PROPAGANDA

[ASPIRANTES] Atlético perde em casa para o São Paulo e não tem mais chance de classificar à semifinal


Atlético e São Paulo jogaram na tarde desta terça-feira (9), na Arena da Baixada, em Curitiba. O confronto foi válido pela quinta rodada da segunda fase do Campeonato Brasileiro de Aspirantes de 2018. O tricolor paulista abriu o placar no final do primeiro tempo, conseguiu segurar na etapa complementar quando foi pressionado e no apagar das luzes ampliou o marcador em 2 a 0. Com o réves, a equipe do Atlético não tem mais chances de classifica à próxima fase. Enquanto que o São Paulo garantiu o acesso na semifinal do Brasileiro Aspirantes de 2018.

#ASPIRANTES 2018
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: A equipe do Atlético chegou nesta rodada na terceira colocação no Grupo C, com um ponto a menos que o time baiano, que está na zona de classificação, e três com o tricolor do Paulista. Ou seja, um triunfo diante o São Paulo na Arena, que não deixa de ser um confronto de seis pontos, alimentará ainda mais o sonho/busca pela classificação à fase seguinte do certame. Na rodada anterior o rubro-negro paranaense foi até o Estádio Manoel Barradas, em Salvador, e perdeu para o Vitória pelo placar de 4 a 3. Do outro lado, o São Paulo venceu o América fora de casa e assumiu a liderança o Grupo C. Portanto, um triunfo em Curitiba já o credencia à fase semifinal do Brasileirão de Aspirantes de 2018.

O EMBATE: Os primeiros minutos do confronto foram das duas equipes se estudando e pouco agredindo. Ou seja, trocaram passes até os sistemas defensivos desarmarem, com 5’ de jogo. Mas quem teve mais volume de jogo foi a equipe paulista. Enquanto que o time da casa trocou passes rápidos até chegar a meta do goleiro Lucas Paes. Passados dos 10’, a equipe da casa passou a frequentar mais o campo de ataque e assustando o camisa um do São Paulo. Aos 13’, Bill teve a principal oportunidade do jogo, após enfiada de bola do companheiro, e o camisa 9 saiu pelas costas do sistema adversário e ficou livre na frente do Paes. Mas o atacante rubro-negro acabou tirando do goleiro e também do gol.

Minutos depois, o camisa 10, Demethryus foi quem assustou o time do São Paulo. Desta vez, o meia campista rubro negro arrematou de longe e quase abriu o placar. A resposta do São Paulo aconteceu aos 20, com Vinicius também chutando de longe. Diferente do Lucas Paes, o arqueiro do Atlético teve que se esticar todo para evitar o primeiro gol do embate. Na sequência, em jogada de contra-ataque, o lateral Alex teve a oportunidade de abrir ao estar de frente com o camisa 1 do São Paulo. Novamente o time do Atlético desperdiçou a oportunidade.

Passados da metade da primeira etapa, o duelo ficou aberto e as duas equipes passaram a atacar. Mesmo assim, nenhuma oportunidade clara de gol aconteceu. Destaque para os sistemas defensivos, que prevaleceram aos ataques, de ambas as equipes. Mas aos 39’, a equipe do São Paulo inaugurou o placar. Após bate-rebate dentro da área, o lateral Foguete persistiu até tocar na saída do goleiro Juliano para abrir o placar. Após o gol, o duelo persistiu com o placar de 1 a 0 a favor do tricolor paulista.


Na etapa complementar, ambos os times realizaram alterações. Já no início, a equipe do São Paulo avançou a marcação e dificultou a saída de bola do Atlético, que teve que forçar o drible diante a marcação no setor de meio de campo. Mesmo assim, foi o time do São Paulo que quase chegou a ampliar o placar com Vinicius, que cabeceou firme após cruzamento de Foguete, mas Juliano no reflexo defendeu e evitou o segundo gol do São Paulo, com 5’. Aos 10’, em jogada rápida da equipe paulista com Brenner e Murilo, Vinicius arrematou e foi travado pela marcação.

Aos 15’, o time do Atlético optou em jogar pelos lados e chegou. Léo cruzou e o zagueiro Eder jogou no contrapé do goleiro e quase surpreendeu o arqueiro Lucas Paes, que só ficou observando. Período em que o time da casa pressionou o escrete Paulista. Minutos depois, com o time do Atlético tendo mais volumes de jogo conseguiu chegar novamente a meta do arqueiro do São Paulo. Desta vez, Baralhas pegou a sobra, livre, e arrematou. Mas o chute não foi certeiro e acabou indo para fora. Aos 25’, em jogada de ataque do Atlético, a bola acabou batendo na mão de Rodrigo, que acabou errando o tempo da bola. Mas o árbitro Fabio Filipus mandou seguir o jogo.

Nos minutos finais a equipe do Atlético persistiu no campo de ataque e conseguiu ter mais volume de jogo. Período de jogo em que o goleiro Lucas Paes trabalhou. As jogadas foram criadas pelos flancos, com Léo Simas, que foi bastante acionado. Em duas oportunidades, a equipe do Atlético quase conseguiu empatar o duelo. Nas duas o arqueiro Lucas Paes quase complicou ao defender a bola. Mesmo assim, quem chegou a marcar foi o time do São Paulo. A equipe paulista em jogada de contra-ataque matou o jogo, com Paulo Henrique que deixou o atacante Brenner livre para ampliar o placar. Minutos depois, o árbitro Fabio Filipus decretou o fim de jogo, com quatro minutos de acréscimos e com o placar de 2 a 0.


PRÓXIMA PARTIDA: O time do Atlético irá desafiar o América-MG no Estádio Independência, em Belo Horizonte, daqui nove dias. Na mesma data, o time do São Paulo irá jogar com o Vitória, em local a definir ainda.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ATLÉTICO: 1 Juliano; 2 Léo, 3 Weverton (13 Daniel), 4 Eder e 6 Alex (18 Jaderson); 5 Arthur Sananduva, 8 Baralhas (14 Renzo), 11 Bruno Nascimento (17 Thiaguinho) e 10 Demethryus (16 Bruno Leite); 7 Giovanny e 9 Bill. TEC. Kelly Guimarães  

SÃO PAULO: 1 Lucas Paes; 2 Foguete, 3 Caio Ruan, 4 Rodrigo e 6 Caíque; 5 Marcos Jr., 7 Geovane (18 Cássio), 8 Paulo Henrique e 10 Vinicius (17 Oliveira); 11 Antony (20 Brenner) e 9 Murilo (14 Dipe). TEC. Marcos Cezar Vizolli

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO 0 X 2 SÃO PAULO XXXXXXXXXX

GOLS: Foguete aos 39’ do 1º tempo e Brenner aos 48’ do 2º tempo (São Paulo)
CA:  Rodrigo, Caíque (São Paulo)
CV: Eder (Atlético)
ÁRBITRO: Fabio Filipus
ASSISTENTES: Jefferson Cleiton Piva da Silva e Felipe Gustavo Schmidt
LOCAL: Arena da Baixada, em Curitiba
drap
Tecnologia do Blogger.