PROPAGANDA

Coritiba vence o Juventude em duelo eletrizante e volta a sonhar com o acesso


Coritiba e Juventude se enfrentaram na noite desta sexta-feira (05), em duelo válido pela 30a rodada do Campeonato Brasileiro da série B. O confronto realizado no Estádio Couto Pereira terminou em vitória coxa-branca por 2 a 1. Com o resultado, o Coxa vai a 43 pontos na tábua de classificação e segue sonhando com o acesso. Já o Juventude se complica na luta contra o descenso e pode entrar no Z-4 ainda nesta rodada.

#SÉRIEB
                                                                                      Por Allyson Santos

PRÉ-JOGO: O Coritiba entrou em campo no Alto de Glória com o objetivo de engatar a segunda vitória seguida e se aproximar dos líderes da competição. Para conquistar os três pontos, o técnico Argel Fuchs repetiu a escalação que venceu o Avaí por 1 a 0 no último sábado (29), e ainda teve o retorno do meia Uillian Correia, recuperado de lesão. Para manter a regularidade na competição o Coxa também apostou nas categorias de base. Ao todo, sete atletas formados no Alto da Glória foram relacionados para o confronto. O escrete do Juventude vinha de empate em 0 a 0 contra o Londrina e precisava da vitória para seguir lutando contra o rebaixamento. O desfalque dentre os titulares do time gaúcho era o lateral-direito Neuton, que cumpriu suspensão. No primeiro turno do certame, as duas equipes empataram em 1 a 1.

PRIMEIRO TEMPO: Logo de início, os visitantes já arriscaram a primeira finalização com Hugo Sanches. O camisa 7 partiu em velocidade pela lateral esquerda de ataque, trouxe para o meio e arriscou chute da entrada da área. A bola passa à esquerda do Goleiro Wilson, sem levar perigo. Após a investida inicial, o Coritiba trocava passes para tentar envolver a marcação adversária, mas esbarra na intensa marcação do Juventude. O escrete gaúcho seguiu encontrando brechas pelo setor direito da defesa coxa-branca. Hugo Sanches mais uma vez recebeu belo passe em profundidade, invadiu a área alviverde, fintou a marcação e bateu colocado, levando perigo à meta adversária. Logo na sequência veio a resposta dos donos da casa. Jean Carlos carregou com rara liberdade pela meia cancha e arriscou finalização rasteira de muito longe. O goleiro Douglas se estica para acompanhar a bola até a linha de fundo.

O Coritiba começou a encontrar espaços na defesa do Juve e apostou nos chutes de longa distância para tentar balançar as redes. Leandro Silva tabelou com Jean Carlos, chutou forte com o pé direito e apenas observou a bola beliscar o poste adversário. A equipe da casa continuou pressionando. Após levantamento na área, Alecsandro desviou de cabeça e Guilherme Parede, em posição de impedimento, apenas empurrou para o gol vazio. O árbitro anulou o tento alviverde. A chance mais clara de gol da primeira etapa veio mais uma vez dos pés de Parede. Aos 30’ jogados, Abner roubou a bola no campo de ataque e tocou para Chiquinho. Com a bola no bico da área, o camisa 23 observou a movimentação do atacante coxa-branca e deu belo passe na diagonal, deixando Parede mano a mano com o arqueiro Douglas. Guilherme finalizou de primeira na saída do goleiro. A bola passou em frente as traves do Juventude e por pouco não encontrou o canto esquerdo das redes visitantes.


SEGUNDO TEMPO: O Coritiba manteve a mesma postura ofensiva observada na primeira etapa e conseguiu encontrar o caminho para o gol através de triangulações pelas laterais do campo. Em boa jogada trabalhada pelo setor esquerdo de ataque, Abner recebeu em velocidade e cruzou a bola na direção de Alecsandro. O Centroavante alviverde tomou a frente da marcação e desviou com o pé esquerdo. Após tocar o travessão, a bola morreu no fundo da meta visitante.  A equipe da casa abriu o placar antes dos três minutos da etapa final e quebrou as estratégias do técnico Luís Carlos Winck, que buscava surpreender o Coritiba por meio de contra-ataques. O Juventude buscou mudar sua postura com a entrada do atacante Elias, para tentar fornecer maior presença de área ao escrete gaúcho, que seguiu com dificuldades na transição para o campo ofensivo.

Mesmo com o resultado positivo, o Coxa ainda levou perigo com Yan Sasse. O meia alviverde recebeu de Alecsandro em velocidade e chutou com força para a linda defesa de Douglas. O time de Caxias do Sul tentou responder com finalizações de fora da área, mas pecou na pontaria e não exigiu maiores problemas a Wilson. Para complicar ainda mais a situação do Juventude, o camisa 10 Leandro Lima recebeu o cartão vermelho direto após discussão com o árbitro e deu adeus à partida. Em mais um lance capital da partida, Chiquinho desviou de primeira após cruzamento rasteiro dentro da área. A bola por pouco não alcançou o ângulo do escrete visitante. Nos minutos finais a equipe do Alto da Glória buscou cadenciar o jogo, administrando o resultado construído. Mesmo com um jogador a menos, o Juventude mantém a organização defensiva e busca pressionar o Coxa quando recupera a posse.

A frieza defensiva da equipe do Gaúcha foi recompensada aos 45’ jogados, quando Hugo Sanches cruzou na cabeça de Elias. O camisa 19 subiu mais alto que os marcadores e testou firme para balançar as redes do Coritiba e garantir o gol empate. Em reta final de jogo eletrizante no Couto Pereira, os donos da casa partiram para cima em busca de um último suspiro. Aos 50 minutos de jogo, a bola toca na mão do volante Lucas dentro da área e o árbitro marca pênalti. Wilson partiu para a cobrança e bateu forte no centro do gol para dar números finais ao embate. Com o resultado, o Coritiba chega aos 43 pontos e assume a 8a colocação na tabela. A equipe do Juventude permanece na 16a posição e pode entrar na zona de rebaixamento ainda nesta rodada em caso de vitória do CRB sobre a Ponte Preta.


PRÓXIMO JOGO: O escrete coxa-branca agora viaja para Santa Catarina, onde enfrentará o Figueirense. Já o Juventude medirá forças contra o Goiás no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Coritiba: 84-Wilson; 5-Carvalho; 9-Alecsandro (11-Guilherme); 21-Jean Carlos (70- Yan Sasse); 23-Chiquinho; 28-Leandro Silva; 31-Rafael Lima; 46-Abner (66-Willian Matheus); 72-Simião; 77-G. Parede; 90-Alan Costa. Tec: Argel Fuchs

Juventude: 1-Douglas; 2-Felipe; 3-Micael; 4-Rafael Bonfim; 5-Rodrigo; 6-Pará (14-Matheus Bertotto); 7-Hugo Sanches; 8-Lucas; 9-Denner; 10-Leandro Lima; 11-Tony (19-Elias). Tec: Luís Carlos Wink

FICHA TÉCNICA – CORITIBA X JUVENTUDE xxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Gols: Alecsandro, Wilson (CFC) Elias (JUV)
Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba.
Público: 4376
Renda:68058 reais
CA: Jean Carlos (CFC) Abner (JUV)
CV: Leandro Lima (JUV)
Árbitro: Léo Simão Holanda
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (01) e Jailson Albano da Silva (02)

drap
Tecnologia do Blogger.