Braz perdeu o primeiro duelo pelo placar de 3 a 0 no Estádio Ozório Claudino de Barros. Por isso, a equipe aurirubra entrou com a necessidade de uma vitória simples para levar o jogo para a decisão nas penalidades, já que o regulamento do certame soma o número de pontos no confronto fase e não o saldo de gols. Do outro lado, um time que no contexto geral é o que soma o ataque mais positivo e a defesa menos vazada da competição e está a um empate de retornar a elite do futebol amador.

O EMBATE: Precisando apenas do empate para o acesso, o Vila Sandra não se acanhou a isso. Ou seja, saiu para buscar o jogo desde o primeiro minuto e levou um susto no 1’ minuto em uma bala parada do São Braz, mas o assistente já marcou o impedimento. A tônica do embate foi essa,com um volume maior de jogo do Vila e tentativas de escape no contra-ataque dos donos da casa.

O Vila povoou o campo adversário, ganhou os rebotes. Mas não conseguiu penetrar de forma com que os atacantes tivessem uma chance clara de finalizar. Aos 36’ minutos, Giovani usou sua qualidade para livrar-se do marcador e, com categoria bateu da intermediária, obrigando o goleiro Lê a mandar para escanteio.

O alvinegro continuou pressionando, tanto é que aos 40’ a rede balançou no José Drulla Sobrinho. Maranhão fez boa jogada em velocidade pela esquerda e cruzou no segundo pau. Lá estava Djonatan, livre, que só teve o trabalho de colocar a cabeça na bola e mandar para o fundo do gol. Deixando o Vila com uma vantagem boa no jogo ainda na primeira etapa.


Na volta do intervalo, o São Braz voltou com uma postura diferente, tomando a iniciativa do jogo e com uma mudança tática do técnico Romildo, que colocou Gabriel no lugar do Juki. Ou seja, adiantou mais o atacante Cezinha. Deu resutado, pois logo a 1’ minuto, Cezinha bateu uma falta da intermediária, obrigando o goleiro Pantera a mandar para escanteio. Na cobrança foi o camisa 8 Davi, que com perfeição colocou na cabeça de Iago. O zagueirão usou sua força e altura para subir mais que a zaga do Vila e mandou de cabeça no canto esquerdo do goleiro. Empatando o confronto.

Após o gol, as posturas das equipes voltaram a ser as mesmas do primeiro tempo, o Visa Sandra pressionando e o São Braz esperando para escapar nos contra-ataques. Isso favoreceu o Vila Sandra, que teve bastante qualidade no ataque. Tanto é, que aos 9’ minutos Giovane fez boa jogada pela esquerda e tocou para Bambu na meia lua, o camisa 9 dominou girando e já batendo, a bola subiu e morreu no canto esquerdo baixo do goleiro lê. Fazendo um belo gol e recolocando o Vila novamente a frente no placar.

O São Braz não esperou tomar esse gol, pois o time esperava aproveitar o embalo do seu primeiro gol para virar o jogo. Com o aurirubro sem ação, o Vila aproveitou-se e continuou em cima, Guilherme aos 17’ minutos bateu uma falta de longe, parando na defesa do goleiro. Aos 35’ o São Braz perdeu Cezinha expulso, dando ainda mais espaço para o Vila Sandra. Que teve uma ótima chance aos 40’ minutos com Maranhão, o atacante arrancou em velocidade, invadiu a área e bateu forte, só parando no goleiro Le. Sendo o útimo lance do jogo.


PRÓXIMA PARTIDA: O Vila Sandra segue no certame e enfrentará o Vila Hauer que derrotou o Grêmio Ipiranga nas penalidades, no Estádio Donato Gulin, no próximo sábado (24) ás 16:30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

São Braz: 1. Lê; 2. Allan, 3. Pedro, 4. Yago, 6. Esquerda; 5. Paulinho, 8. Davi, 7. Veiga (16. Lucas), 10. Cezinha; 11. Gui (17. Wellison) e 9. Juki (15. Gabriel).

Vila Sandra: 1. Pantera; 2. Robinho 3. Vinicius 4. Pedro 6. Adson; 5. Guilherme, 8. Geovani (16. Marcos Paulo), 10. Kaike; 7. Maranhão, 11. Djonatan (19. Sabão) e 9. Banbu (14. Adriano). Técnico: Marcos Franco.

FICHA TÉCNICA –     SÃO BRAZ 1 X 2 VILA SANDRA XXXXXXX

GOLS: Djonatan 40’ do 1ºT. e Banbu aos 9’ do 2ºT(Vila Sandra), Yago aos 2’ do 2ºT (São Braz).
CA: Adriano (Vila Sandra)
CV: Cezinha (São Braz)
ÁRBITRO: Diego Bonfim.
ASSISTENTES: Daniel Cotrin de Carvalho (1) e Remy Neves Stephan Moro.
LOCAl: José Drulla Sobrinho, Curitiba.

ENTREVISTAS XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

drap
Tecnologia do Blogger.