PROPAGANDA

Com pênalti no final, Trieste arranca empate do Operário Pilarzinho


Operário Pilarzinho e Trieste se enfrentaram neste sábado (27), no Estádio Bortolo Gava. A partida foi válida pelo primeiro jogo das quartas de finais da Divisão Especial da Suburbana. Após uma etapa inicial muito fechada, com poucas chances para as equipes, o Operário Pilarzinho abriu o placar primeiro, mas viu o Trieste empatar com um pênalti aos 49’ da segunda etapa.

#SUBURBANA 2018

PRÉ-JOGO: As duas equipes se enfrentaram na última rodada da primeira fase, e quem levou a melhor foi a equipe do Trieste, que venceu pelo placar de 3 a 1. A equipe de Santa Felicidade fez boa campanha na etapa de classificação e acabou conseguindo um expressivo segundo lugar. Já a equipe do Pilarzinho conseguiu ir ao mata-mata alcançando a sétima colocação. No ano passado, os dois times também duelaram nas semifinais do certame. O Tricolor da Colônia levou a melhor na ocasião e avançou à próxima fase vencendo os dois jogos. Já o Tricolor de Bortolo Gava buscava o troco para eliminar o adversário e avançar na busca da conquista do título inédito.

PRIMEIRO TEMPO: Jogando em casa e com o apoio da torcida, o Pilarzinho foi para o ataque tentando furar o bloqueio do Trieste. As equipes trocavam passes e não aliviavam nas divididas, o que deixava o jogo tenso. A prova de que os ânimos estavam exaltados aconteceu quando o treinador Peterson Freitas acabou sendo expulso após uma discussão acalorada com o assistente.

Mesmo perdendo seu comandante, o Operário não desanimou e buscava chegar ao gol criando pelas laterais, roubando o máximo de bolas que podia. Já o time visitante tocava a bola pelo meio buscando abrir espaços para chegar ao ataque, já que o Pilarzinho fazia muitas inversões de bola e acionava seus laterais.

Com a bola pressa na intermediária, as jogadas não fluíam e o destaque do primeiro tempo foi o alto número de faltas feitas pelas equipes, que chegavam firme nos lances. Os times precisariam melhorar na criação e nos arremates se quisessem ganhar o jogo.


SEGUNDO TEMPO: Na volta do intervalo, o Trieste passou a pressionar e aos 3’ Marcelo fez boa jogada pela lateral, driblando seu marcador, e serviu Evandro, que acabou isolando o chute. Depois do susto, o Pilarzinho passou a tocar melhor a bola e ter mais opções de jogo. Em uma dessas jogadas, aos 10’, Thomas recebeu na entrada da área, carregou a bola e chutou no canto esquerdo de Juninho para abrir o placar para o time da casa. A vantagem fez com que o Operário administrasse o jogo em busca de falhas adversárias que propiciassem o segundo gol.

O Tricolor da Colônia teve que sair para o jogo para tentar pelo menos o empate. Por isso aumentou a intensidade no setor ofensivo, pressionando nas costas dos zagueiros. A entrada de Marcelo Soares e Camargo deram mais movimentação para a equipe e geraram alguns escanteios ao longo da partida, mas que não foram bem aproveitados. Uma das melhores chances de empatar veio aos 44’, em uma bomba de fora da área que o goleiro Diego Molina fez grande defesa. Quando tudo parecia se encaminhar para a vitória mandante, no último lance do jogo o árbitro viu Jhé colocar a mão na bola dentro da pequena área, marcando pênalti. Na cobrança, Araújo bateu forte para decretar o placar final: No estádio Bortolo Gava, Operário Pilarzinho 1, Trieste 1.


PRÓXIMA PARTIDA: A partida de volta está marcada para o próximo sábado (3) no Estádio Francisco Muraro, casa do Trieste, às 15:30. Quem vencer se classifica a próxima fase da Suburbana, enquanto que um empate, por qualquer placar, leva a disputa para as penalidades.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OPERÁRIO PILARZINHO: 1.Diego Molina, 2.Thomas (14.Diego), 3.Igor, 4.Thiago, 6.Dionata, 5.Zé Nunes, 8.Jhé, 7.Bitoca, 11.Thomas Guedes, 10.Rodriguinho (17.João Madureira), 9.Quintino (16.Robson). Tec: Peterson Freitas.

TRIESTE: 1.Juninho, 2.Murilo, 3.Rodrigo Mancha (13.Ricardo), 4.Lino, 6.Marabá, 5.Grilo, 8.Evandro, 7.Repolho (15.Camargo), 11.Rodrigo (18.Marcelo), 10.Lima (19.Araújo), 9.Robinho. Tec: Ivo Petry.

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO PILARZINHO 1 X 1 TRIESTE XXXXXXXXXX

GOLS: Thomas aos 10’ do 2ºT (Pilarzinho); Araújo aos 49’ do 2ºT (Trieste).
CA: Jhé, Zé Nunes, Diego Molina (Pilarzinho); Lima, Repolho, Marcelo (Trieste).
CV: Técnico Peterson Freitas (Pilarzinho).
ÁRBITRO: Luiz Alexandre Fernandes.
ASSISTENTES: Daniel Cotrim de Carvalho (1) e Giovani Marlus de Oliveira Massoquetto (2).
LOCAL: Estádio Bortolo Gava, Curitiba.

ENTREVISTAS XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


drap
Tecnologia do Blogger.