PROPAGANDA

[SUB 19] De virada, Coritiba vence o clássico contra o Paraná e se reabilita na competição


Na tarde deste sábado (13), a equipe do Paraná Clube recebeu o Coritiba no Estádio Durival Britto e Silva pela, em Curitiba, para o duelo da segunda rodada da terceira fase do Campeonato Paranaense sub 19 de 2018. Com bola rolando, o clássico da capital paranaense começou movimentado, pois o Tricolor abriu o placar logo no começo com Bruno Luiz, mas na segunda etapa o escrete Alviverde  mudou a postura e conseguiu a virada com gols de Romeu e Pablo Thomaz. Com o placar de 2 a 1, o Coritiba vence a primeira na terceira fase e o Paraná Clube fica na lanterna do Grupo H, com zero ponto.

#SUB19
Por Adson Lima

PRÉ-JOGO: O Clássico Paratiba marcou a estréia do Paraná Clube na terceira fase do Campeonato Paranaense Sub19 de 2018, já que a equipe folgou na primeira rodada. O Tricolor da Vila começou a segunda fase com campanha bastante irregular, com apenas uma vitória em quatro jogos. Mas se recuperou, emplacou o melhor ataque da fase e carimbou a vaga. Do outro lado, o Coxa estreou na última rodada no norte do estado, enfrentando o Londrina, e voltou para a capital com uma derrota de 1 a 0. Com o revés, a equipe do Alto da Glória entrou ciente que outro resultado negativo pode deixar o time pressionado na briga por uma vaga nas semifinais do torneio.

O EMBATE –  Como de costume em Curitiba no mês de Outubro, o jogo começou com chuva e atrapalhou um pouco o espetáculo, pois o campo ficou escorregadio e a bola prendeu no campo encharcado. Fatores esses ignorados pelo Tricolor, que começou o clássico no ataque. Ou seja, o time da casa rondou a área do Coxa e chegou a levar perigo antes dos 5' minutos, em uma falta pela esquerda. Após cobrança, confusão dentro da área e a bola acabou parando no fundo da rede, mas pelo lado de fora. Com essa postura, a equipe paranista chegou ao seu gol. Aos 8', a bola foi alçada na área em uma cobrança de escanteio, a zaga do Coritiba afastou mal, na entrada da área, e lá estava Bruno Luiz para bater de primeira. Não deu outra, a bola ainda desviou na zaga coxa branca enganando o goleiro Marco Antonio e foi morrer no fundo das redes.

Após o gol, o Paraná Clube recuou e deu a chance do Coritiba avançar e criar chances perigosas. Como a que ocorreu aos 25' minutos, em que a bola foi de um lado para o outro até chegar aos pés de Igor Jesus, que dominou e bateu de canhota. Mas ela foi para fora, a direita do gol. Devido a isso, a equipe alviverde continuou atacando, chutando de fora e cruzando bolas com perigo na área e em um desses cruzamentos Luiz adiantou-se a zaga tricolor e finalizou de canhota. Mas lá estava o pé salvador de Paulinho para tirar em cima da linha e evitar o empate dos visitantes.

O Paraná Clube não conseguiu manter o ritmo do começo do jogo no decorrer da primeira etapa. Por isso, não levou mais perigo ao adversário. Ao contrário do Coritiba, que começou apagado e na metade do primeiro tempo passou a imprimir um ritmo forte. Ou seja, quase chegou ao empate aos 41' minutos com Anderson Carvalho. O camisa 8 ariscou um chute venenoso da intermediária e obrigou o goleiro Murilo a mandar a bola para escanteio. Na cobrança, Luiz suspendeu a bola na área e mesmo assim, ela ficou viva e sobrou para Anderson, que descolou o escanteio na sequência. Após a cobrança,  Anderson conseguiu dar um voleio no meio da zaga e por pouco ela não entra, pois passou por cima do gol. 

Já no apagar das luzes da primeira etapa, o Coxa teve a chance de ouro para empatar o clássico ainda na primeira etapa. Em uma cobrança de falta pela direita, Romeu cruzou no segundo pau, livre, e Léo Andrade subiu, cabeceou firme. Mas errou o alvo e mandou para fora. Na sequência, só foi o Murilo bater o tiro de meta para o árbitro apitar o final do primeiro tempo.


Na volta do intervalo as posturas não mudaram muito, pois ambas as equipes entraram com a mesma configuração do primeiro tempo. O que mudou foram as peças do ataque alviverde, já que o técnico Mozart promoveu a entrada do Pablo Thomaz no lugar de Igor Paixão. Alteração deu resultado logo aos 7' minutos,  pois Luizinho deu uma cavadinha lançando Pablo, que invadiu a área e bateu de direita, obrigando Murilo a mandar para escanteio. Na batida, a dobradinha Luiz e Pablo Thomaz quase deu certo novamente, pois Luizinho ergueu na área e Pablo cabeceou da marca do pênalti, mas lá estava o goleiro tricolor para fazer boa defesa. Aos 12' minutos, os visitantes tiveram uma boa chance com Romeu Martins, pois ele bateu uma falta da intermediária e levou muito perigo. De tanta pressão uma hora tinha que dar resultado. Não deu outra, aos 15' minutos o empate aconteceu. Romeu, que já tinha tido uma chance 3 minutos antes, arriscou da intermediária e acertou o canto esquerdo baixo de Murilo, empatando o clássico.

Aos 36' um lance muito discutido pelo lado paranista, pois Pablo Thomaz dividiu com o goleiro e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Pablo Thomaz pegou a bola com confiança, cobrou com qualidade e mandou no canto direito alto de Murilo. O arremate foi indefensável e o tento fez com que o placar virasse a favor dos visitantes. Aos 44' quase o coxa ampliou, pois Guilhrme Dubas posicionou-se livre no segundo pau e o alviverde desceu em contra-ataque, cruzou para o camisa 18. O atancate finalizou de primeira, de canhota, mas o arqueiro tricolor fechou o gol fazendo uma ótima defesa. Com o prejuízo no placar restou ao Paraná Clube atacar mesmo com alterações de algumas peças, levou perigo. Mas não o suficiente, pois a zaga do Coritiba salvou a maioria das jogadas e quando não deu para a zaga, o goleiro Marco Antonio garantiu o resultado.

PRÓXIMAS PARTIDAS: No sábado (20), o tricolor recebe o Londrina ás 15h30 no Estádio Erton Coelho Queiroz. Antes disto, o Tricolor enfrenta o Avaí, na quarta (17) pela Copa Sul. A equipe do Coritiba folgará na próxima rodada.



PARANÁ CLUBE: Jogando em casa, o Paraná Clube começou bem o jogo e foi para cima até conseguir seu gol. Depois disso assumiu uma postura mais defensiva, visando os contra-ataques com seus pontas. Mas isso não deu certo.  Por isso, o tricolor abusou das bolas longas, sem efetividade, fazendo com que a bola não entrasse mais.


FIQUE DE OLHO – A segurança defensiva que o tricolor precisou, Paulinho conseguiu suprir. Ele é um zagueiro alto e bom nas bolas aéreas, mas não pense que por isso ele seja lento. O camisa 4 é veloz e utiliza isso para adiantar-se aos atacantes e fazer as coberturas.


CORITIBA: Os visitantes começaram mais conservadores, não esperavam tomar o gol no início, mas tiveram força e qualidade para reagir. A equipe desperdiçou diversas oportunidades, tanto no primeiro quanto no segundo tempo. Mas a tática já conhecida de Mozart no 4-3-3 foi sólida e a equipe soube o que fazer com a bola, e fez.


FIQUE DE OLHO - Um jogador taxado como volante moderno. O camisa 8 alviverde além de cumprir seu dever defensivo foi bem ao ataque. No jogo ele pisou vária vezes na área adversária, além do bom chute de média e longa distância que ele possui.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PARANA CLUBE: 1- Murillo; 2- Keneddy, 3- Mateus Xaxim, 4- Paulinho, 6- Marcelo (20- Wilson); 5- Bruno Luiz, Rodrigo Carioca, 8- Silva; 10- Warley, 11- Keslley e 9- Lucas Borges (16- Kruger). Técnico: Luciano Simm.

CORITIBA: 1- Marco Antonio; 2- Mateus Moura, 3- Yan Santos, 4- Léo Andrade, 6- Vinicius Araujo; 5- Romeu Martins (16- Matheus Pires), 7- Maycon Ramos (13- Willian Nascimento), 8- Anderson Carvalho, 10- Luiz; 11- Igor Paixão (19- Pablo Thomaz) e 9- Igor Jesus (18- Guilherme Biro). Técnico: Mozart.

FICHA TÉCNICA – PARANÁ CLUBE 1 X 2 CORITIBA XXXX

GOLS: Bruno Luiz, aos 8' do 1ºT (Paraná); Romeu, aos 15' do 2ºT  e Pablo Thomaz, aos 36' do 2ºT (Coritiba).
CARTÕES AMARELOS: Paulinho, Rodrigo Carioca, Warley e Matheus Xaxim (Paraná); Léo Andrade, Pablo Thomaz, Matheus Oliveira, Romeu, Igor Jesus e Marco Antonio (Coritiba).
ARBITRAGEM: Leonardo Polatti Portela.
ASSISTENTES: Sandra Maria (1) e Nycolas Fabricio dos Santos (2).
LOCAL: Estádio Durival Britto e Silva, Curitiba.

ENTREVISTAS XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



drap
Tecnologia do Blogger.