PROPAGANDA

[ASPIRANTES] Coritiba vence a Chapecoense e garante a classificação à semifinal do certame


Coritiba e Chapecoense jogaram na tarde desta quarta-feira (17) no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela sexta e última partida da segunda-fase do Campeonato Brasileiro de Aspirantes de 2018. Em um confronto disputado na primeira etapa que terminou empatada em 1 a 1, o Coritiba conseguiu desenvolver mais e aproveitou melhor no segundo tempo. Com isso, o placar terminou em 3 a 1 para o alviverde diante a Chapecoense. O resultado garantiu a classificação à fase seguinte, pois o Santos empatou com o Internacional.

#ASPIRANTES
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: A equipe do Coritiba perdeu na rodada anterior para o Internacional no Estádio da Beira Rio, em Porto Alegre, pelo placar de 2 a 1. Resultado que garantiu a classificação do escrete gaúcho à fase semifinal do certame. Já o Coritiba entrou em campo precisando da vitória, pois caiu para a última colocação no grupo. Já a Chapecoense jogou com o Santos na última rodada e venceu na Arena Condá pelo placar de 2 a 1. Caso a equipe do Santos não ganhe do escrete gaúcho, o time da Chapecoense precisa apenas de um empate para seguir. Já o Coritiba, só a vitória interessa.

O EMBATE: A equipe do Coritiba iniciou com mais volume de jogo já nos primeiros minutos, mas a forte marcação da equipe catarinense foi forte e dificultou a saída de bola. Mas aos 4’, em bola enfiada pelo meio, o Pablo Thomaz conseguiu fugir da marcação e abrir o placar. Porém, o assistente assinalou impedimento. Minutos depois, o argentino Alvarenga cruzou e Rusch cabeceou firme e Arthur fez segura defesa. A pressão inicial deu resultado, pois, em descida pelo flanco direito, o meia Thiago Lopes cruzou na medida para Pablo Thomaz dominar e abrir o placar aos 10’.

Depois do gol, a equipe da Chapecoense aumentou o seu volume de jogo, jogando pelo campo de ataque. Enquanto que o Coritiba se defendeu e optou em jogadas de contra-ataques nos flancos. Próximo dos 20, a equipe do Coritiba chegou e quase conseguiu ampliar o placar no Couto. Henrique desceu em velocidade e saiu da marcação e deixou a bola livre para Araújo cruzar até chegar no Alvarenga, mas o goleiro Tiepo conseguiu antecipar e evitar o gol.

Aos 29’, o arqueiro Arthur trabalhou pela primeira vez, após arremate firme de Roni, que obrigou o camisa 1 do Coritiba afastar para escanteio. O lance motivou a equipe catarinense, que minutos depois chegou novamente a frequentar a área do Coritiba. Mas desta vez o lateral Busanello foi derrubado e a árbitra assinalou pênalti. Wellington Paulista cobrou, marcou e empatou o jogo em 1 a 1 aos 33’ da etapa inicial. Nos minutos finais do primeiro tempo, o duelo caiu de rendimento. No lado do Coritiba, o mais acionado, junto ao atacante Pablo Thomaz, saiu lesionado e em seu lugar entrou Luizinho. Mesmo assim, poucas criações aconteceram e muitas faltas foram cometidas. Devido a isso, o embate ficou preso no setor de meio de campo, com 4’ de acréscimos.


Na etapa complementar, somente a equipe da Chapecoense realizou alteração sem seu escrete. Mas quem entrou a todo vapor foi o Coritiba, pois no primeiro minuto Nathan teve a oportunidade de desempatar o duelo. Mas o zagueiro do time catarinense tirou no momento exato do arremate. Aos 6’, em ótima trama do ataque alviverde, Pablo Thomaz foi parado com falta. Julio Rusch cobrou e acertou a trave do goleiro Tiepo, que não chegou a tempo na bola.0’,

Passados dos 10’, a equipe do Coritiba teve alteração de jogadores e também na postura. Devido ao isso, o desempate aconteceu. Em cobrança de escanteio de Rusch, Nathan subiu mais alto que o sistema defensivo da Chapecoense aos 13’ da etapa complementar, sem chance para o arqueiro Tiepo. Cinco minutos depois, o Coritiba quase ampliou, com jogada de Luizinho pelo flanco direito e cruzou para Pablo Thomaz, que escorreu no momento do chute. Mesmo assim, o arremate foi interceptado pelo arqueiro Tiepo.

Aos 21’, a equipe da Chapecoense marcou o gol de empate, mas o assistente assinalou impedimento. O atacante Wellington Paulista, que desviou primeiro, estava impedido antes do arremate de Regis, que finalizou à meta do goleiro Arthur. O lance deu um animo para o time visitante, que passou a ter mais volume de jogo e, com isso, o goleiro alviverde trabalhou mais neste período de jogo. Mas aos 32’, Luisinho tentou um drible diante o lateral Busanello, que tentou agredir o camisa 16 do Coritiba. Lance que o assistente dedurou à arbitra Edina, que tirou o cartão vermelho do bolso.

Não deu outra, com um homem a mais a equipe do Coritiba conseguiu ampliar o placar no Couto. Em trama pelo meio entre Yan Santos e Luizinho, que tocou para Pablo Thomaz concluir e ampliar o placar em 3 a 1, aos 37’. Após o gol alviverde, a equipe do Coritiba administrou a posse de bola no campo de ataque e pouco foi agredido pelo escrete da Chape. Aos 48’, Matheus Bueno ficou de frente e quase ampliou o placar. Sendo essa, a última oportunidade de gol na partida.

PRÓXIMA PARTIDA: Com este triunfo da equipe alviverde, a equipe depende do resultado do outro grupo para saber quem será o adversário na fase semifinal do Campeonato Brasileiro Aspirantes de 2018. Já o escrete da Chapecoense está eliminada da competição.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CORITIBA: 1 Arthur; 2 Vinicius Araujo, 3 Geovane, 4 Leo Andrande e 6 Henrique (15 Yan Santos); 5 Matheus Bueno, 8 Julio Rusch, 7 Alvarenga (17 Tallysson Lalau) e 10 Thiago Lopes (16 Luizinho); 11 Nathan e 9 Pablo Thomaz. Tec.  Mozart.

CHAPECOENSE: 1 Tiepo; 2 Cata (19 Alan), 3 Luiz Pedro, 4 Igor e 6 Busanello; 5 Ronei (14 Vinicius Guarapuava), 8 Kendy (Alan), 7 Silvano (18 Wellissol) e 10 Jean Roberto (17 Regis); 11 Vini (20 Pinhal) e 9 W. Paulista. Tec. Emerson Cris

FICHA TÉCNICA – CORITIBA X CHAPECOENSE XXXXXXXXXX

GOLS: Pablo Thomaz aos 10’ do 1º tempo e 37’ do 2º tempo, Nathan aos 13’ do 2º tempo (Coritiba) W.Paulista aos 33’ do 1º tempo (Chapecoense)
CA:  Vinicius Guarapuava (Chapecoense) | Geovane e Alvarenga (Coritiba)
CV: Busanello (Chapecoense)
ÁRBITRO: Edina Alves Batista
ASSISTENTES: Jefferson Cleiton Piva da Silva (1) e Felipe Gustavo Schmidt (2)
LOCAL: Estádio Couto Pereira, Curitiba
drap
Tecnologia do Blogger.