PROPAGANDA

Trieste chega forte na decisão da Suburbana para encerrar o jejum de derrotas diante o Iguaçu


Amanhã (1), o primeiro duelo da decisão da Divisão Especial da Suburbana de 2018, categoria adulta, terá o pontapé no Estádio Francisco Muraro, em Curitiba. Sendo essa, a 78ª edição do certame. O confronto será entre Trieste e Iguaçu, a oitava vez que as duas equipes irão decidir o caneco, além de ser a reedição da final do ano passado em que o time do Iguaçu levou a melhor. Confira algumas informações da trajetória da equipe do Trieste até a decisão da elite do futebol amador de Curitiba.

#PRÉ-JOGO
Por @rafaelbuiar

A última derrota do adversário de domingo na elite do futebol amador de Curitiba aconteceu no ano passado e na final do campeonato, no primeiro duelo e no Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli. O confronto terminou com triunfo de 1 a 0 para a equipe do Iguaçu. Desde a primeira decisão da final do ano passado, as equipes se enfrentaram três vezes e o alvinegro de Santa Felicidade venceu as três. Ou seja, a equipe, agora, comandada por Luisinho Netto manteve o mesmo ritmo do ano anterior e, assim, com solidez conseguiu ficar no topo na tábua de classificação, com várias competições. Enquanto que o Trieste, que só teve a competição no segundo semestre de 2018, passou por uma reformulação no elenco.

Mesmo com as mudanças, a primeira fase do time triestino foi o suficiente para terminar entre os líderes na tábua de classificação. A equipe comandada por Ivo Petry ficou em segundo, com três pontos de diferença do líder Iguaçu. Além disso, apenas uma derrota de 1 a 0 e justo para o rival, no Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli. Além do ataque marcar presença e ser um dos mais positivos na primeira fase, a defesa foi a segunda menos vazadas, com apenas oito gols sofridos.

O time do Trieste foi uma das equipes que mais empatou no certame na primeira e na segunda fase novamente aconteceu, o que gerou dúvida e pressão na equipe de Santa Felicidade entre a imprensa/torcida. O primeiro confronto da fase de quartas de final diante o Operário Pilarzinho terminou empatado em 1 a 1 no Estádio Bortolo Gava e com reclamação dos anfitriões. Mas foi só um susto, pois no jogo de volta no Estádio Francisco Muraro o placar terminou em 5 a 1 para o tricolor de Santa Felicidade.

Na sequência, o Trieste enfrentou a forte equipe do Santa Quitéria, que também cresceu na reta final da primeira fase e manteve o ritmo nas fases anteriores. Ou seja, confronto de gigantes. Não deu outros dois duelos pegados e de um futebol de qualidade. O primeiro confronto terminou em 1 a 0 para o Trieste, já o segundo com vitória do Santa Quitéria, pelo mesmo placar. Devido a isso, o confronto foi decidido nas penalidades e acabou com a estrela do goleiro Juninho, que defendeu duas cobranças e ajudou a equipe a chegar em mais uma final na elite da Suburbana. O primeiro capítulo desta decisão irá acontecer no próximo sábado (1), às 16h30, no Estádio Francisco Muraro, em Curitiba.

MAGAZINE DA SUBURBANA 2018 XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



drap
Tecnologia do Blogger.